ESPECIAL

"Comer & Beber" 2013: restaurantes para comer moqueca

Confira a seleção dos melhores endereços para provar esse prato com pescados

Por: Arnaldo Lorençato e Helena Galante

Badejo - moqueca capixaba
Badejo: moqueca capixaba com arroz, pirão e farofa (Foto: Mario Rodrigues)

O guia “Comer & Beber” 2013 apresenta 450 restaurantes. Abaixo, a seleção de endereços que servem moqueca:

+ Tudo sobre o "Comer & Beber" 2013

  • Brasileiros

    Badejo

    Alameda Dos Jurupis, 813, Indianópolis

    Tel: (11) 5055 0238

    VejaSP
    14 avaliações

    Criado na década de 90, mantém o salão de jeitão antigo com ar familiar, quase sempre com crianças no cadeirão acompanhadas dos pais. Um petisco praiano benfeito é aisca de badejo frita para mergulhar no molho tártaro (R$ 56,00). O mesmo peixe é usado na moqueca capixaba (preparada sem dendê, leite de coco nem pimentão) acrescida de camarão-rosa (R$ 218,00) ou banana-da-terra (R$ 159,00), sempre para duas pessoas. Em todos os casos, a receita fumegante chega à mesa numa panela de barro preta com acompanhamento de arroz branco, pirão e farofa de banana.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Brasileiros

    Manzuá

    Rua Oscar Freire, 1189, Cerqueira César

    Tel: (11) 3085 5058 ou (11) 3082 2626

    VejaSP
    5 avaliações

    Fundada pelo pernambucano Leonel da Rocha, a rede de restaurantes baianos tinha essa filial paulistana originalmente com o nome Bargaço. Dois anos atrás, transformou-se em Manzuá, palavra que batiza a rede usada para a pesca da lagosta no Nordeste. A moqueca continua a estrela do menu, embora não seja tão inspirada como em um passado não muito distante. Na de camarão, nada no caldo fervente de leite de coco, azeite de dendê e tomate uma quantidade grande do molusco (R$ 140,00 para dois). Para petiscar, deixe de lado o acarajé (R$ 28,00 o par) adaptado para turistas — quase sem dendê, quase sem personalidade. Invista nos bolinhos de aipim com lagosta (R$ 32,00, seis unidades). Sobremesas típicas como o doce de caju (R$ 18,00) dão uma dignidade açucarada ao fim da refeição.  

    Preços checados em 17 de junho de 2015.

    Saiba mais
  • Brasileiros

    Dalva e Dito

    Rua Padre João Manuel, 1115, Jardim Paulista

    Tel: (11) 3068 4444

    VejaSP
    21 avaliações

    Nesta casa de Alex Atala, do premiado D.O.M., quem cuida do dia a dia da cozinha é o chef Elton Junior. Deliciosos, os pastéis de vatapá e camarão (R$ 27,00) poderiam ter uma quantidade menos tímida de recheio. Amparado por torradas, o ótimo vinagrete de polvo (R$ 45,00) é uma pequena festa do mar. Um dos pratos mais antigos do cardápio, o porco na lata vem na companhia de purê de batata aromatizado com pequi (R$ 79,00). Adoce o final com o pouco açúcar da torta de chocolate com um toque discreto de cumaru e sorbet de frutas vermelhas (R$ 28,00).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Brasileiros

    Feijoada da Bia

    Rua Lopes Chaves, 105, Barra Funda

    Tel: (11) 3663 0433

    VejaSP
    Sem avaliação

    Escape da rotina no meio da semana para provar a feijoada da Bia Braga num dia mais tranquilo. Por R$ 59,60, o caldo de feijão encorpado com paio, linguiça portuguesa, rabo, costela, pé e orelha é acompanhado de couve no alho, farofa puxada na manteiga, vinagrete, arroz e torresmo. No sábado, com música ao vivo, o preço sobe para R$ 82,00. No estilo caseirinho, prove ainda o PF de carne de panela com batata cozida e depois frita (R$ 28,60) com um suco de limão-cravo (R$ 8,00). Um desfecho igualmente à brasileira: goiabada cascão com requeijão (R$ 18,00).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Peixes e frutos do mar

    Mexilhão

    Rua Treze de Maio, 626, Bela Vista

    Tel: (11) 3263 0135

    VejaSP
    4 avaliações

    Nas mãos da mesma família desde a fundação há 46 anos, sempre foi um porto seguro para quem quisesse provar pescados em meio às cantinas do Bixiga. Mais recentemente, tem balançado com as marés. Peixes caros e antes impecáveis como o namorado (R$ 95,90) podem vir ressecados na companhia de legumes cozidos demais como a vagem molenga. Tentáculos mirrados e duros de polvo prejudicam o grelhado misto de frutos do mar (R$ 266,00, para dois), que tem ainda lula e camarão junto de batata sautée. As lulas empanadas (R$ 71,00) continuam ótimas, assim como o serviço cortês.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Brasileiros

    Na Cozinha

    Rua Haddock Lobo, 955, Jardim Paulista

    Tel: (11) 3063 5377 ou (11) 3063 5374

    VejaSP
    Sem avaliação

    O pequeno restaurante de paredes azulejadas se autointitula “a casa do picadinho”. Neste ano, o chef Carlos Ribeiro resolveu aumentar a oferta de seu prato mais famoso, totalizando seis variedades. A versão do picadinho apelidada de chique-chique (R$ 48,90) leva cubos durinhos de carne de sol com cebola na companhia de pastel de queijo de coalho, feijão-verde, abóbora e arroz. Outra receita traz músculo quase se desmanchando com batata e cenoura (R$ 48,90) e é guarnecida de pastel de carne, farofa de cebola, arroz e feijão. Bem docinho, o semifredo de doce de leite dá o ponto final (R$ 17,50).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Brasileiros

    Tordesilhas

    Alameda Tietê, 489, Jardim Paulista

    Tel: (11) 3107 7444

    VejaSP
    9 avaliações

    Há quase três décadas Mara Salles não erra a receita. A chef e dona do Tordesilhas exibe os predicados logo na comissão de frente (R$ 42,00, para dois), uma combinação de quitutes, entre eles pastel de camarão e abobrinha-brasileira marinada. Clássico da culinária do Espírito Santo, a moqueca capixaba pode ser encontrada numa versão vegetariana de banana-da-terra (R$ 55,00). O sertão nordestino aparece na carne-seca com baião de dois, abóbora assada e vinagrete de maxixe (R$ 65,00).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO