Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Confira 100 bares que abrem nas noites de segunda

Selecionamos endereços em diferentes regiões da cidade para curtir no início da semana

Por Redação VEJA SÃO PAULO Atualizado em 27 dez 2016, 15h17 - Publicado em 9 ago 2013, 19h52

Quem disse que segunda não é dia de beber umas no bar? Apesar de não ser uma regra, há 100 endereços em diversas regiões que abrem já na segunda-feira.

Quatro premiados no especial “Comer e Beber” 2013-2014 (leia mais clicando aqui) também reforçam a lista. São eles: o Bar do Giba, em Moema, o boteco campeão, o Empório Sagarana, na Vila Romana, que tem a melhor carta de cachaças, o Sabiá, cujo bolinho de carne levou o troféu de melhor petisco, e o Taberna 474, nos Jardins, detentor do título de melhor cozinha.

+ Saiba quais restaurantes que abrem às segundas

Abaixo, confira a lista completa:

4/100
Bar pequeno e intimista dedicado à música ao vivo. Todo envidraçado e cravado próximo à Avenida Helio Pellegrino, recebe artistas de diferentes castas, que passeiam por pop rock, MPB, soul, jazz, bossa nova… Do elenco fixo, fazem parte a cantora Mariana Belém e os instrumentistas do Amilton Godoy Trio, ambos com apresentações mensais. Já passaram […] ( / Ao Vivo Music)
5/100
O ambiente é caprichado: mesinhas na varanda, balcão revestido de tábuas de madeira de demolição, estrutura em aço aparente, amplo salão e um forno de pizzas, as grandes atrações do cardápio. Alguns televisores e um telão estão sempre ligados, sem som. Esse, sai das caixas em volume alto, com clássicos do rock para agradar a […] ( / Armazém Piola)
7/100
Aposta num ambiente rústico e informal — no andar superior, a jovem clientela diverte-se em duas mesas de bilhar bem surradas e uma de pebolim. Além de pizzas, prepara panini — sanduíches feitos no forno a lenha com a mesma massa. Um deles, chamado maçarico, combina molho de tomate, salame picante fatiado e mussarela. Vá […] ( / Art’n Pizza)
8/100
Releve o ambiente sem graça. O que vale é o menu de cervejas, com cerca de 250 rótulos. Entre elas estão a mineira Wäls Petroleum, de estilo russian imperial stout, e as belgas Delirium Tremens e Kwak. ( / Asterix)
12/100
Cheio de meandros, o balcão de 25 metros de comprimento toma todo o térreo. As cinquenta banquetas são ocupadas por casais e pequenos grupos. ( / Balcão)
19/100
Frequentado por héteros moderninhos e turmas gays, ocupa um salão de estilo art déco pitoresco, a cerca de 1,5 metro abaixo do nível da calçada. As conversas nas mesas são regadas a chope (Brahma), cerveja (como a belga Leffe), e vinhos, a exemplo do tinto chileno Ventisquero Clássico Merlot 2011. ( / Barão da Itararé)
Continua após a publicidade
Publicidade