Comidinhas

As melhores e mais improváveis coxinhas da cidade

O salgado queridinho dos bares ganha espaço em restaurantes e endereços de comidinhas; há até uma versão gigante de 1 quilo

Por: Gabriela Boccaccio - Atualizado em

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

 Você gosta de coxinha? Se você pensou no uso mais recente da palavra, empregada como sinônimo de playboy, esqueça.

+ Playboys da cidade comentam a fama de "coxinha"

Aqui, vamos falar da coxinha que quase todo paulistano (exceto os empenhados no #projetoverão, claro) amam. O salgado tradicional leva massa de batata e recheio de frango. As invencionices que começaram com um inocente catupiry no recheio hoje abrangem de coxinha de Nutella (sim, existe) até versões de ossobuco, carne-louca, rabada e joelho de porco.

+ Food truck tem cardápio só de coxinhas

Escolha a sua favorita e bom apetite!

BARES

Bar e Armazém Cambuci: serve versões de frango com requeijão na massa de batata e de carne-seca com um toque de abóbora. Cada unidade sai por R$ 5,00.  

Bezerra: a chamada coxinha do chefe (R$ 35,50; oito unidades) é na verdade uma isca de peito de frango com catupiry espetada no palito e frita na hora. 

Frangó
Frangó: a famosa coxinha (4,60 reais a unidade) faz boa dupla com alguma das mais de 300 cervejas do cardápio (Foto: Mario Rodrigues)

Frangó: os apreciadores de cervejas especiais da casa também podem harmonizá-las com o carro chefe da casa, a porção de dez coxinhas (R$ 29,00). 

Glória Bar: o local fez sua versão inusitada do salgado, na qual o frango e o catupiry foram substituídos por brie e mel (R$ 26,00; seis unidades).

Karavelle: conhecida pelos seus chopes, a cervejaria também serve uma porção com sete unidades de coxinhas de ossobuco (R$ 31,10).

Mercearia São Roque: a porção com seis unidades da coxinha de frango sai por R$28,00 e é uma boa pedida para acompanhar as caipirinhas.

Original: o bar oferece diversos recheios para as coxinhas: rabada, camarão, frango com catupiry e joelho de porco. Cada opção com cinco unidades custa R$ 21,00; a de camarão sai por R$ 24,00. 

Veloso: a famosa coxinha de frango com catupiry  do bar sai por R$ 25,50 (porção com seis unidades de tamanho médio). Parece impossível, mas há dias nos quais a procura é tão grande que o salgado esgota.

Veloso
Porção de coxinha de frango com catupiry no Veloso: com molho de pimenta (Foto: Mario Rodrigues)

Vila Seu Justino: a porção de coxinha de frango é bem servida com doze unidades (R$ 23,90).

ENDEREÇOS DE COMIDINHAS 

Bakery Itiriki: ainda que os pães orientais sejam a especialidade, sobra espaço na vitrine para a coxinha, que pode ser com catupiry (R$ 6,50 ) ou simples (R$ 5,90).

Bologna: a padaria vende a coxa creme por R$ 8,00 a unidade. A versão tradicional, com ou sem catupiry, custa R$ 6,50. 

Octavio Café: a porção com oito unidadades bem cremosas de frango com catupiry sai por R$ 23,00. 

Ofner: a rede de lojas vende a unidade de coxinha de frango com catupiry por R$ 6,50; a coxa creme sai por R$ 8,50.

Padaria Brasileira: no total, oferece cinco opções de recheios. São elas: frango, frango com catupiry, catupiry, carne louca e pernil. A unidade grande sai por R$ 5,30 e a pequena, R$ 1,20.

RESTAURANTES

Attimo: a coxinha ganha recheio de galinha caipira e fonduta de catupiry (R$ 12,00). 

Attimo - coxinha
Attimo: coxinha feita com galinha caipira (Foto: Mauro Holanda)

Gero Caffè: servida em um prato indiviual e acompanhada uma salada verde, a coxa creme oferecida de entrada quase vale por uma refeição (R$ 25,00). 

Ritto: a tradicional coxinha é servida em uma porção com quatro unidades (R$ 17,50). 

Side: em uma versão mais sofisticada, a massa da coxinha é feita de mandioquinha e o recheio é de costela suína. A porção com oito unidades custa R$  30,00. 

Side
No Side: a coxinha de mandioquinha de casca crocante tem recheio de costela suína (Foto: Fernando Moraes)

Ainda sobrou apetite? Eis o desafio final: a supercoxinha de quase um quilo (R$ 32,90) da Panetteria ZN. Mas pense duas vezes antes de tentar devorá-la sozinho: a fritura serve até quatro pessoas. A versão de tamanho normal custa R$6,50.

Supercoxinha - Panetteria ZN
As três versões de coxinha vendidas na Panetteria ZN: para todos os tamanhos de fome (Foto: Divulgação)
  • Botecos

    Bar e Armazém Cambuci

    Rua Gama Cerqueira, 86, Cambuci

    1 avaliação
  • Chope e cerveja

    Bezerra

    Rua Coriolano, 800, Vila Romana

    Tel: (11) 3862 4646

    VejaSP
    6 avaliações

    É difícil não entortar o pescoço diante da coleção de LPs pendurada junto ao teto. Originais do Samba, Lupicínio Rodrigues, Dicró e, claro, Bezerra da Silva são alguns dos que estão devidamente representados ali e por vezes também ajudam a compor a trilha sonora. Seja sob essa constelação do cancioneiro popular ou nas mesas dobráveis espalhadas pela calçada, tem-se à disposição uma seleção de cervejas que ultrapassa uma centena de rótulos. Algumas delas não costumam ser encontradas por aí facilmente, caso da dinamarquesa Tuborg (R$ 14,70 a lata). As melhores escolhas, porém, recaem sobre belgas como a Blanche de Bruxelles (R$ 32,00; 330 mililitros), levinha e refrescante, e inglesas, a exemplo da robusta Fuller’s London Porter (R$ 42,00). Dos itens da cozinha, o escondidinho (R$ 68,00) ganha uma versão ao avesso, batizada de aparecidinho (R$ 68,00), em que o purê de mandioca é disposto em volta da porção de carne seca na manteiga de garrafa, e não sobre ela.

    Preços checados em 17 de maio de 2016.

    Saiba mais
  • Chope e cerveja

    Karavelle

    Alameda Lorena, 1784, Jardim Paulista

    Tel: (11) 3044 7555

    VejaSP
    2 avaliações

    Como um bom brewpub, o bar exibe na matriz, no Jardim Paulista, os tanques usados na produção de cerveja. Parte dos fermentados, contudo, vem de uma fábrica em Indaiatuba (SP), a fim de suprir a demanda. Das seis variedades na pressão, a keller faz a linha das levinhas, enquanto a barba negra é uma stout típica, bem escura. Qualquer uma delas sai em copo de 300 ou 500 mililitros (R$ 13,90 e R$ 22,50, respectivamente). Mas nem só de goles vive o salão de luz baixa, música alta e um quê de baladinha. A cozinha expede gostosas pedidas, como o trio de petiscos composto de dadinho de tapioca, coxinha de ossobuco e croquete (R$ 33,90).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Chope e cerveja

    Frangó

    Largo da Matriz de Nossa Senhora do Ó, 168, Freguesia Do Ó

    Tel: (11) 3932 4818

    VejaSP
    21 avaliações

    Lá no alto da Freguesia do Ó, este bar de quase trinta anos foi um dos primeiros da cidade a se dedicar às cervejas especiais. Pesada e cheia de páginas, a carta traz 430 rótulos catalogados, como o alcoólico St. Feuillien Grand Cru (R$ 42,00, 330 mililitros), da Bélgica. Gelada da casa, a american pale ale produzida pela Colorado sai a R$ 22,00 (600 mililitros). O menu, célebre pela coxinha (R$ 5,00), ganhou um sopro de renovação com receitas do chef Marcelo Corrêa Bastos (Jiquitaia), entre elas o beirute de cupim (R$ 28,00).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Chope e cerveja

    Glória Bar

    Rua Doutor Renato Paes de Barros, 994, Itaim Bibi

    Tel: (11) 3848 0302

    VejaSP
    6 avaliações

    Inaugurado no primeiro semestre, a casa é a investida no Itaim de alguns dos sócios do Gràcia, em Pinheiros. Amplo e iluminado por muitas luzinhas no teto, o bar tem um quê de botequim vip. A coxinha, por exemplo, leva queijo brie e mel no recheio em vez de frango desfiado. Custa R$ 26,00 (seis unidades). Outro boa escolha: a porção mista de pastéis, que traz os sabores carne, palmito pupunha e queijo gruyère (R$ 22,00, seis), todos crocantes. Depois do expediente, um público na faixa dos 30 e poucos anos brinda com caipiroscas criativas, como a de cajá, pimenta e canela (R$ 21,90). Completa a linha etílica o chope (R$ 7,50, Stella Artois) e a cerveja (R$ 9,50, Original).

     

    Preços checados em setembro/outubro de 2014.

    Saiba mais
  • Chope e cerveja

    Mercearia São Roque

    Rua Amauri, 35, Itaim Bibi

    Tel: (11) 3062 2612

    VejaSP
    1 avaliação

    Instalada desde 1990 numa esquina do comecinho da Rua Amauri, quase escondida, a Mercearia São Roque é daqueles endereços que não saem de moda. Suas mesas sempre estão apinhadas de um público maduro e bem de vida, a fim de botar a conversa em dia e bebericar um chope Heineken nos conformes (R$ 9,50) ou então a caipirinha do merça — uma acertada combinação de limão-siciliano, lichia e gengibre (R$ 18,80). A coxinha sai no capricho, com massa bem cremosa (R$ 38,60, seis unidades). Da cozinha beeeem variada sai até um ceviche (R$49,10) suavemente temperado e acompanhado de chips de banana-da-terra.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Chope e cerveja

    Original

    Rua Graúna, 137, Moema

    Tel: (11) 5093 9486

    VejaSP
    5 avaliações

    Um dos grupos gastronômicos mais importantes do país, a Cia. Tradicional de Comércio abriu o primeiro negócio há exatos vinte anos em Moema. Nascia o Original, um bar que homenageia diversos endereços boêmios da capital e foi muito copiado por aí. É famoso pelo ótimo chopinho Brahma (R$7,90), tirado com os regulamentares três dedos de colarinho cremoso. Na hora de comer, peça o sanduba de pernil desfiado no pão macio de mandioquinha com cebola, pimentão, queijo provolone e um ovo de gema mole (R$ 32,00). Uma saladinha de repolho e um montão de batatas chips são os acompanhamentos.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Bar-balada

    Panorama

    Avenida Nove de Julho, 5871, Jardim Paulista

    Tel: (11) 3167 3074 ou (11) 3071 4275

    VejaSP
    Sem avaliação

    Meio disfarçado pela vegetação, o burburinho deste bar-balada se forma em plena Avenida 9 de Julho. A partir da happy hour, as mesas da varanda começam a receber homens e mulheres, em sua maioria com os 30 anos já completos. Eles, com as camisas ajustadas ao corpo. Elas, no alto de saltos, trajando vestidos curtos e de cabeleira esticada. Alguns passos depois da varanda, fica a pista. Escura, de teto baixo e cheia de luzes coloridas e piscantes, tem um clima de inferninho. A programação é baseada na música eletrônica, o mesmo gênero que consagrou o proprietário Angelo Leuzzi em sucessos paulistanos como a boate Lov.e. Por ali rolam conversas ao pé do ouvido e troca de olhares. Novos casais vão se formando e elegendo a parede como apoio. No andar de cima, o balcão do bar costuma ficar apinhado de gente à espera de seus corretos gim-tônica (R$ 33,00) e apple martini (R$ 34,00) enquanto calcula uma forma de aproximação. Ao lado, um lounge se mostra um pouco mais comportado (e menos escuro). No último piso, o pequeno restaurante recebe os festeiros mais calmos, que encontram pratos como o salmão em crosta de gergelim mais risoto de limão-siciliano e parmesão (R$ 54,00) até as 5 da manhã às sextas e aos sábados.

     

    Preços checados em setembro/outubro de 2014.

    Saiba mais
  • Botecos

    Veloso

    Rua Conceição Veloso, 54, Vila Mariana

    Tel: (11) 5572 0254

    VejaSP
    34 avaliações

    Não é difícil descrever o boteco em três palavras: fila, coxinha, caipirinha. Uma legião de fãs ocupa a calçada à espera de uma mesa. Mesmo antes de conseguir um assento, jávai devorando as coxinhas de tamanho médio (R$ 30,00, seis unidades), viciantes pela casquinha crocante e pelo recheio de frango ultracremoso. Para acompanhá-las, são imbatíveis as caipirinhas preparadas pela equipe do bartender Souza, como a de tangerina e pimenta (R$ 19,00). Não deixe de pedir o chopinho na tulipa (Brahma, R$ 7,80), muito bom. O vizinho Armazém Veloso (Rua Conceição Veloso, 48) tem o mesmo menu e tenta dar conta da demanda. Tenta.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Bares variados

    Vila Seu Justino

    Rua Harmonia, 77, Vila Madalena

    Tel: (11) 2738 3800 ou (11) 2305 0130

    VejaSP
    11 avaliações

    A fachada envidraçada deixa transparecer toda a animação do salão, no qual uma moçada com pinta universitária curte apresentações de samba e de pop rock. Mas o grande predicado do endereço está nos fundos: um jardim arborizado, que acomoda aqueles que procuram algo um pouco menos animado. Sucesso ali, a caipirinha vem em pote de vidro, em combinações como tangerina, capim-santo e cachaça Salinas (R$ 23,90), e é uma boa alternativa ao chope, apenas regular, servido em caneca de alumínio (Heineken, R$ 7,90). Para repor as energias, o bolinho de costela (R$ 31,90) é uma pedida sem erro.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Padarias

    Bakery Itiriki

    Rua dos Estudantes, 24, Sé

    Tel: (11) 3277 4939

    VejaSP
    8 avaliações

    Assim como no bairro da Liberdade, a cultura japonesa e a brasileira convivem lado a lado nesta padoca. Espalham-se pela loja quitutes de sotaque oriental como kare pan, uma massa frita recheada de frango e legumes ao curry (R$ 6,90), e o pãozinho doce de feijão-azuqui (R$ 6,90). Mas também há espaço para os pães francês (R$ 11,90 o quilo) e de calabresa e até para a coxinha (R$ 5,90 cada uma). O salão no piso superior é agradável para tomar um café da marca Santa Monica (R$ 3,90) ou se refrescar com uma das cinco variedades de pobá (R$ 13,90). Trata-se de uma bebida repleta de bolinhas de sagu.

     

    Preços checados em 8 de dezembro de 2014.

    Saiba mais
  • Padarias

    Bologna

    Rua Augusta, 379, Consolação

    Tel: (11) 3256 1108

    VejaSP
    5 avaliações

    Icônica rotisseria paulistana, fechou as portas durante um ano e reabriu em 2013 mais moderna e com vocação de padaria. Os fãs do franguinho assado, porém, podem respirar aliviados: uma “televisão de cachorro” instalada no salão garante a especialidade todos os dias da semana. Assim como antigamente, a ave é temperada com sálvia, alecrim e manjericão e submersa em molho de vinho branco. Custa R$ 39,00. As receitas da coxa-creme (R$ 9,90) e do camarão-rosa empanado (R$ 13,00) também continuam intocadas — muito embora uma mudança na massa que envolve os salgados, pesadona, fosse bem-vinda. Se quiser variar do sanduíche de pernil (R$ 17,50), há opções como o cheese rosbife salada (R$ 28,50). Como não poderia faltar, o pão na chapa com requeijão (R$ 4,50) pode ser acompanhado por cappuccino (R$ 3,90 o médio) ou vitamina de frutas (R$ 9,90).

    Preços checados em 6 de junho de 2016.

    Saiba mais
  • Cafés

    Octavio Café

    Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2996, Itaim Bibi

    Tel: (11) 3074 0110

    VejaSP
    12 avaliações

    Depois de quase uma década, ganhou a primeira filial, um quiosque no Shopping Eldorado. Nesse endereço o cardápio é reduzido, sobretudo em relação aos métodos de extração de café. Das possibilidades disponíveis nos dois lugares, estão Hario (R$ 12,00) e prensa francesa (R$ 13,00). Só de expresso, o bom time de baristas treinado por Tabatha Creazo tira na matriz dez versões, entre as quais, o romano (com raspas de limão, R$ 7,50). Se essa variedade encanta, a displicência no atendimento pode irritar. A cozinha expede salgados e sanduíches sem muito esmero. É melhor investir em doces como o bolo de cenoura com calda de brigadeiro (R$ 9,00).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Docerias

    Ofner - Pinheiros

    Avenida Pedroso De Morais, 1099, Pinheiros

    Tel: (11) 3034 5141

    VejaSP
    3 avaliações

    Hoje, a rede é porto seguro para bate-papos que avançam na madrugada — unidades como as do Itaim e do Jardim Paulista ficam abertas 24 horas. Muitos dos itens nas vitrines não empolgam, caso do mil-folhas e dos trudel (R$ 11,50 cada um), ambos com massa por vezes molenga. Ainda que pouco lembre a receita francesa, a tarte tatin (R$ 10,90) é a pedida para acompanhar o cafezinho (R$ 5,30). Consiste em uma tortinha de maçã com creme de baunilha e lâminas de amêndoa. Dos salgados, a coxinha de frango com catupiry e a empada de camarão (R$ 8,30 e R$ 8,90, respectivamente) costumam agradar. Para preços mais em conta, vale ir à loja de fábrica, no Socorro, ZonaSul, onde o desconto nos itens chega a 30%.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Padarias

    Padaria Brasileira

    Rua Augusta, 1592, Consolação

    Tel: (11) 3262 2207

    VejaSP
    12 avaliações

    A coxinha premiada consecutivas vezes pela edição “Comer & Beber” de VEJA ABC conquistou os paulistanos por sua variedade. Há cinco opções de recheio, entre elas frango e carne louca (R$ 5,50 a unidade). A massa fina e a crosta crocante da fritura agradam mordida a mordida. Em alguns quesitos muito básicos, ainda há falhas. O saboroso pão francês (R$ 14,30 o quilo), por exemplo, não raro acaba no início da noite, e os atendentes sugerem uma longa espera de uma hora até a próxima fornada. Caso isso aconteça, mude o pedido e fique com o bom pão de queijo míni, vendido por unidade (R$ 0,63).

    Preços checados 6 de junho de 2016.

    Saiba mais
  • Italianos

    Attimo

    Rua Diogo Jácome, 341, Vila Nova Conceição

    Tel: (11) 5054 9999

    VejaSP
    14 avaliações

    Ao contratar o chef Paulo Kotzent em julho, o restaurateur Marcelo Fernandes reafirma a disposição em oferecer um cardápio italiano cada vez mais clássico já que o novo cozinheiro tem passagens como titular do Piselli, do Santovino e da Bráz Trattoria. Petisco de origem romana, o suppli al telefono (bolinho de arroz recheado de mussarela; R$ 26,00) vai à mesa em porção com quatro unidades. Uma das massas frescas revisadas pelo cozinheiro é o ravióli de pera e ricota ao molho de gorgonzola doce e redução de vitela (R$ 60,00). Com a cremosidade ideal, o espaguete à carbonara (R$ 74,00) leva queijo grana padano, ovo, pancetta e pimenta-do-reino. Variação de uma receita da Toscana, a paleta de cordeiro recebe a parceria de lentilhas (R$ 84,00). Cozida em espumante asti, a pera vem com creme de caramelo e calda de frutas vermelhas (R$ 25,00).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Cozinha contemporânea

    Feed Food

    Rua Artur de Azevedo, 517, Jardim Paulista

    Tel: (11) 4305 7727 ou (11) 4305 7726

    7 avaliações

    Atrás da loja de roupas Cartel 011, ocupa um quintal repleto de árvores. As receitas são do casal de chefs Adriana Cymes e Victor Vasconcellos, entre elas as empolgantes entradas como a coxinha de mandioquinha.

    Saiba mais
  • Italianos

    Gero Caffè

    Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2232, Jardim Paulistano

    2 avaliações
  • Pizzarias

    Ritto

    Rua Nanuque, 243, Vila Leopoldina

    19 avaliações
  • Cozinha contemporânea

    Side

    Rua Tabapuã, 830, Itaim Bibi

    Tel: (11) 3168 0311

    VejaSP
    16 avaliações

    A cozinha, antes exemplar, sentiu a saída do chef Thiago Maeda. Ainda que saboroso, o frango thai acompanhado de arroz de jasmin (R$ 49,00) é tão discreto na pimenta que nem parece de inspiração tailandesa. Mas o burburinho no salão escuro e charmoso tem seus motivos, claro. O drinque bramble (R$ 28,00), de gim com tônica, licor de mirtilo, gengibre e amora, abre o apetite para a porção de pastéis de pupunha (R$ 29,00) e o peixe do dia no ponto servido com purê de couve-flor e espinafre salteado (R$ 59,00).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO