Clique e assine com até 89% de desconto

Churrascarias em rodízio para comer à vontade

Confira uma seleção de endereços para se esbaldar comendo picanha e outros cortes saborosos

Por Redação VEJASAOPAULO.COM Atualizado em 22 dez 2016, 11h15 - Publicado em 21 set 2014, 12h18

Eleita a melhor churrascaria em sistema de rodízio na última edição do especial “VEJA Comer & Beber”, a Fogo de Chão cobra 122 reais por sua sequência de carnes, que inclui partes nobres como o shoulder steak (corte inventado na casa, do dianteiro do boi), o carré de cordeiro e a picanha. Aliás, por lá, o último corte foi desbancado pela fraldinha, que se tornou o mais pedido do público. 

Outro clássico obrigatório para os amantes do bom churrasco é o Vento Haragano, na Avenida Rebouças. Pelo mesmo preço, o cliente se serve de cortes como os ótimos contrafilé argentino, assado de tira, paleta de cordeiro e costela premium.

A mesma faixa de preço é praticada pela Boizão Grill, na Marginal Tietê: paga-se 119,90 por pessoa para provar carré e paleta de cordeiro, maminha, bife de chorizo, picanha, codorna, entre outras variedades. No bufê, repousa uma bela seleção de folhas verdes, além de frutos do mar de qualidade.

Confira essas e outras churrascarias para comer à vontade por um preço fixo.

1/12
Na contramão das concorrentes do gênero, a casa decorada com madeira escura no Itaim está em curva ascendente na qualidade ( / Barbacoa – Itaim Bibi)
Continua após a publicidade
Publicidade