Chef Benon – O Árabe (Desde 2012)

Tipos de Restaurantes: Árabes
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Rua Nilza Medeiros Martins, 21 - Vila Sônia - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 37393661(11) 37394420
Horário:
segunda-feira
12:00 - 21:00
terça-feira
12:00 - 21:00
quarta-feira
12:00 - 21:00
quinta-feira
12:00 - 21:00
sexta-feira
12:00 - 22:00
sábado
12:00 - 16:00 - 18:00 - 22:00
domingo
12:00 - 16:00
Nos feriados das 12h às 16h.
payment

Formas de pagamento

Cartões de crédito: Visa, Mastercard, Diners e American Express
Cartões de dédito: Visa Electron, Rede Shop e Maestro

check_circle

Informações adicionais

Entrega em domicílio ((11) 37583562) (1), Lugares/Capacidade total (40), Levar vinhos (permite) (Gratuito)

(1)segunda a sábado a partir das 18h

Resenha por Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

Dividido entre dois endereços — um terceiro, no Estádio do Morumbi, está a caminho —, Benon Chamilian já não permanece tanto na cozinha da matriz, na Vila Sônia. Embora a maioria dos pratos preparados sob sua orientação continue deliciosa, o restaurante não mantém a excelência que o consagrou como o melhor de sua categoria. Por isso, perde uma de suas quatro estrelas. Para se dar bem, comece com a esfiha de verdura (R$ 4,99) e pule o quibe cru (R$ 28,90) que pode vir cremoso demais. Das pastas, a coalhada seca tem uma textura incrível (R$ 19,90). Na lista de pratos principais, o cordeiro assado com arroz (R$ 47,90) é a pedida.

Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Comer e beber

    • 2016 - Participante

      Restaurantes árabes Comer & Beber .

      Dividido entre dois endereços — um terceiro, no Estádio do Morumbi, está a caminho —, Benon Chamilian já não permanece tanto na cozinha da matriz, na Vila Sônia. Embora a maioria dos pratos preparados sob sua orientação continue deliciosa, o restaurante não mantém a excelência que o consagrou como o melhor de sua categoria. Por isso, perde uma de suas quatro estrelas. Para se dar bem, comece com a esfiha de verdura (R$ 4,99) e pule o quibe cru (R$ 28,90) que pode vir cremoso demais. Das pastas, a coalhada seca tem uma textura incrível (R$ 19,90). Na lista de pratos principais, o cordeiro assado com arroz (R$ 47,90) é a pedida. (Preços checados em setembro/outubro de 2016.)

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2015 - Participante

      Restaurantes árabes Comer & Beber .

      Vá sem pressa para desfrutar o prazer de comer no melhor restaurante árabe da cidade, escolhido no ano passado o campeão de sua categoria por VEJA COMER & BEBER. Pratos em pequenas porções e com sabores irresistíveis circulam pelo salão da antiga residência adaptada, que passou por um lifting e ficou mais bonita e agradável. No formato de uma minipizza, a esfiha aberta de zátar (R$ 12,90) compete com as versões fechadas de carne (R$ 4,99) e de verdura (R$ 4,99) na preferência da clientela. Uma tentação, o mix de pasta (R$ 29,90) inclui um babaganuche com discreto sabor tostado, o homus sedoso, a muhamara feita de pimentão e nozes e a coalhada seca com acidez na medida. Também pode ser provado aqui quibe cru (R$ 28,90) de primeira. No formato de um combinado, a cafta rica em ervas é servida na companhia de tabule, homus e arroz com aletria (R$ 31,90). Guarde a nota de doçura do malabie (R$ 11,90) para encerrar. Até o fim deste mês, a casa ganha uma filial na Rua Luís Gonzaga de Azevedo Neto, 201, Morumbi (telefone: 3758-3562). (Preços checados em setembro/outubro de 2015).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2014 - Vencedor

      Restaurantes árabes Comer & Beber .

      Cada refeição preparada pelo libanês Benon Chamilian é um banquete. Pelo menos uma vez por mês, ele realiza jantares particulares para empresários e outros figurões. Chegou até a ir ao Rio de Janeiro para cozinhar na casa de José Bonifácio de Oliveira Sobrinho, o Boni. Mas suas refinadas receitas também podem ser saboreadas no restaurante muito simples que ele abriu sem alarde dois anos e meio atrás em um sobrado na região do Morumbi. Nesse espaço sem confortos e de atendimento informal, os pratos são inesquecíveis. Para prepará-los, Benon conta com o auxílio do irmão, Raf, que também põe o avental e vai para a cozinha. Há macias esfihas fechadas ou abertas (R$ 4,50 a R$ 9,90) e o delicioso quarteto de pastas (homus, babaganuche, coalhada seca e muhamara; R$ 25,90) para começar. O mesmo capricho se repete em outras sugestões aparentemente triviais como o tabule (R$ 18,90), a mistura de salsinha com um toque discreto de trigo em grão e de tomate em cubinhos. O quibe cru (R$ 24,90), de cor rosada, é outra das especialidades da casa. Da grelha vem uma cafta exuberante em condimentos acompanhada de salada (R$ 23,90) e do fogão chegam os charutinhos de folha de uva (mesmo preço). Mas vá com calma. Reserve espaço para o malabie na calda de damasco (R$ 8,50). (Preços checados em setembro/outubro de 2014).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá, ( log out )

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

    Foto do Google+

    Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

    Conectando a %s