Continua após publicidade

Adriana Pino é a bartender do ano na etapa brasileira do World Class

O maior campeonato de coquetelaria do mundo contou com a participação de 250 profissionais na etapa nacional. Adriana representará o Brasil na final mundial

Por Abril Branded Content
Atualizado em 20 jan 2022, 09h12 - Publicado em 5 jul 2018, 15h12

O World Class Competition 2018, maior campeonato de coquetelaria do mundo, promovido pela Diageo, líder mundial de bebida alcoólica premium com marcas como Johnnie Walker, Tanqueray NºTen, Bulleit e Ketel One, coroou Adriana Pino como a melhor bartender brasileira do ano. Além de levar o título de melhor do país, Adriana garante sua vaga na final mundial, que acontece em outubro, em Berlim.

O World Class é uma plataforma que visa desenvolver a cultura da coquetelaria em todo o mundo e contou, nessa edição, com mais de 250 inscritos de todas as regiões do Brasil. Nos mais de 50 países em que está presente, o campeonato já reuniu mais de 60 mil profissionais nestes 10 anos. “A Diageo se orgulha de promover uma competição nacional que envolve toda a categoria e tem como objetivo principal impulsionar o desenvolvimento sustentável do setor”, afirma Cecília Gurgel, diretora de Reserve da Diageo.

Adriana foi avaliado, na etapa final, por um júri formado por cinco dos melhores bartenders do Brasil: Ale D’Agostino (Apothek), Fabio la Pietra (SubAstor), Jean Ponce (Guarita), Márcio Silva (Guilhotina) e Spencer Amereno (Frank). “Este ano, tivemos um nível altíssimo dos candidatos, que puderam também trocar experiências com grandes nomes da coquetelaria”, afirma Nicola Pietroluongo, embaixador das marcas Diageo.

Na área há 14 anos, Adriana passou pelos balcões de casas como La Brasserie Erick Jacquin, Brown Sugar, Duke Bistrot (Campinas) e Méz. Hoje, ela atua como consultora, com clientes em São Paulo, Minas Gerais, Espírito Santo e Acre.

“Foi uma experiência incrível. Tivemos a oportunidade de trocar muita experiência e aprender muito com os gurus nesta fase final”, conta a campeã. “Gosto de contar histórias. Nos dois últimos anos, estou muito focada em criar experiências e com poucos ingredientes entregar uma experiência sensorial completa ao cliente, que envolva aroma e paladar. No World Class pude mostrar um pouco disso e também desenvolver mais a minha técnica”, completa.

Continua após a publicidade
Seen, onde aconteceu a grande final (Divulgação/Divulgação)

As provas finais deste ano aconteceram entre os dias 1 e 4 de julho, em São Paulo, com outros sete bartenders na disputa: Anderson Santos (Nosso, Rio de Janeiro),  Gabriel Santana (Benzina, São Paulo), Gustavo Guedes (Nakombi, Brasília), Heitor Marín (Seen, São Paulo), Miguel Paes (Nakka, São Paulo), Rafael Domingues (Clos, São Paulo) e Romero Brito (Bar Gin Time Drinks, Curitiba).

Eles participaram de workshops e desafios em diferentes bares, como Apothek, SubAstor) e Guilhotina. Nessas ocasiões, os finalistas apresentaram drinques autorais criados a partir dos destilados premium da Diageo, como Tanqueray Nº 10, Johnnie Walker, Bulleit e Ketel One.

Na grande final do dia 4, que aconteceu no Seen, na cobertura do Tivoli Hotel, os bartenders realizaram mais duas provas em busca do título, entre eles a criação de um drink inspirado nos países onde o Brasil levantou a taça de campeão do mundo, seguido do desafio final Speed 5 x 5 Classics, em que deveriam fazer cinco drinks clássicos com perfeita execução em apenas cinco minutos.

Continua após a publicidade
Omotenashi, um dos drinques de Adriana Pino (Nayara Spina/Divulgação)

Adriana completou esta etapa com mestria, apresentou os coquetéis — negroni com Tanqueray Nº10, rabo de galo com Ypióca 5 Chaves, white lady feito também com Tanqueray Nº10, paloma com tequila Don Julio, cuba libre com o rum Zacapa e ainda um extra, a clássica caipirinha brasileira que levou Ypióca 5 Chaves na receita — e se consagrou como o grande campeão do World Class Brasil 2018.

Após a premiação houve a grande festa de celebração que contou com um guest bartending estrelado pelos cinco jurados da competição. Foi a primeira vez que as cinco autoridades da coquetelaria dividiram o balcão e apresentaram drinques inéditos para convidados e clientes da casa. Os drinques World Class Brasil 2018 preparados pelo time de gurus na festa da final estarão disponíveis para os clientes do Seen durante todo o mês de julho.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.