Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Boca de Ouro

(Desde 2013)

Tipos de Bares: Bares variados

VejaSP:

Endereço: Rua Cônego Eugênio Leite, 1121 - Pinheiros - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 43713933

Horário:

segunda-feira - Fechado

terça-feira 18:00 - 23:00

quarta-feira 18:00 - 23:00

quinta-feira 18:00 - 23:00

sexta-feira 18:00 - 23:00

sábado 18:00 - 23:00

domingo - Fechado

Informações adicionais: Lugares/Capacidade total (14)

Resenha por Saulo Yassuda

É com capricho e regularidade que os sócios Renato Martins e Arnaldo Hirai, somados a uma equipe enxuta, tocam o pequeno bar. O espírito é de boteco, com atendimento cara a cara, sobretudo para quem se senta ao balcão, onde fica a maioria dos lugares. A lista de cervejas é pequena mas bem escolhida. Os coquetéis são outra atração. Difícil é escapar do macunaíma, criado por Hirai e já um clássico na coquetelaria paulistana. É feito de cachaça, limão-taiti, açúcar e um toque de Fernet Branca (R$ 22,00), com uma agradável espuminha por cima. Da lavra do bartender Rodrigo Roso, está o provisório (bourbon, Cynar e bitter de ruibarbo; R$ 28,00), amarguinho. Essas são duas exceções autorais, pois a carta é toda dos clássicos. Com qualidade cada vez maior, a cozinha, tocada pelo cozinheiro Alessandro Salerno, manda receitas saborosas como a costela de boi macia e com gostinho de churrasco ao lado de uma farofa úmida de ovo e vinagrete (R$ 34,00).

Informações checadas entre outubro e novembro de 2020.

    É com capricho e regularidade que os sócios Renato Martins e Arnaldo Hirai, somados a uma equipe enxuta, tocam o pequeno bar. O espírito é de boteco, com atendimento cara a cara, sobretudo para quem se senta ao balcão, onde fica a maioria dos lugares. A lista de cervejas é pequena mas bem escolhida. Os coquetéis são outra atração. Difícil é escapar do macunaíma, criado por Hirai e já um clássico na coquetelaria paulistana. É feito de cachaça, limão-taiti, açúcar e um toque de Fernet Branca (R$ 22,00), com uma agradável espuminha por cima. Da lavra do bartender Rodrigo Roso, está o provisório (bourbon, Cynar e bitter de ruibarbo; R$ 28,00), amarguinho. Essas são duas exceções autorais, pois a carta é toda dos clássicos. Com qualidade cada vez maior, a cozinha, tocada pelo cozinheiro Alessandro Salerno, manda receitas saborosas como a costela de boi macia e com gostinho de churrasco ao lado de uma farofa úmida de ovo e vinagrete (R$ 34,00).

    Informações checadas entre outubro e novembro de 2020.