Bartender Zulu faz drinques com brasilidade no Candeeiro; leia a avaliação

Novo bar do restaurateur Milton Freitas (Antonietta) ocupa o espaço onde já funcionou o Obá e o Mamuang Thai House

O número 205 da Rua Doutor Melo Alves já abrigou um restaurante de cozinha variada, o Obá, e outro de culinária tailandesa, o Mamuang Thai House, de vida breve.

Desde fevereiro, o espaço levanta a bandeira brasileira com a abertura do bar de drinques Candeeiro, do empresário Milton Freitas (Antonietta).

Maria bonita: drinque de cachaça, calda de maracujá com casca de cajueiro, óleo de laranja-baía com amburana e abacaxi

Maria bonita: drinque de cachaça, calda de maracujá com casca de cajueiro, óleo de laranja-baía com amburana e abacaxi (Roberto Seba/Divulgação)

Faixas de MPB no som e um painel de araras na parede pretendem escancarar a alma nacional. Mas nem é preciso. A carta do baiano Laércio Zulu já revela a brasilidade por si mesma.

Vale provar misturas como a maria bonita (R$ 27,00), de cachaça, calda de maracujá com casca de cajueiro, óleo de laranja-baía com amburana e abacaxi.

Candeeiro: deque para aproveitar drinques como primeiro fuxico, com rum nacional passado por jequitibá, vermute doce e vinho branco fortificado com ervas, defumado com especiarias e chá preto

Candeeiro: deque para aproveitar drinques como primeiro fuxico, com rum nacional passado por jequitibá, vermute doce e vinho branco fortificado com ervas, defumado com especiarias e chá preto (Roberto Seba/Fernando Ctenas/Divulgação)

Coquetel já servido pelo bartender em outros endereços, o banzeiro (R$ 27,00) leva cachaça envelhecida em amburana, limão, toque de vinho tinto seco e espuma de gengibre.

Para sair da linha frutada e cítrica, o encorpado primeiro fuxico (R$ 27,00) une rum nacional passado por jequitibá, vermute doce e vinho branco fortificado com ervas, tudo defumado com especiarias e chá preto.

Acarajé: clássica pedida baiana servida no bar

Acarajé: clássica pedida baiana servida no bar (Roberto Seba/Divulgação)

Embora saboroso, o clássico acarajé (R$ 16,00) carecia da crosta crocante. Uma alternativa é a moqueca de palmito e banana-da-terra (R$ 48,00 no jantar), antiga receita do Obá.

Avaliação: BOM (três estrelas)

Clique para conferir o cardápio:

Cardápio

Cardápio (Divulgação/Divulgação)

 

 

 

 

 

 

Quer mais dicas? Siga minhas novidades no Instagram @sauloy.

Leia também: Bar do Juarez tem rodízio de chope

E para não perder as notícias mais quentes que rolam sobre São Paulo, assine a newsletter da Vejinha. É só clicar aqui.

 
Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s