Bar do Giba (Desde 1987)

Tipos de Bares: Botecos
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Avenida Moaci, 574 - Moema - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 55359220
Horário:
segunda-feira
Fechado
terça-feira
17:30 - 01:00
quarta-feira
17:30 - 01:00
quinta-feira
17:30 - 01:00
sexta-feira
17:30 - 01:00
sábado
13:00 - 01:00
domingo
12:30 - 19:00
payment

Formas de pagamento

Cartões de débito: Visa Electron, Rede Shop e Maestro

check_circle

Informações adicionais

Lugares/Capacidade total (120)

Resenha por Saulo Yassuda e Fábio Galib

O garçom aspira uma boa dose de oxigênio e enumera: “pastéis — de carne, queijo, palmito e camarão —, bolinho de bacalhau, caldo de mocotó, carne-seca, beef tartare…”. Como não há cardápio no bar do Giba, os bem treinados atendentes declamam todas as delícias mastigáveis com fôlego de fazer inveja. No princípio, o boteco servia praticamente apenas pastel, então uma lista de papel não se fazia necessária. com o passar das décadas, a variedade foi crescendo, mas o cardápio nunca chegou. “Virou o folclore do bar, sem querer”, conta o proprietário Gilberto Abrão turibus, o Giba. “os clientes de longa data imploram que isso não mude.” Em agosto, o fundador completou 60 anos de vida, e o endereço, trinta. A galera das antigas continua a aparecer tão sedenta pela cerveja gelada no copo americano (Serramalte, R$ 13,90) quanto as novas gerações da freguesia. todos avançam, ainda, em apetitosas porções como a carne de sol em cubos que vai à chapa com cebola e mandioca (R$ 59,50). O pastel de camarão rechonchudo de recheio (R$ 4,98 a unidade), com o qual tudo começou, é outra vedete.

Preços checados em setembro de 2017.

    Comer e beber

    • 2017 - Vencedor

      Boteco Comer & Beber .

      O garçom aspira uma boa dose de oxigênio e enumera: “pastéis — de carne, queijo, palmito e camarão —, bolinho de bacalhau, caldo de mocotó, carne-seca, beef tartare...”. Como não há cardápio no bar do Giba, os bem treinados atendentes declamam todas as delícias mastigáveis com fôlego de fazer inveja. No princípio, o boteco servia praticamente apenas pastel, então uma lista de papel não se fazia necessária. com o passar das décadas, a variedade foi crescendo, mas o cardápio nunca chegou. “Virou o folclore do bar, sem querer”, conta o proprietário Gilberto Abrão turibus, o Giba. “os clientes de longa data imploram que isso não mude.” Em agosto, o fundador completou 60 anos de vida, e o endereço, trinta. A galera das antigas continua a aparecer tão sedenta pela cerveja gelada no copo americano (Serramalte, R$ 13,90) quanto as novas gerações da freguesia. todos avançam, ainda, em apetitosas porções como a carne de sol em cubos que vai à chapa com cebola e mandioca (R$ 59,50). O pastel de camarão rechonchudo de recheio (R$ 4,98 a unidade), com o qual tudo começou, é outra vedete. (Preços checados em setembro de 2017).

      Saulo Yassuda e Fábio Galib

    • 2016 - Participante

      Bares botecos Comer & Beber .

      Garrafas antigas do refrigerante Crush e uma coleção de latas de cerveja povoam as prateleiras deste lugar que figura no panteão dos botecos da cidade, tocado pelo ex-bancário Gilberto Abrão Turibus, o Giba. Expert em boemia, o proprietário treina bem a equipe, sempre pronta a levar à mesa uma nova garrafa de cerveja geladíssima (Brahma, R$13,90) e capaz de fazer uma ótima caipirinha de caju e tangerina (R$ 24,50). Vermelho no centro, o bolinho de carne (R$ 4,95) é muito saboroso. (Preços checados em setembro/outubro de 2016.)

      Saulo Yassuda e Fábio Galib

    • 2015 - Participante

      Bares botecos Comer & Beber .

      É um dos melhores e mais genuínos botecos da cidade, mesmo que alguns preços sejam de bar bacanudo. Fundada pelo ex-bancário Gilberto Abrão Turibus, o Giba, a casa recebe há 28 anos multidões sedentas por uma cervejinha gelada pós-expediente (Bohemia, Brahma, Original e Serramalte; R$ 12,90 cada uma), que os garçons vão trazendo à mesa como se não houvesse amanhã. Também faz bonito a caipirosca de tangerina e pimenta (R$ 17,50), cuja picância cresce a cada gole. Não há cardápio físico, o que pode representar um perrengue, mas os atendentes não demonstram preguiça em recitar todos os itens ao freguês. Continuam muito bons os pastéis entupidos de recheio (R$ 52,80, uma dúzia), nos sabores carne, queijo, camarão ao leite de coco e palmito com creme. Melhor ainda, a carne de sol em nacos com gostinho chamuscado (R$ 56,70) vem misturada com pedaços grandes de cebola e folhas de coentro mais mandioca tostadinha na chapa. Só não agrada tanto o caldo de feijão (R$ 10,80), ralo demais. Finalize a festa botequeira com uma cachacinhaTabaroa (R$ 15,00), de Minas Gerais. (Preços checados em setembro/outubro de 2015).

      Saulo Yassuda

    • 2014 - Indicado

      Bares botecos Comer & Beber .

      O boa-praça Gilberto Abrão Turibus, o Giba, largou a carreira de bancário para se dedicar, desde 1987, ao que sabe fazer bem: servir. Seu genuíno boteco de esquina, enfeitado com muitas garrafas e fâmulas do Santos (Giba é fanático pelo time), costuma estar sempre movimentado. Foi considerado o melhor da cidade pelo “Comer & Beber” do ano passado e hoje ostenta uma honrosa terceira posição. Geladíssimas, as cervejas em garrafa (Original e Serramalte, R$ 10,90) podem ser vistas sobre a maioria das mesas — que, curiosamente, carregam o selo “cartões só débito”. Uma das marcas do endereço é não possuir cardápio, o que pode atrapalhar a vida do novato, mas os atendentes sabem recitar os itens na ponta da língua. A melhor pedida recai sobre os pastéis, nos sabores carne, queijo, palmito e camarão. Têm tamanho médio, massa sequinha e recheio farto (de R$ 3,90 a unidade a R$ 46,80 a porção com doze). Outra atração, o caldinho de mocotó custa R$ 10,00. Todos os dias, há uma sugestão de prato. Nas tardes de sábado e domingo, a feijoada na cumbuca cumpre seu papel (R$ 115,00, para três pessoas). (Preços checados em setembro/outubro de 2014).

      Saulo Yassuda

    • 2013 - Vencedor

      Bares botecos Comer & Beber .

      Em dia de faxina, ele saca o celular e tira fotos das prateleiras. O objetivo é registrar a posição dos penduricalhos e das garrafas, para que eles sejam retirados e depois recolocados exatamente onde estavam. Assim é Gilberto Abrão Turibus, o Giba, um baixinho de cabelos salpicados de branco e preto, nascido no Ipiranga e dono de uma feliz gargalhada. Até 1987, ele era bancário, mas corrigiu o rumo da vida ao virar botequeiro profissional. Tradicionalista, apega-se aos detalhes, e seu bar é feito deles, da decoração simples, mas no maior capricho, às comidas que nunca estiveram no cardápio, pois o menu jamais existiu. Como a simpatia dá o tom ao lugar, os garçons sempre avisam quais são as especialidades do dia. A cozinha está sob a tutela de dona Iva e de Roberto, o Esqueminha, responsável pelos míticos pastéis (R$ 45,60 a porção com doze), sequinhos como poucos. Não se deve sair de lá sem provar o steak tartare (R$ 55,50), receita passada aos garçons pelo próprio Giba e que deixaria muitos chefs da cidade com inveja. Há ainda as excelentes caipirinhas, preparadas pela dupla Tadeu e Manu, como a de tangerina com pimenta dedo-de-moça (R$ 17,50), e as cervejas “trincando” de geladas (Original e Serramalte, R$ 9,50). Tudo perfeito. Exceto por uma coisa que anda chateando o Giba, do alto de seus sapatos brancos de sambista carioca: “Ninguém fica mais até as 4 da manhã na rua; a boemia está morrendo”, diz. Por isso ele fecha o bar, dá um pulo em alguns que ainda funcionam até mais tarde e depois segue direto para as compras no Mercadão. Às 11 horas, está de volta ao seu boteco. De celular em punho. (Preços checados em setembro/outubro de 2013).

      Luiz Henrique Ligabue e Marcelo Cobra

    • 2012 - Participante

      Bares botecos Comer & Beber .

      Comandado pelo figuraça Gilberto Abrão Turibus, o Giba, desde 1987, pertence ao alto escalão dos botecos paulistanos. Suas nostálgicas prateleiras exibem muitas garrafas de bebida (inclusive do velho refrigerante Crush), além de referências ao samba e ao futebol, duas paixões do dono. Uma das idiossincrasias do lugar é não possuir cardápio. Quadros aqui e ali anunciam as especialidades da cozinha. Entre elas, o caldinho de mocotó e os pastéis de tamanho médio de carne, queijo, palmito ou camarão (pedido mínimo de três), que fazem dupla de ataque com as cervejas geladas. Para evitar saia justa na hora de pagar a conta, leve dinheiro ou cheque, pois cartões de débito ou crédito não são aceitos.

      Veja SP

    • 2011 - Participante

      Bares botecos Comer & Beber .

      Estabelecimento faz parte da edição Comer & Beber 2011/2012

      Veja SP

    • 2010 - Indicado

      Bares botecos Comer & Beber .

      Na esquina da Alameda dos Anapurus com a Avenida Moaci, não é só um raro boteco genuíno na região de Moema, como também um dos melhores do gênero na cidade. Sempre concorrido, exibe nas prateleiras desde latas de azeite e empoeiradas garrafas de Crush até referências ao Santos Futebol Clube e à Portela, paixões do dono, o ex-bancário Gilberto Abrão Turibus, o “Giba”. Mas, atenção: a casa não tem cardápio nem aceita cartões de crédito ou débito. Para saber o preço dos petiscos, é preciso perguntar aos garçons. Lousas espalhadas pelo salão informam as especialidades da cozinha. A mais famosa delas são os bem recheados pastéis de tamanho médio, nas versões carne, queijo, palmito e (a melhor) camarão. Cervejas estalando de geladas fazem dupla de ataque com essas e outras delícias.

      Veja SP

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá, ( log out )

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s

    1. Thanks for sharing your thoughts about boteco. Regards