Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Frank Bar

(Desde 2015)

Tipos de Bares: Drinques

VejaSP:

Endereço: Rua São Carlos do Pinhal, 424 - Hotel Maksoud Plaza - Bela Vista - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 31458000

Horário:

segunda-feira - Fechado

terça-feira 17:00 - 00:00

quarta-feira 17:00 - 00:00

quinta-feira 17:00 - 00:00

sexta-feira 17:00 - 01:00

sábado 17:00 - 01:00

domingo - Fechado

Informações adicionais: Acesso para deficientes, Lugares/Capacidade total (37), Levar vinhos (permite) (R$ 90,00)

Resenha por Saulo Yassuda

Sempre corteses, os atendentes direcionam os clientes ao assento. Podem ser os sofás com mesinhas ou as agradáveis poltronas junto do balcão baixinho, tudo ao estilo old-fashioned. Enquanto decide o que pedir, o visitante recebe uma tigelinha de pipoca temperada para beliscar. O bartender Rafael Pires Domingues e a equipe expedem clássicos, criações e drinques extraídos de cartas antigas do bar. Faz parte desse último grupo o el grito de dolores (R$ 43,00), de tequila branca, creme de cassis, morango e vinagre balsâmico, de sabor adocicado e com uma acidez agradável que se sente na garganta. A prosaica batida de coco ganha uma variação com cachaça de qualidade e creme de coco queimado ao cumaru. Vem mais diluída e se mostra mais leve que as tradicionais e custa R$ 36,00. Classicão, o dry martini (R$ 35,00), feito com seis partes de gim para uma de vermute branco seco, é muito bem tratado. Parte da mistura é conservada em uma tigelinha de gelo, enquanto se bebe a taça. O cardápio, cheio de trivialidades botequeiras, tem lugar para os dadinhos de tapioca com geleia de pimenta (R$ 35,00 a porção).

“Informações checadas entre agosto e outubro de 2021.

    Sempre corteses, os atendentes direcionam os clientes ao assento. Podem ser os sofás com mesinhas ou as agradáveis poltronas junto do balcão baixinho, tudo ao estilo old-fashioned. Enquanto decide o que pedir, o visitante recebe uma tigelinha de pipoca temperada para beliscar. O bartender Rafael Pires Domingues e a equipe expedem clássicos, criações e drinques extraídos de cartas antigas do bar. Faz parte desse último grupo o el grito de dolores (R$ 43,00), de tequila branca, creme de cassis, morango e vinagre balsâmico, de sabor adocicado e com uma acidez agradável que se sente na garganta. A prosaica batida de coco ganha uma variação com cachaça de qualidade e creme de coco queimado ao cumaru. Vem mais diluída e se mostra mais leve que as tradicionais e custa R$ 36,00. Classicão, o dry martini (R$ 35,00), feito com seis partes de gim para uma de vermute branco seco, é muito bem tratado. Parte da mistura é conservada em uma tigelinha de gelo, enquanto se bebe a taça. O cardápio, cheio de trivialidades botequeiras, tem lugar para os dadinhos de tapioca com geleia de pimenta (R$ 35,00 a porção).

    “Informações checadas entre agosto e outubro de 2021.