Continua após publicidade

Louça-assinatura: Chefs lançam utensílios de cozinha com marcas do ramo

Bela Gil, Carla Pernambuco, Carlos Bertolazzi e outros profissionais dos fogões assinam as próprias coleções

Por Saulo Yassuda Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
14 abr 2023, 06h00

Para alguns fãs da boa mesa, não basta provar o prato de um chef — o recipiente precisa ser levado para o conforto do lar. É cada vez mais comum encontrar em lojas de produtos para casa e decoração louças e outros utensílios (que podem ou não ser utilizados nos restaurantes) que os profissionais dos fogões têm posto no mercado junto das marcas especializadas. Premiada como personalidade gastronômica pelo guia COMER & BEBER 2022, Carla Pernambuco, do Carlota, lançou, em março, uma coleção de 48 peças com a rede Westwing, dona de três lojas na Grande São Paulo, além do e-commerce.

+ LEIA MAIS | Espaço Arimbá serve ótima cozinha interiorana em um galpão na Vila Romana

São itens como manteigueira, boleira, porta-ovo, aventais e até almofadas, tudo adornado com ilustrações da artista Julia Danesi, a caçula da chef, que traçou decalques e bordados na forma de flores, frutas, corações, ursos e cogumelos. “É uma mistura de summer of love em San Francisco (símbolo do movimento hippie) com casa de vó”, define Carla. “O bule foi o primeiro a esgotar”, festeja.

Mulher abraça a filha sentadas à mesa
Carla Pernambuco e Julia Danesi: mãe e filha na criação de objetos (Leila Viegas/Divulgação)

“Parcerias e colaborações, no geral, nos ajudam com awareness (consciência de marca) e o posicionamento de marca”, acredita Renato Grego, CMO da Westwing Brasil. “Seguimos mapeando oportunidades e nutrindo relacionamento com diversos nomes do setor e, em breve, traremos novidades.”

Mesa com objetos como bule, prato, porta-ovo e manteigueira estampados
Objetos da linha de Carla Pernambuco com a Westwing: para servir (Leila Viegas/Divulgação)

Queridinha de muitos cozinheiros e donos de restaurantes, a Olaria Paulistana entrou também no mundo dos licenciamentos. Com elaboração artesanal de cerâmicas e um alcance menor que as grandes cadeias de lojas, viu a parcela da clientela que curte usar suas louças em casa (e não só em estabelecimentos) crescer durante a pandemia. É esse consumidor final, sobretudo, que a fábrica-loja da Vila Madalena mirou ao lançar, em março, a linha de Bela Gil, chef revelação no COMER & BEBER 2021.

A cozinheira, que já assinava as louças da Olaria Paulistana para usá-las em seu restaurante, o Camélia Òdòdó, agora contempla o público que as desejava ter na sala de jantar com dezoito peças, como tigelas e canecas — já virou hit o risotinho, pequeno prato fundo cobiçado principalmente na cor rosa.

Homem segura tigela azul
Lucas Corazza: preparativos para coleção (Lucas Corazza/Divulgação)

No processo criativo, os mestres-cucas trazem as necessidades, e a ceramista Lucia Eid, à frente da marca, mostra a solução. “Ter a assinatura de um chef é como se o profissional validasse o meu trabalho, e, para ele, há uma exposição, além de estar ganhando royalties”, explica.

Os próximos lançamentos prometidos são as coleções com Carla Pernambuco (olha ela aí de novo), Helô Bacellar e Lucas Corazza, provavelmente para o segundo semestre. “A ideia é que minhas louças tenham funcionalidade dupla”, planeja o confeiteiro Corazza, no time do programa Que Seja Doce (GNT). “A boleira, por exemplo, minha ideia é que possa ser também uma saladeira.”

Continua após a publicidade

Nesse mesmo esquema colaborativo, a confeiteira Raíza Costa, do Rainha da Cocada (GNT), estreou em julho uma linha com a Tok&­Stok. São utensílios que vão de escorredor de macarrão à lata de guardar receitas. Antes, em 2018, a restauratrice Renata Vanzetto, de endereços como o Ema e o MeGusta, nos Jardins, ajudou a desbravar esse filão com pratos, bowls & cia. em colaboração com a loja Così Home.

Homem debruçado em mesa com pilhas de pratos nos dois lados
Carlos Bertolazzi: pratos buscados por estabelecimentos (Fábio de Lara/Divulgação)

E o chef Carlos Bertolazzi, do restaurante Zena Cucina e do bar Il Covo, também nos Jardins, é outro que aposta nesse filão há tempos. Desde 2019, assina uma coleção da Porto Brasil, que não para de receber no­vidades. As mais recentes foram as linhas Ferrum, de pratos escuros, e Concreto, a versão clara. A peculiaridade é que o portfólio, de louças mais resistentes, tem como foco central os restaurantes, onde o uso é constante. “Há um baixo índice de quebra”, garante Bertolazzi. “Apesar disso, são lindos para casa, e obviamente fazem muito sucesso também”, completa ele, enumerando os sites que vendem os produtos, no maior estilo garoto-­propaganda.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.