Clique e assine por apenas 6,90/mês

Pipo

(Desde 2019)

Tipos de Restaurantes:

VejaSP:

Endereço: Avenida Europa, 158 - (Museu da Imagem e do Som - MIS) - Jardim Europa - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 35301760

Horário:

segunda-feira - Fechado

terça-feira 12:00 - 23:30

quarta-feira 12:00 - 23:30

quinta-feira 12:00 - 23:30

sexta-feira 12:00 - 23:30

sábado 12:00 - 23:30

domingo 12:00 - 16:30

Faixa de preço: De R$116,00 a R$175,00

Informações adicionais: Acesso para deficientes, Lugares/Capacidade total (72 lugares), Levar vinhos (permite) (R$ 80,00)

Resenha por Arnaldo Lorençato e Saulo Yassuda

Falta o mar, mas parte do sabor do Rio de Janeiro foi transferida para os fundos do Museu da Imagem e do Som, o MIS, com a chegada do Pipo a São Paulo no início de 2019. É também a oportunidade de o chef Felipe Bronze mostrar por que sua cozinha tem tantos predicados e faz tamanho sucesso no outro extremo da ponte-aérea. Mas, para o restaurante funcionar, o cozinheiro que dedica boa parte de seu tempo livre à participação em programas televisivos, conta com o suporte de dois chefs, Henrique Ide e Rafaela Dossi. O sabor do oceano recheia o brioche de ostras crocantes empanadas em farinha panko ao aïoli, complementado por alga fatiada e picles de cebola-roxa (R$ 40,00 a dupla). Ainda na seção de entradas, os guiozas de polvo (R$ 46,00, quatro unidades), também para partilhar, são preparados no vapor. Numa peça grande e com osso, a costela é cozida por dezoito horas até ficar completamente macia antes de ganhar a companhia de farofa, purê de banana, vinagrete e ovo cremoso (R$ 86,00). Com uma receita de inspiração espanhola, o arroz de pato (R$ 58,00) chega pregado na panela de ferro combinado a azeitona, couve e fatias do peito da ave. Doce amado pelos paulistanos, o pudim de leite (R$ 34,00) é daqueles de textura sedosa e livre dos furinhos de um cozimento inadequado.

Informações checadas entre agosto e outubro de 2019.

    Falta o mar, mas parte do sabor do Rio de Janeiro foi transferida para os fundos do Museu da Imagem e do Som, o MIS, com a chegada do Pipo a São Paulo no início de 2019. É também a oportunidade de o chef Felipe Bronze mostrar por que sua cozinha tem tantos predicados e faz tamanho sucesso no outro extremo da ponte-aérea. Mas, para o restaurante funcionar, o cozinheiro que dedica boa parte de seu tempo livre à participação em programas televisivos, conta com o suporte de dois chefs, Henrique Ide e Rafaela Dossi. O sabor do oceano recheia o brioche de ostras crocantes empanadas em farinha panko ao aïoli, complementado por alga fatiada e picles de cebola-roxa (R$ 40,00 a dupla). Ainda na seção de entradas, os guiozas de polvo (R$ 46,00, quatro unidades), também para partilhar, são preparados no vapor. Numa peça grande e com osso, a costela é cozida por dezoito horas até ficar completamente macia antes de ganhar a companhia de farofa, purê de banana, vinagrete e ovo cremoso (R$ 86,00). Com uma receita de inspiração espanhola, o arroz de pato (R$ 58,00) chega pregado na panela de ferro combinado a azeitona, couve e fatias do peito da ave. Doce amado pelos paulistanos, o pudim de leite (R$ 34,00) é daqueles de textura sedosa e livre dos furinhos de um cozimento inadequado.

    Informações checadas entre agosto e outubro de 2019.