Imagem Blog

Notas Etílicas - Por Saulo Yassuda

Por Saulo Yassuda
O jornalista Saulo Yassuda cobre cultura e gastronomia. Faz críticas de bares na Vejinha há dez anos. Dá pitacos sobre vinhos, destilados e outros assuntos
Continua após publicidade

Onde comer e beber depois do Lollapalooza

Um roteiro de endereços em que é possível fazer uma boquinha tardia ou tomar uma saideira

Por Saulo Yassuda Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO , Nathália Meirinho, Fernanda Campos Almeida
Atualizado em 25 mar 2022, 09h03 - Publicado em 25 mar 2022, 06h04

Procurando lugares para comer ou beber depois do Lollapalooza ou após algum outro show rolando pela cidade? Selecionamos alguns endereços que, embora não avancem a madrugada — em sua maioria –, podem servir de lugar para se fazer uma boquinha tardia ou tomar uma saideira.

Na Bráz Elettrica, por exemplo, comem-se as boas pizzas em tamanho individual atá as 4h nas casas de Pinheiros e do centro, de sexta e sábado. No domingo, o horário vai até a 1h. No bar Regô, também na região central, dá para beber bons drinques até as 2h na sexta e no sábado.

Confira, abaixo, a lista.

BARES

Boca de Ouro. O bar instalado em um sobrado de Pinheiros funciona até 2h de quinta a sábado. Para quem tiver sede, vale pedir o  macunaíma (cachaça, suco de limão-taiti, xarope de açúcar e Fernet branca), coquetel criado por Arnaldo Hirai, um dos sócios da casa. Custa 22 reais. Se tiver fome, o bolovo (23 reais), servido com molho picante de leve, é uma das pedidas. Rua Cônego Eugênio Leite, 1121, Pinheiros, tel. 4371-3933. bocadeouro.com.br. 

Bolovo cortado ao meio servido por cima de um guardanapo de papel em um pequeno prato de louça branca junto de um pequeno recipiente, também de louça branca, com molho de cor levemente alaranjada
Bolovo: petisco de ovo cozido com carne (Ricardo D'Angelo/Veja SP)

Bottega 21. Instalado em um ponto menos agitado da Rua dos Pinheiros, o bar inaugurado no ano passado funciona até 2h de segunda a sábado. Por isso, é uma opção para quem estiver à procura de um lugar para beber depois de um show. Entre as várias opções de coquetéis, há o arancione (com amaro, limão-taiti, xarope de figo e clara; 35 reais). Quanto aos petiscos, vale experimentar o apetitoso fritto misto (camarão, lula e polvo passados por farinha e frito; 46 reais), servido com limãon. Rua dos Pinheiros, 1308, Pinheiros, tel. e WhatsApp 99342-2332. Instagram: @bottega21bar. 

Continua após a publicidade
Porção de frutos do mar empanados servidos em uma pequena cumbuca preta
Fritto misto: camarão, lula e polvo empanados e fritos (Clayton Vieira/Veja SP)

RegôLugar para quem quer tomar bons drinques, o bar funciona até 2h às sextas e aos sábados. Além dos clássicos, a carta assinada por Luiz Felippe Mascella conta também com coquetéis autorais, a exemplo do sweet giuseppe (Aperol com infusão de chá oolong, limão-siciliano e bitter de laranja; 26 reais). Para acompanhar, aposte na berinjela à parmigiana (25 reais). Rua Rego Freitas, 441, centro, tel. 96252-0884 (também WhatsApp). Tem acessibilidade. Instagram: @ao.rego. 

Riviera Bar. Recentemente reaberto, o bar originalmente inaugurado em 1949 voltou a receber a clientela e, dessa vez, 24 hora. Por lá, é possível bebericar drinques como o hanky panky (gim, vermute tinto e Fernet; 36 reais) e saborear pizzas individuais, como a rê bordosa, que ganha cobertura de molho de tomate, burrata e manjericão. Custa R$ 38,00. Avenida Paulista, 2584,  tel. e WhatsApp 94746-1951. Tem acessibilidade. 24 horas. rivierabarerestaurante.com.br.

Continua após a publicidade

Sylvester Bar. O bar comandado por Rogério Souza, o Frajola, funciona até 1h de quinta a sábado. Por lá, dá pra bebericar coquetéis, como o dry figo (R$ 29,90), um ótimo martíni de gim e vermute seco com infusão da fruta mais bitter aromático, ou cervejas long neck (Heineken, R$ 11,90). Para comer, há o sanduíche copa (copa, mussarela, rúcula, tomate e Catupiry no pão de forma integral tostado). Custa R$ 24,90. Rua Maria Carolina, 745, Pinheiros, tel. 3034-1268. Tem acessibilidade. Instagram: @sylvesterbarsp.

Térreo BarFincado no Largo do Arouche, o bar montado por Leo Henry, sócio também do clássico La Casserole e do Infini, se juntou a Alex Ferrer, responsável pela carta etílica, para servir, no térreo do moderno edifício BK30, coquetéis a preços razoáveis, como é o caso do central smash (gim, limão-siciliano, manjericão e vinho tinto), que custa R$ 28,00. Para matar a fome após o dia de shows, uma opção é o croque-monsieur (R$ 26,00), sanduba de presunto, parmesão e bechamel gratinado no pão de fôrma. Às sextas e aos sábados, funciona até 1h. No domingo, até 22h. Largo do Arouche, 77, centro, WhatsApp (tel. 98935-3597). Tem acessibilidade. terreobar.com.br.

Vaca VéiaInstalado em uma esquina do Itaim Bibi, o bar funciona até 1h de sexta a domingo. Por lá, é possível beber boa caipirinha por R$ 27,00. Também refrescante, há o caju amigo (vodca, suco de caju, limão-taiti e compota de caju; R$ 36,00). Na hora da petiscagem, vale a pena pedir o deditos, palitinhos de tapioca e queijo de coalho com molho agridoce de pimenta (R,50). Rua Manuel Guedes, 199, Itaim Bibi, tel. 3073-1292. Tem acessibilidade. vacaveia.com.br.

Continua após a publicidade


COMIDINHAS

Milk & Mellow. As duas unidades da hamburgueria funcionam até às 2h na sexta e no sábado e até à 0h aos domingos.O clássico cheese salada (R$ 32,50) leva alface, rodela de tomate, queijo prato e bastante maionese verde com o disco de carne quase bem passado, mas úmido, no pão bem tostado. Para os vegetarianos, há pedidas como o hambúrguer de feijão (R$ 33,00). Antes, vão bem os anéis de cebola de casquinha crocante (R$ 33,00 a porção) com (de novo ela) a boa maionese para acompanhar. Avenida Presidente Juscelino Kubitschek, 101, Vila Nova Conceição, tel. 4118-7878; Avenida Cidade Jardim, 1085, Jardim Europa, tel. 3168-4516.milkmellow.com.br.

Bráz Elettrica. Na rede irmã da pizzaria Bráz são servidas pizzas individuais assadas como a vegana cajupiry (R$ 39,00), com quantidade caprichada de molho de tomate, “catupiry” de castanha-de-caju, cogumelo em lâminas, parmesão vegano, cebola-roxa, manjericão e alho. Há também a calabrese piccante, com molho, calabresa diavoletti, muçarela, manjericão e um fio de mel (R$ 37,00). Para quem preferir, a massa pode ser também feita na versão integral. Na geladeira, repousa a musse aerada de chocolate meio amargo com brigadeiro (R$ 14,00), um bom docinho. As unidades de Pinheiros e Vila Buarque são as lojas que fecham mais tarde, às 4h às sextas e sábados e à 1h aos domingos. Rua dos Pinheiros, 220, Pinheiros, metrô Fradique Coutinho, ☎ 3061- 5132; Rua Major Sertório, 106, Vila Buarque. ☎ 3051-6136. Mais seis endereços. brazelettrica.com.br.

Continua após a publicidade

Fatz Delícias. O endereço com cara de fast-food funciona até às 2h aos domingos e até às 4h às sextas e sábados. O pastrami protagoniza o travis pastrami (R$ 46,00): carne bovina curada e defumada, muito queijo americano cremoso, picles de pepino, molho da casa e mostarda no pão de fôrma tostado na chapa com manteiga. No space chicken (R$ 26,00), alface-americana, maionese e picles de pepino abraçam a crocante sobrecoxa de frango empanada e lambuzada em molho agridoce de barbecue, Tabasco e pimenta sweet chilli no pão de hambúrguer. O queijo quente no pão de fôrma leva cogumelo-de-paris chapeado e cebola caramelada junto de quantidade caprichada de queijo cremoso (R$ 22,00). Por mais R$ 14,00, os sandubas podem ser pedidos em combo com batata frita sequinha e bebida. Rua Cunha Gago, 854, Pinheiros, tel. 3037-7273. @fatzdelicias.

Para ficar por dentro do universo dos bares e da gastronomia, siga @sauloyassuda no Instagram e no Twitter.

+ Assine a Vejinha a partir de 12,90 mensais

Continua após a publicidade
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.