Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 29 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Cinco restaurantes que preparam boas coxinhas

Salgadinho figura entre as entradas de endereços variados da cidade

Por Arnaldo Lorençato Atualizado em 18 nov 2021, 13h47 - Publicado em 19 nov 2021, 06h00

Abaixo, separamos alguns restaurantes da capital paulista que incluem boas versões de coxinha em seus cardápios. Confira.

Camélia Òdódò. Um restaurante vegetariano que merece a visita até dos mais carnívoros. A coxinha de jaca com catupiry de castanha na massa de cará (R$ 8,00) só demonstra a mestria de Bela Gil, a chef revelação na mais recente edição de VEJA SÃO PAULO COMER & BEBER. É servida também num combo com croquetes de painço e quibe de abóbora com bertalha. (R$ 32,00 com seis unidades). Salão e retiradas: Rua Girassol, 451-B, Vila Madalena, tel. 3815-0767. Tem acessibilidade. Tem delivery. cameliaododo.com.br. $

Porção de salgadinhos servidos em um prato de palha decorado por folhas
Cesta de salgadinhos do Camélia Òdódò: coxinha de jaca é opção do restaurante  Ligia Skowronski/Veja SP

Casa Rios. Preparada por Rodrigo Aguiar e Giovanna Perrone, desde a época que tiveram o extinto Rios, no Tatuapé, a coxinha de galinha ganha um toque especial ao ser finalizada na brasa no novo Casa Rios. A porção com quatro unidades (R$ 34,00) vem acompanhada de emulsão de requeijão defumado. Rua Itapura, 1327, Tatuapé, tel. 2091-7323 (também WhatsApp). Tem acessibilidade. casariosrestaurante.com.br. $$

Porção de quatro coxinhas servida em cerâmica que replica uma caixa de ovos
Finalizada na brasa e servida com emulsão de requeijão defumado: no Casa Rios Divulgação/Divulgação

Pipo. Um dos melhores variados da cidade, com cozinha do chef carioca Felipe Bonze, reserva um espaço entre as entradas para as coxinhas de frango que, depois de fritas, passam pela brasa e são servidas junto de espuma de catupiry polvilhada com páprica (R$ 39,00 quatro unidades). Salão e retiradas: Avenida Europa, 158 (Museu da Imagem e do Som — MIS), tel. 3530-1760. Tem delivery. Instagram: @pipo_sp. $$

Porção de seis unidades de coxinha recheadas de frango servidas sobre peça de cerâmica
Coxinha de galinha d’angola: opção do Tujuína Ligia Skowronski/Veja SP

Tujuína. Embora os donos tenham prometido um restaurante mais simples que o antecessor Tuju, o Tujuína montado no mesmo local tem receitas com requintes e quase sempre bem executadas. O menu abre espaço para a petiscagem com a coxinha com recheio de galinha-d’angola (R$ 36,00 cinco unidades). Salão e retiradas: Rua Fradique Coutinho, 1248, Vila Madalena, tel. 2691-5342 e 94505-4971. tujuina.com.br. $$$

Porção de coxinhas pequenas acompanhas por molho de cor alaranjada
Coxinha de pato: uma das opções de recheio do Zena Caffè Helena de Castro/Divulgação
Continua após a publicidade

Zena Caffè. Há sempre duas opções de recheio para o salgadinho nesta trattoria do chef Carlos Bertolazzi, conhecida por seus nhoques, que continuam a principal atração do cardápio. São as coxinhas de costelinha de porco e pato. A porção com cinco unidades de cada uma delas sai a R$ 33,00. Salão e retiradas: Rua Peixoto Gomide, 1901, Jardim Paulista, tel. 3082-9362, 96195-8148 (WhatsApp).  Tem acessibilidade. Tem delivery. zenacaffe.com.br. $$

Assine a Vejinha a partir de 12,90 mensais

Valeu pela visita! Para me seguir nas redes sociais, é só clicar em:

Facebook: Arnaldo Lorençato

Instagram: @alorencato

Twitter: @alorencato

Para enviar um email, escreva para arnaldo.lorencato@abril.com.br

Caderno de receitas: + Fettuccine alfredo como se faz em Roma

Continua após a publicidade

Publicidade