Roteiro

Bons restaurantes de culinária nordestina

Saiba onde provar moquecas, acarajés e outros pratos típicos sem sair da cidade

Por: Redação VEJASAOPAULO.COM - Atualizado em

Peixada do Colher de Pau - Fortaleza
Peixada feita com sirigado: prato do Colher de Pau serve duas pessoas (Foto: Alexandre Schneider)

Com vontade de experimentar a culinária regional do Nordeste? A boa notícia é que você não precisa viajar quilômetros para apreciar uma saborosa moqueca baiana ou a tradicional paçoca cearense. São Paulo tem tudo isso e muito mais.

Aproveite esta terça (8), data em que é celebrado o Dia do Nordestino, para provar esses e outros pratos brasileiríssimos.

Confira abaixo doze endereços especializados em comida nordestina:

  • Brasileiros

    Acarajé da Dona Inês (estabelecimento mudou de nome para Acarajé da Inês)

    Avenida Nossa Senhora do Loreto, 1144, Vila Medeiros

    2 avaliações
  • Brasileiros

    Amigos do Picuí - Lapa

    Rua Clélia, 1017, Água Branca

    Tel: (11) 3673 4085

    2 avaliações

    O cardápio dessas casas bem simples põe a carne de sol em primeiro plano. Ela surge na forma de bifes no completão, acompanhados de arroz, feijão-verde, fritas, vinagrete, farofa, purê e mandioca frita.

    Saiba mais
  • Brasileiros

    Andrade

    Rua Artur de Azevedo, 874, Pinheiros

    Tel: (11) 3064 8644 ou (11) 3085 0589

    2 avaliações

    Parte dos visitantes está mais interessada na música nordestina, ao vivo, do jantar do que no cardápio. Depois de queimar calorias na pista, recupere todas elas com a carne de sol acompanhada de macaxeira, jerimum e batata-doce.

    Saiba mais
  • Brasileiros

    Colher de Pau

    Rua Doutor Mário Ferraz, 563, Itaim Bibi

    Tel: (11) 3079 3087 ou (11) 3168 8068

    VejaSP
    2 avaliações

    Reduto de endereços pomposos do Itaim, a Rua Doutor Mário Ferraz foi escolhida por esta casa de matriz em Fortaleza, no Ceará, para abrigar sua filial de salão e atendimento mais despretensiosos. Agrada em cheio ao público que procura receitas bem encorpadas, entre elas a moqueca de camarão ao tempero de dendê e leite de coco com arroz branco e pirão de acompanhamento, por R$ 153,90, e a travessa de lagosta mais camarão e peixe da época ao cremoso molho branco com banana frita gratinada mais arroz, a R$ 211,40. Há poucas opções sem frutos do mar, caso do escondidinho de carne de sol (R$ 102,75) e da galinha caipira ensopada com batata e cheiro-verde (R$ 79,10). Pratos para dois.

    Preços checados em 1º de julho de 2015.

    Saiba mais
  • Brasileiros

    Empório Nordestino

    Largo da Matriz de Nossa Senhora do Ó, 144, Freguesia do Ó

    Tel: (11) 3931 3101

    VejaSP
    1 avaliação

    O casarão do século XIX, bem próximo ao bar Frangó, é o lugar onde saborear uma boa carne de sol. A pedida sertaneja vem na forma de uma peça alta de contra-filé passada pela brasa (R$ 85,00, para duas pessoas), firme e úmida na medida. As guarnições — arroz, vinagrete, feijão--verde, purê de mandioca e paçoca de carne— vão direto à mesa no jantar. No almoço, ficam dispostas em bufê. Só deixe de lado o escondidinho de bacalhau (R$16,50), que pode chegar branquelo e cheio de líquido no fundo da tigela. Ao meio-dia, versões menores dos pratos do cardápio são oferecidas a vantajosos R$ 26,90.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Brasileiros

    Esquina Mocotó

    Avenida Nossa Senhora do Loreto, 1108, Vila Medeiros

    Tel: (11) 2949 7049

    VejaSP
    13 avaliações

    Responsável também pela cozinha do vizinho e premiado Mocotó, Rodrigo Oliveira usa o Esquina Mocotó para fazer receitas autorais. À sua maneira, o chef reinterpreta o Brasil em pratos como o saboroso arroz de galinheiro (com milho, pequi e ovo num caldo untuoso que cola na boca; R$ 48,90) e a costelinha de javali com cuscuz de milho de jeitão sertanejo, feijão-de-corda e folhas refogadas (R$ 44,90). Embora tenha um conceito interessante, o ceviche de pé de porco (cubos cozidos de carne no tucupi, com limões taiti e siciliano, mandiopã e batata-doce; R$ 28,90) entusiasma menos.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Brasileiros

    Galinhada do Bahia

    Rua Azurita, 46, Canindé

    Tel: (11) 3315 8614

    VejaSP
    Sem avaliação

    Parece um boteco nordestino — tanto no jeito do salão, instalado dentro de uma vila mal pavimentada (mulheres, esqueçam o salto alto), quanto nas pedidas do cardápio. De segunda a sexta, há um bufê por R$ 26,00. Mas o modo mais usual de provar as comidas típicas é em rodízio. A versão mais barata (R$ 35,00) inclui galinha ensopada, baião de dois beeem salgado, pirão, farofa e uma porção de maxixe, quiabo, jerimum e batata cozidos. Por R$ 65,00, entram na sequência carne de carneiro e buchada de bode. Para a sobremesa, há compotas de caju, jaca e mamão com coco. Cada porção custa R$ 8,00.  

    Preços checados em 25 de maio de 2016.

    Saiba mais
  • Brasileiros

    Manzuá

    Rua Oscar Freire, 1189, Cerqueira César

    Tel: (11) 3085 5058 ou (11) 3082 2626

    VejaSP
    5 avaliações

    Fundada pelo pernambucano Leonel da Rocha, a rede de restaurantes baianos tinha essa filial paulistana originalmente com o nome Bargaço. Dois anos atrás, transformou-se em Manzuá, palavra que batiza a rede usada para a pesca da lagosta no Nordeste. A moqueca continua a estrela do menu, embora não seja tão inspirada como em um passado não muito distante. Na de camarão, nada no caldo fervente de leite de coco, azeite de dendê e tomate uma quantidade grande do molusco (R$ 140,00 para dois). Para petiscar, deixe de lado o acarajé (R$ 28,00 o par) adaptado para turistas — quase sem dendê, quase sem personalidade. Invista nos bolinhos de aipim com lagosta (R$ 32,00, seis unidades). Sobremesas típicas como o doce de caju (R$ 18,00) dão uma dignidade açucarada ao fim da refeição.  

    Preços checados em 17 de junho de 2015.

    Saiba mais
  • Bom e barato / Brasileiros

    Mocotó

    Avenida Nossa Senhora do Loreto, 1100, Vila Medeiros

    Tel: (11) 2951 3056

    VejaSP
    36 avaliações

    Quem sente saudade dos preços de antigamente pode se assustar ao consultar o cardápio atual do chef Rodrigo Oliveira. Quando foi eleito o melhor bom e barato pela primeira vez, em 2008, o restaurante cobrava só R$ 16,90 pela carne de sol com pimenta-biquinho. Hoje, são R$ 49,90. O reajuste acompanhou a badalação crescente em torno do endereço na Vila Medeiros, é verdade, mas os novos valores ainda não chegam ao patamar dos praticados pelos concorrentes. Resultado? A casa volta ao pódio neste ano com o melhor custo-benefício da cidade. Conselho amigo: como os pratos são fartos e vai dar vontade de provar tudo, programe a visita com um grupo grande, compartilhe as receitas e rache a conta.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Brasileiros

    Na Cozinha

    Rua Haddock Lobo, 955, Jardim Paulista

    Tel: (11) 3063 5377 ou (11) 3063 5374

    VejaSP
    Sem avaliação

    O pequeno restaurante de paredes azulejadas se autointitula “a casa do picadinho”. Neste ano, o chef Carlos Ribeiro resolveu aumentar a oferta de seu prato mais famoso, totalizando seis variedades. A versão do picadinho apelidada de chique-chique (R$ 48,90) leva cubos durinhos de carne de sol com cebola na companhia de pastel de queijo de coalho, feijão-verde, abóbora e arroz. Outra receita traz músculo quase se desmanchando com batata e cenoura (R$ 48,90) e é guarnecida de pastel de carne, farofa de cebola, arroz e feijão. Bem docinho, o semifredo de doce de leite dá o ponto final (R$ 17,50).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Brasileiros

    Pão de Festa

    Rua Araguari, 84, Vila Uberabinha

    Tel: (11) 5531 3823

    1 avaliação

    Indicados para duas pessoas, as moquecas e os ensopados ganham versões de camarão e caranguejo. Apelidada de roupa velha, a carne de sol desfiada com salada de feijão-fradinho, purê de mandioca e farofa com gengibre.

    Saiba mais
  • Brasileiros

    Tordesilhas

    Alameda Tietê, 489, Jardim Paulista

    Tel: (11) 3107 7444

    VejaSP
    9 avaliações

    Há quase três décadas Mara Salles não erra a receita. A chef e dona do Tordesilhas exibe os predicados logo na comissão de frente (R$ 42,00, para dois), uma combinação de quitutes, entre eles pastel de camarão e abobrinha-brasileira marinada. Clássico da culinária do Espírito Santo, a moqueca capixaba pode ser encontrada numa versão vegetariana de banana-da-terra (R$ 55,00). O sertão nordestino aparece na carne-seca com baião de dois, abóbora assada e vinagrete de maxixe (R$ 65,00).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO