Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 28 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Serafina fecha dois restaurantes na cidade

Nascida em Nova York, a rede de cozinha italiana mantém apenas o endereço dos Jardins em operação na capital

Por Arnaldo Lorençato, Saulo Yassuda Atualizado em 5 fev 2021, 17h43 - Publicado em 5 fev 2021, 17h31

Por Saulo Yassuda

Nesta semana, contamos sobre  o encerramento de dois restaurantes paulistanos: o Micaela (leia aqui) e o Mandioca Cozinha, que funciona só até o dia 14 (leia aqui). Agora, mais uma notícia triste. O italiano Serafina perdeu duas de suas unidades na cidade. Restou apenas a pioneira, na Alameda Lorena, no Jardim Paulista.

Varanda da matriz: para ficar de olho na Alameda Lorena
Varanda da unidade dos Jardins: a única em funcionamento Divulgação/Divulgação

Fundada em 1995 em Nova York pelos italianos Vittorio Assaf e Fabio Granato, a rede ganhou sua primeira filial fora dos Estados Unidos onze anos atrás, justamente em São Paulo, nos Jardins, com sócios locais. Hoje, há endereços em Emirados Árabes, Índia, Japão… Desde a abertura, a casa do Jardim Paulista se mostra um um sucesso de público, com seu mix de badalação e menu italiano sem complicação, com focaccias, pizzas massas.

Dali, partiu para as a abertura de mais filiais na capital. A do Itaim Bibi, na Rua Pedroso Alvarenga, 1051, apareceu em 2012, e a da Vila Olímpia, no Complexo JK, contíguo ao Shopping JK Iguatemi, nasceu em 2016.

Esta unidade mais recente foi a primeira a encerrar as atividades, em abril. Como ficava em um prédio repleto de escritórios e com um teatro, dependia dessa circulação de gente para sobreviver. Com a pandemia, grande boa parte desse público desapareceu.

A filial do Itaim Bibi anunciou o fim da operação na última segunda (1º), com direito a postagem no Instagram da marca. “Não conseguimos driblar a Covid-19 e todas as consequências que esse acontecimento tem trazido a todos os estabelecimentos da área de gastronomia”, diz o comunicado.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

A post shared by Serafina Brasil (@serafinabrasil)

Parte dos clientes também vinha de edifícios comerciais, já que a unidade se situava perto da Avenida Brigadeiro Faria Lima. Com negociações com o dono do imóvel durante a quarentena, os sócios conseguiram segurar essa operação por mais alguns meses. Mas não foi o suficiente, e a última focaccia foi servida no domingo (31).

Para os fãs do Serafina, o importante é que a matriz no Jardim Paulista (além de uma filial em Cuiabá) continua a abrir os salões e a convidativa varanda para servir pratos como o farfalle ao limoncello com camarão e limão-siciliano (74 reais), também disponível por delivery.

Serafina
Alameda Lorena, 1705, Jardim Paulista, tel. 3081-3702.

Assine a Vejinha a partir de 6,90 mensais

Caderno de receitas:
+ Fettuccine alfredo como se faz em Roma

  • Continua após a publicidade
    Publicidade