Farabbud (Desde 2002)

Tipos de Restaurantes: Bom e barato
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Alameda dos Anapurus, 1253 - Moema - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 50541648
Horário:
segunda-feira
12:00 - 15:30 - 18:30 - 22:30
terça-feira
12:00 - 15:30 - 18:30 - 22:30
quarta-feira
12:00 - 15:30 - 18:30 - 22:30
quinta-feira
12:00 - 15:30 - 18:30 - 22:30
sexta-feira
12:00 - 15:30 - 18:30 - 22:30
sábado
12:00 - 22:30
domingo
12:00 - 22:30
monetization_on

Faixa de preço

De R$0,00 a R$100,00

payment

Formas de pagamento

Cartões de crédito: Visa, Mastercard, Diners e American Express
Cartões de débito: Visa Electron, Rede Shop e Maestro

check_circle

Informações adicionais

Entrega em domicílio ((11) 50541648), Estacionamento/Valet (Gratuito), Lugares/Capacidade total (49 lugares), Levar vinhos (permite) (Gratuito)

Resenha por Arnaldo Lorençato, Helena Galante, Gabrielli Menezes e Saulo Yassuda

Dias de muito, muito calor pedem medidas radicais: como uma coalhada gelada (R$ 23,00), servida com uma pedra de gelo dentro e cubinhos de pepino, temperados com hortelã seca. Para acompanhar, peça pão fininho com zátar (R$ 9,00 por duas unidades), assado na hora. No outro extremo de temperatura, uma boa opção fumegante é a panelinha de mussaká (berinjela com tomate, manjericão e molho bechamel; R$ 56,00), que vem ao lado de arroz com macarrão cabelinho de anjo. À base de abóbora, o quibe vegetariano com espaguete de pupunha sai por R$ 42,00. Com razão, a sobremesa mais pedida é o sorvete de chocolate com calda de chocolate, farofa doce e chantili (R$ 29,00), o famoso chocolamour. Desde abril, tem uma agradável filial na Vila Nova Conceição, onde antes funcionava o restaurante Silo. Nesse novo endereço, aberto quando a casa-mãe completou quinze anos, há uma pedida exclusiva. É o arroz de frango com açafrão (R$ 42,00). 

Informações checadas entre julho e setembro de 2018.

    Comer e beber

    • 2018 - Participante

      Restaurante Bom e barato Comer & Beber .

      Dias de muito, muito calor pedem medidas radicais: como uma coalhada gelada (R$ 23,00), servida com uma pedra de gelo dentro e cubinhos de pepino, temperados com hortelã seca. Para acompanhar, peça pão fininho com zátar (R$ 9,00 por duas unidades), assado na hora. No outro extremo de temperatura, uma boa opção fumegante é a panelinha de mussaká (berinjela com tomate, manjericão e molho bechamel; R$ 56,00), que vem ao lado de arroz com macarrão cabelinho de anjo. À base de abóbora, o quibe vegetariano com espaguete de pupunha sai por R$ 42,00. Com razão, a sobremesa mais pedida é o sorvete de chocolate com calda de chocolate, farofa doce e chantili (R$ 29,00), o famoso chocolamour. Desde abril, tem uma agradável filial na Vila Nova Conceição, onde antes funcionava o restaurante Silo. Nesse novo endereço, aberto quando a casa-mãe completou quinze anos, há uma pedida exclusiva. É o arroz de frango com açafrão (R$ 42,00).  (Informações checadas entre julho e setembro de 2018).

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante, Gabrielli Menezes e Saulo Yassuda

    • 2017 - Participante

      Restaurantes Árabes Comer & Beber .

      O capricho na cozinha e a gentileza no atendimento (quando o cliente chega, uma esfiha de zátar em miniatura recém-saída do forno, por exemplo, é trazida à sua mesa) atraem uma freguesia numerosa. Ponto positivo, o filé de pintado grelhado (R$ 51,00) ao molho taratur, feito de gergelim, não fica amargo em excesso — coisa rara de encontrar na concorrência. Para um acompanhamento mais leve, há arroz com macarrão cabelo de anjo (R$ 31,00). Fãs de beirute pagam um preço especial pelo sanduíche com refrigerante e chocolamour: R$ 49,00, aos domingos, das 18h30 às 22h30. (Preços checados em setembro/outubro de 2017.)

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2016 - Participante

      Restaurantes árabes Comer & Beber .

      Apertadinho, o restaurante aprendeu a otimizar o salão para acolher a clientela numerosa. Nos fartos combinados, também há aproveitamento de espaço do prato. O chamado randa (R$ 60,00) inclui um filé de pintado com salada fatuche à moda da casa com rabanete, cebola, melaço de romã e summac, batata ao murro e molho de gergelim. O manish (R$ 59,00) leva espeto de filé-mignon, arroz com carne moída, peito de frango desfiado (um tanto seco), uva-passa e castanha-de-caju. No fim, ache um restinho de apetite para o obrigatório (e ultra-doce) chocolamour, por R$ 27,00. (Preços checados em setembro/outubro de 2016.)

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2015 - Participante

      Restaurantes árabes Comer & Beber .

      Ficar na fila na calçada não é a parte mais agradável do almoço de fim de semana, claro. Mas o restaurante sabe amenizar esse tempo de espera com uma mesa com quibes fritos ou outros salgados típicos de cortesia. Também dá para pedir uma macia esfiha fechada de ricota (R$ 6,30) ou folhada de carne (R$ 6,90) enquanto aguarda. Uma vez à mesa do salão bem apertadinho, peça a porção de charutinhos de folha de uva (R$ 31,00) acompanhado de arroz de lentilha com cebola dourada no topo (R$ 30,90). Entre as sugestões sem carne há um bom enroladinho de folha de couve recheado de arroz e grão-de-bico (R$ 31,00) e um quibe de abóbora servido com espaguete de pupunha (R$ 36,70). Na hora da sobremesa, vá direto ao que interessa: o chocolamour com bastante calda de chocolate, farofa doce e chantili bem docinho (R$ 24,10). (Preços checados em setembro/outubro de 2015).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2014 - Participante

      Restaurantes árabes Comer & Beber .

      É um sucesso desde a inauguração, doze anos atrás. Nos fins de semana, quase sempre se formam filas na calçada, já que não há lugar para a espera. Comanda o pequeno restaurante, compactado entre uma minúscula varanda e um salãozinho, o proprietário Paulo Abbud, sócio também do Manish, no Itaim. Pães quentinhos feitos na hora e ricamente temperados (R$ 6,90) acompanham o misto de homus, babaganuche, muhamara e coalhada seca (R$ 28,90). Das esfihas, a campeã leva o nome de esticadinha (R$ 5,50). Aberta e coberta de carne, tem massa fina e crocante que faz lembrar uma pizza brotinho. Dos pratos quentes, evite a chacrie (cubos de carne cozidos na coalhada; R$ 48,90), de molho quase líquido, e se concentre no michui de filé (R$ 65,00). (Preços checados em setembro/outubro de 2014).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2013 - Participante

      Restaurantes árabes Comer & Beber .

      O minúsculo salão se estende por um deque de madeira, que fica na entrada. Nesses dois ambientes, garçons bem treinados sabem explicar com clareza todos os itens do cardápio e recomendam receitas que há décadas estão na família do proprietário, o restaurateur Paulo Abbud. Há um esmero em sugestões como a quadra de ases (R$ 43,90), composto de quibe cru, trigo frique e pastas babaganuche, coalhada seca e homus na companhia de linguiça árabe, aromática pela presença de especiarias. Para acompanhar, peça os pães assados na hora (R$ 6,90). Na forma de uma salada, o trigo frique (R$ 20,80) combina grãos moídos grossos com peito de galinha desfiado, tudo banhado por coalhada fresca perfumada por hortelã. Boas esfihas, entre elas a fechada de verdura (R$ 4,80), e o quibe frito (R$ 6,90) também estão na lista de pedidas. (Preços checados em setembro/outubro de 2013).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2012 - Participante

      Restaurantes Árabes Comer & Beber .

      É pequenino, concorrido e caprichado. Essa última característica fica evidente em porções como a de trigo frique, um mix frio de trigo grosso, peito de frango desfiado e carne moída coberto por coalhada e folhas de hortelã. Vai bem junto do pão saj, chapeado com zátar. Delicado, quibe cru acrescido de cebola picada em cubos e hortelã. Caso prefira uma receita quente, há charuto de folha de uva mais arroz cherry, com macarrão cabelo de anjo frito crocante.

      Veja SP

    • 2011 - Participante

      Restaurantes Árabes Comer & Beber .

      Estabelecimento faz parte da edição Comer & Beber 2011/2012

      Veja SP

    • 2010 - Participante

      Restaurantes Árabes Comer & Beber .

      Estabelecimento faz parte da edição Comer & Beber 2010/2011

      Veja SP

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá,

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google

    Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s