Imagem Blog

Memória

Por Blog
Uma viagem no tempo às décadas passadas por meio de suas histórias, costumes e curiosidades.
Continua após publicidade

Bloco de rua mais antigo de SP mantém tradição carnavalesca no Bixiga

Conheça a trajetória do Bloco Esfarrapado, que completa 77 anos de folia em 2024

Por Luana Machado
Atualizado em 9 fev 2024, 19h11 - Publicado em 9 fev 2024, 18h29

Em uma manhã do Carnaval de 1947, sentados na porta do antigo Cine Rex, na esquina da Rua Rui Barbosa com a Conselheiro Carrão, na Bela Vista, um grupo decidiu criar um bloco de rua no Bixiga. Assim nasceu o Bloco Esfarrapado, o mais antigo em atividade da cidade de São Paulo. 

“O Seu Armandinho Puglisi que deu a ideia de criarmos um bloco de rua. A gente saiu no primeiro ano com uma ajuda do pessoal, para comprarmos doces para a molecada, e a mocidade levou latas para a gente bater”, recorda Milton Credidio, o Tinin, um dos fundadores do Bloco Esfarrapado. Naquele ano, o grupo saiu pelas ruas do Bixiga, alguns vestidos com roupas femininas, outros com vestimentas rasgadas e pelo avesso. 

Hoje com 88 anos, Tinin é o presidente de honra do bloco, cujo nome peculiar foi escolhido pelo Armandinho do Bixiga, um dos patronos do bairro. “Sugeriram vários nomes como ‘Vai Comigo’, mas o Armandinho falou para colocarmos o Bloco Esfarrapado. Eu, como era o menino mais atrevido, disse ‘mas pera aí, Bloco Esfarrapado?’. O Armandinho respondeu que pelado não poderia ir, então ficou Esfarrapado”, conta Tinin. 

bloco-esfarrapado
Foliões fantasiados no Bloco Esfarrapado (Acervo Bloco Esfarrapado/Divulgação)

Enquanto no primeiro desfile do bloco não desfilaram nem vinte pessoas, em 2023 o Esfarrapado levou cerca de 80 000. Com os cancelamentos de blocos que perderam os patrocínios, a expectativa é que o público de 2024 seja ainda maior. 

“Para a gente levantar o Esfarrapado, nós temos uma estrutura que não existia antigamente, que é o trio elétrico. Temos uma banda, que puxa as marchinhas”, diz Jaime Souza, presidente do bloco. Neste ano, quem puxa o bloco é o cantor Vitor Federado, um jovem que estudou as músicas antigas para seguir a tradição.

bloco-esfarrapado
Bloco Esfarrapado em 2018 (Acervo Bloco Esfarrapado/Divulgação)

Além do artista, o bloco terá esquenta com a Banda da Alegria e show da Bateria 013, projeto tradicional da região. “O Bixiga é um bairro de tradição e entendemos que, com a evolução do Carnaval de rua, tem muitos blocos que tocam pop, rock e são muito divertidos. Mas também temos os tradicionais, o que é revelar o velho para o novo”, afirma Jaime. 

Continua após a publicidade

No marco dos 77 anos, o Bloco Esfarrapado fará um verdadeiro passeio pela história do bairro. Saindo às 10h do cruzamento da Conselheiro Carrão com a 13 de Maio, ele passa pela região do Quilombo Saracura, pela antiga sede da Vai-Vai, por diversos teatros, bares e cantinas, e em frente à Igreja de Nossa Senhora Achiropita

bloco-esfarrapado
Concentração do Bloco Esfarrapado (Acervo Bloco Esfarrapado/Divulgação)
Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.