Clique e assine com até 89% de desconto
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 28 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Chef Renato Lopes projeta casa argentina onde era o árabe Saj

Entusiasta da culinária árabe, o chef Renato Lopes está revendo esse conceito. O cozinheiro, que fez carreira no Mestiço e foi dono do extinto Fillipa, acaba de vender ao grupo Saj sua participação no Manish, com duas unidades na capital (leia post sobre o tema clicando aqui). Em compensação, ficou com a menor das filiais justamente do […]

Por Arnaldo Lorençato Atualizado em 26 fev 2017, 11h18 - Publicado em 2 jul 2016, 14h57
Lopes: do mundo árabe para uma casa de culinária argentina (Foto: divulgação)

Lopes: do mundo árabe para uma casa de culinária argentina (Foto: divulgação)

Entusiasta da culinária árabe, o chef Renato Lopes está revendo esse conceito. O cozinheiro, que fez carreira no Mestiço e foi dono do extinto Fillipa, acaba de vender ao grupo Saj sua participação no Manish, com duas unidades na capital (leia post sobre o tema clicando aqui). Em compensação, ficou com a menor das filiais justamente do Saj, a pequena casa que ficava na Rua Fernando de Albuquerque, 255. É ali que Lopes abrirá o Cocina Bar y Vino, um endereço de cardápio argentino.

“Vou muito para a Argentina, adoro Buenos Aires e queria fazer um restaurante superlegal, mas que não fosse apenas uma parrilla”, adianta. “Não vamos ter só carne com batata. Teremos uma culinária italiana. Teremos assados com molhos e infusões.” O cozinheiro diz que quer fazer peixe como os portenhos. Ou seja, na chapa ou na frigideira de ferro, conhecida como sartén. O Cocina Bar y Vino deve chegar para competir com lugares como Arturito, Chou, Jacarandá e o quase vizinho La Frontera.

Detalhe da fachada do Cocina Bar Y Vino: sobriedade (Arquitetura: Diego Rolim)

Detalhe da fachada do Cocina Bar Y Vino: sobriedade (Arquitetura: Diego Rolim)

Lopes também promete voltar a investir em uma cozinha mais autoral, já que a nova casa será compacta, com apenas 50 lugares. O projeto foi encomendado ao arquiteto Diego Rolim, “que fez toda a marcenaria do Açougue Central“. Em obras no momento, o Cocina Bar y Vino deve ficar pronto até o fim de julho, no dia 28 ou 29.

Continua após a publicidade
Cocina Bar y Vino: especialidades argentinas

Cocina Bar y Vino: especialidades argentinas

“Será um prazer voltar àquela região, porque trabalhei no Mestiço e gosto muito de lá”, afirma Lopes.

A conferir.

O antigo Saj: fechado e em reforma (Foto: Lucas Terribili)

O antigo Saj: fechado e em reforma (Foto: Lucas Terribili)

Caderno de receitas:
+ Bolinho de bacalhau, do chef Vítor Sobral
+ Il vero fettuccine Alfredo di Roma
+ Tiramisu original. É  bico!
+ Bolo brigadeiro sem leite condensado, Monte Líbano

Obrigado pela visita. Aproveite para deixar seu comentário, sempre bem-vindo, e curtir a minha página no Facebook. Também é possível saber as novidades pelo Twitter e pelo Instagram.

Continua após a publicidade
Publicidade