Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Bar do Luiz Nozoie

(Desde 1962)

Tipos de Bares: Botecos

VejaSP:

Endereço: Avenida do Cursino, 1210 - Jardim da Saúde - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 50614554

Site: bardoluiznozoie.com.br

Horário:

segunda-feira 18:00 - 22:00

terça-feira 18:00 - 22:00

quarta-feira 18:00 - 22:00

quinta-feira 18:00 - 22:00

sexta-feira 18:00 - 22:00

sábado 12:00 - 17:00

domingo - Fechado

Fecha nos feriados.

Informações adicionais: Lugares/Capacidade total (40)

Resenha por Saulo Yassuda

Aos 91 anos, seu Luiz Nozoie não bate mais cartão no bar que fundou 59 anos atrás. Sua filha Marcia junto a outros membros da família mais agregados seguem firmes na missão de tocar o autêntico botequim. As quatro paredes — algumas forradas de azulejo branco — acolhem botequeiros-raiz e novos entusiastas dos pés-sujos, dispostos até a atravessar a cidade para assumir uma das cadeiras dobráveis do salão ou se aboletar no balcão de fórmica branca. É o freguês que escolhe se quer beber sua cervejinha Beck’s, Original, Spaten ou Stella Artois (R$ 15,00 a garrafa de 600 mililitros de cada uma) em copo americano ou tulipa. Outra maneira de molhar a garganta é pedir uma das cachaças ou batidas, estas conservadas em garrafas PET — a de amendoim (R$ 15,00), com um dedinho de licor de cacau, é muito boa. Algumas travessas de petiscos frios, como queijinho cortado (R$ 2,00 o pedaço), ficam expostas. Mas as grandes atrações são as chamadas “frituras da Marcia”. A anfitriã expede deliciosos rissoles — ou pastéis, como costumam chamar por lá — sequinhos, feitos com uma camada de massa cozida fina e saborosa, de empanado delicado. São três opções de recheio: camarão com catupiry, muçarela com orégano e carne moída. Em comum, além do preço (R$ 3,50) e da qualidade do sabor, está a azeitona preta com caroço que guardam no interior. O espetinho de camarão frito com casca e tudo (R$ 6,00) e o bolinho de bacalhau comprido e fino (R$ 4,00) são outras tentações que estagiam em óleo quente.

Informações checadas entre agosto e outubro de 2021.

    Aos 91 anos, seu Luiz Nozoie não bate mais cartão no bar que fundou 59 anos atrás. Sua filha Marcia junto a outros membros da família mais agregados seguem firmes na missão de tocar o autêntico botequim. As quatro paredes — algumas forradas de azulejo branco — acolhem botequeiros-raiz e novos entusiastas dos pés-sujos, dispostos até a atravessar a cidade para assumir uma das cadeiras dobráveis do salão ou se aboletar no balcão de fórmica branca. É o freguês que escolhe se quer beber sua cervejinha Beck’s, Original, Spaten ou Stella Artois (R$ 15,00 a garrafa de 600 mililitros de cada uma) em copo americano ou tulipa. Outra maneira de molhar a garganta é pedir uma das cachaças ou batidas, estas conservadas em garrafas PET — a de amendoim (R$ 15,00), com um dedinho de licor de cacau, é muito boa. Algumas travessas de petiscos frios, como queijinho cortado (R$ 2,00 o pedaço), ficam expostas. Mas as grandes atrações são as chamadas “frituras da Marcia”. A anfitriã expede deliciosos rissoles — ou pastéis, como costumam chamar por lá — sequinhos, feitos com uma camada de massa cozida fina e saborosa, de empanado delicado. São três opções de recheio: camarão com catupiry, muçarela com orégano e carne moída. Em comum, além do preço (R$ 3,50) e da qualidade do sabor, está a azeitona preta com caroço que guardam no interior. O espetinho de camarão frito com casca e tudo (R$ 6,00) e o bolinho de bacalhau comprido e fino (R$ 4,00) são outras tentações que estagiam em óleo quente.

    Informações checadas entre agosto e outubro de 2021.