Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Memória Por Blog Uma viagem no tempo às décadas passadas por meio de suas histórias, costumes e curiosidades.

Um rio bem diferente do que vemos agora

Muito diferente do  rio que conhecemos hoje, o Pinheiros nos tempos coloniais era chamado de Jurubatuba (lugar com muitas palmeiras jerivás, em tupi). Recebeu o nome atual em 1560, pelos jesuítas que criaram um loteamento indígena e o batizaram por causa da grande quantidade de araucárias na direção do Caminho de Pinheiros (que posteriormente abriria espaço para […]

Por Gabriel Bentley Atualizado em 26 fev 2017, 12h57 - Publicado em 7 mar 2016, 16h15
Data da foto: 1936 Leito do Rio Pinheiros, fotografia do livro "Transformações Urbanas: São Paulo 1893-1940", da Fundação Energia e Saneamento.

Leito do Rio Pinheiros em 1936, no livro Transformações Urbanas: São Paulo 1893-1940, da Fundação Energia e Saneamento

Muito diferente do  rio que conhecemos hoje, o Pinheiros nos tempos coloniais era chamado de Jurubatuba (lugar com muitas palmeiras jerivás, em tupi). Recebeu o nome atual em 1560, pelos jesuítas que criaram um loteamento indígena e o batizaram por causa da grande quantidade de araucárias na direção do Caminho de Pinheiros (que posteriormente abriria espaço para a Rua da Consolação).

Já imaginou o Anhangabaú sem o Viaduto do Chá?

Com o tempo, pontes foram construídas  para facilitar o acesso às margens opostas do rio e, no início do século XX, a paisagem começou a se transformar para receber as novas levas de imigrantes, italianos e japoneses em sua maioria, que se instalaram às margens do Pinheiros. A partir de 1940, deu-se o início das obras de retificação do curso d’água, com o intuito de canalizar o fluxo fluvial – assim, diminuindo as inundações na região – para a represa Billings e, também, a construção de vias expressas de tráfego (confira seu aspecto original no vídeo abaixo).

Data da foto: 2013 Rio Pinheiros na altura da ponte Cidade Jardim.

Rio Pinheiros na altura da ponte Cidade Jardim, em 2013

Confira abaixo o documentário Rio Pinheiros – Sua História e Perspectivas publicado originalmente em PLANETA SUSTENTÁVEL, que apresenta a trajetória do rio mais famoso da capital paulista.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=0ZDfLI2BuW4?start=3&feature=oembed&w=500&h=281%5D

Por Gabriel Bentley

 

Continua após a publicidade
Publicidade