Clique e Assine a partir de R$ 6,90/mês

Restaurantes árabes com delivery

Casas dedicadas a receitas do Oriente Médio entregam em domicílio

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 24 abr 2020, 14h11 - Publicado em 24 abr 2020, 06h00

Separamos uma lista com oito endereços que elaboram receitas árabes que estão operando com entrega. Confira.

Arábia. O endereço entrega suas receitas na casa do cliente. Os pedidos, feitos por telefone ou por meio de aplicativos, podem incluir de esfiha aberta ou fechada de carne (R$ 7,90) a refeições pré-montadas vendidas a preços fixos. Um exemplo é a combinação de cafta no espeto, tabule e homus (R$ 47,40). Mais em conta, o shawarma de frango sai por R$ 28,60. Delivery: tel. 3061- 3234, app próprio, iFood e Rappi.

Brasserie Victória. O quibe cru está entre as receitas mais desejadas da casa. Diferente- mente do que acontecia na loja, que passou a operar somente por delivery, a pedida para entrega é cobrada por quilo, ao preço de R$ 127,00. A receita vai com cebola, cebolinha e hortelã e tem como ponto alto o equilíbrio entre carne e trigo. O tabule também é por peso. Pagam-se R$ 110,00 pelo quilo. Delivery: tel. 3849-8449 e 3040-8897.

Quarteto de pastas: opção do Manish Ricardo D'angelo/Veja SP

Chef Benon — O Árabe. A varanda e a sala de visitas da antiga residência que abriga o restaurante estão vazias de clientes, mas a cozinha segue atendendo à demanda de delivery. No menu estão opções como a esfiha aberta de coalhada com azeitona preta (R$ 7,00) e a cafta na companhia de arroz libanês e homus (R$ 42,00). Durante este mês de abril, a casa doou almoços a instituições de Paraisópolis e do Jardim Colombo. Delivery: tel. 3739-4420/3661, iFood, Uber Eats e Rappi.

Miski. Esfiha folhada de ricota (R$ 9,50), quibe cru (R$ 140,00 o quilo) e quibe frito (R$ 8,80) aparecem entre as opções do cardápio que saem deste endereço nos Jardins e viajam até o cliente. Prove também o michui de frango, feito de pedaços da ave grelhados com cebola, tomate e pimentão (R$ 47,00), e o charutinho de folha de uva (R$ 140,00 o quilo). Doce típico, o halawi com gergelim (R$ 8,80) é bem açucarado, para fazer par com um cafezinho feito em casa. Delivery: tel. 3884-3193.

Quibe cru de salmão: pedida do Farabbud Mario Rodrigues/Veja SP

Saj. Mesmo no sistema de entrega em domicílio, a maioria dos itens do cardápio pode ser solicitada em meia-porção, o que incentiva o público a provar um pouco de tudo. Entre as receitas que melhor viajam, está o quibe cru (R$ 25,00 ou R$ 49,00). Como entradinha, fique com a esfiha aberta de zátar (R$ 8,00). Delivery ou retirada no Morumbi: tel. 3168-0699 e iFood. Os pedidos podem ser feitos também nas unidades de Vila Leopoldina, Jardim Paulistano e Vila Mariana.

Farabbud. O negócio é comandado por Paulo Abbud, patriarca de uma família com tradição na gastronomia árabe paulistana. Entre receitas clássicas, caso do charutinho de couve (R$ 35,00, onze unidades) e da cafta (R$ 42,00), há pedidas que fogem do comum, como o tartare de salmão temperado com salsinha e limão, chamado de quibe cru de salmão (R$ 39,00). Delivery: tel. 5054-1648, iFood e Uber Eats.

Continua após a publicidade
Tahin: esfihas abertas Mario Rodrigues/Veja SP

Manish. Dá para pedir em casa os pratos, produzidos em um dos salões mais bonitos da categoria. Entre as opções de belisco estão a esfiha esticadinha de carne (R$ 9,00), o quibe frito (R$ 10,00) e o trio de pastas (R$ 48,00). Composto de homus, babaganuche e coalhada seca, é bom para partilhar com quem está em quarentena na mesma casa. Uma boa opção é incluir ainda a muhamara (pasta de pimentão vermelho e nozes; R$ 19,00 a meia porção); Delivery: iFood.

Tahin. A rede começou o serviço de delivery bem antes do início da pandemia. Vez ou outra, o beirute de rosbife com mussarela, tomate e zátar entra na promoção, e o cliente leva duas unidades pelo preço de uma (R$ 36,00) se faz o pedido por aplicativo. Entre os itens mais vendidos estão as esfihas abertas cobertas de mussarela ou de carne, com ou sem coalhada (R$ 7,00 cada uma). Delivery: tel. 3034-2590 e Rappi.

Assine a Vejinha a partir de 6,90 mensais

Refeição sem coronavírus

Entrega sem contato
Peça ao entregador que deixe o produto em compartimentos específicos ou mantenha, no mínimo, distância de 1 metro. Refeição sem coronavírus

Dinheiro sem notas
Opte pelo pagamento por aplicativo ou prefira os cartões de crédito e débito.

Jogue fora a embalagem
Depois de lavar as mãos, abra os descartáveis e transfira a comida para um recipiente limpo.

Lave as mãos
Continua valendo a máxima de deixar as mãos limpas antes de comer e beber.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade