Gastronomia

Mania de bacon: casas servem receitas estreladas pelo ingrediente

De carona nas receitas com carne de porco feitas por chefs estrelados, o bacon aparece mais em pratos e até drinques

Por: Redação VEJA SÃO PAULO - Atualizado em

bacon
Bacon defumado: sugestão de entrada do 210 Diner (Foto: Tadeu Brunelli)

210 Diner

Para ser gourmet, um hambúrguer precisa ter ingredientes de primeira, preparados com rigor técnico de restaurante. No lugar dos bifes estreitos sempre bem passados, entram carnes altas servidas ao ponto ou quase sangrando, feitas para comer de garfo e faca. O endereço do chef Benny Novak, eleito pela primeira vez, segue essas “normas” do começo ao fim. Seu cardápio estampa um dos hambúrgueres mais caros da cidade. Apelidado de french, leva 180 gramas de carne recheada de foie gras. Lâminas de trufa negra em conserva e cebola crocante finalizam a pedida. Mas não é preciso gastar tanto para experimentar sanduíches deliciosos. Peça o clássico, grelhado até ficar torradinho nas bordas e suculento no interior, e adicione queijo cheddar e fatias de bacon defumado lá mesmo. Novidade, o oklahoma chega coberto de muita cebola. Antes, vá de chicken wings, crocantes coxinhas da asa de frango empanadas. A porção de bacon defumado na casa, servido com vinagrete de salsa e maple syrup, também figura entre as sugestões de entrada.

AK Vila

AK_Vila_bacon_HenriquePeron
Feitiço da Lua do AK Vila: prato com ovo, pão italiano e bacon (Foto: Henrique Peron)

Eleito em 2011 como número 1 de sua categoria, o restaurante de Andrea Kaufmann continua um dos melhores de sua categoria. A chef propõe uma seleção de receitas de múltiplas fronteiras que despertam o paladar. Das entradas, não há como resistir ao faláfel crocante e sequinho na companhia de salada de tomate e pepino para ser mergulhado em molho tahine. Já o feitiço da lua leva ovo, pão italiano e bacon. Servido em uma chapa, o peito de pato fatiado vem com a pele dourada e a carne macia. Tem a companhia de deliciosas laranjas-kinkan carameladas. Na sobremesa, o creme brûlé ganha uma diabolicamente tentadora versão com figo fresco e mel. Atenciosos garçons sugerem vinhos como o alemão Dr. Loosen Villa Wolf Pinot Noir Qualitätswein 2009. Nesta edição, o restaurante foi brindado com 2 votos do júri do “Comer & Beber”.

Butcher's Market

Butchers_Market_bacon-MARIO RODRIGUES
Sanduíche do Butcher's Market: fatias generosas de bacon (Foto: Mario Rodrigues)

Perdeu o título de campeão da categoria, recebido na edição “Comer & Beber” de 2011, mas não sua legião de fãs, reconquistados a cada mudança no cardápio. Duas novidades de preço salgado e sabor irresistível são o shrimp burger, de hambúrguer de camarão e inhame, e o cheeseburger duplo, rosadinho no meio. Em junho de 2012, passou por uma ampliação e ganhou um salão no piso superior, apelidado de barn (celeiro, em inglês). Para conhecer o espaço acolhedor, fique atento ao seu horário de funcionamento, restrito ao jantar. As exceções são os almoços de quinta e sexta, além do sábado, quando fica aberto sem intervalos.

Ramona

Ramona - bloody mary
Bloody mary, do Ramona: filetes de bacon para misturar (Foto: Andre Carvalho)

Dos mesmos donos do bar-balada Alberta #3, do qual é vizinho, a casa tem cozinha comandada pelo chef Bruno Fischetti. Ex-titular do P.J. Clarke’s, ele faz um cheeseburger de primeira. Apresentado no prato, compõe-se de um bife de 200 gramas de fraldinha no ponto solicitado coberto por queijo mineiro da Serra da Canastra, ovo caipira frito, maionese, alface-romana e tomate-caqui. Também são acertos do cardápio duas entradas: a fatia alta de batata-doce roxa tostada na chapa ao azeite picante na companhia de alho assado e o steak tartare feito de filé-mignon, cebola-pérola, alcaparra, pepino em conserva, mostarda de Dijon e gotas de tabasco, tudo salpicado com ciboulette e coberto por uma gema de ovo de codorna. Prove ainda a cavalinha inteira grelhada e escoltada por salada de abobrinha italiana, rúcula selvagem, pimenta dedode-moça e coentro. Para beber, prepara uma versão de bloody mary finalizada com duas fatias de bacon.

Receita do bloody mary

Em um copo old fashioned, coloque três pedras de gelo, 50 ml de vodca, 1 pitada de sal, 10 ml de molho inglês, 10 ml de suco de limão-taiti, 3 gotas de tabasco, 80 ml de suco de tomate e 1 pitada de pimenta-do-reino. Misture bem e finalize com duas fatias bacon torrado.

Rothko

Rothko_Ovos Benedict
Ovos Benedict do Rothko: R$19,00 (Foto: Divulgação)

Ao som de música alta de DJ, o chef Diego Belda acerta em caprichados petiscos, aqui chamados de bocados. Entre os exemplos está o peito de pato malpassado sobre uma fatia de banana-da-terra grelhada mais farofa dourada de azeite de dendê ao vinagrete de amora. Também preparada ovos Benedict coroado por tiras de bacon. Os pratos principais quase desapareceram do cardápio e se tornaram sugestões do dia. Aos fins de semana, oferece brunch à la carte entre 13h e 17h. Embora reduzida, a carta de vinhos traz escolhas pouco comuns, caso do francês Arrogant Frog 2009.

+ Hambúrgueres caprichados para todos os gostos

+ Escassez de carne de porco? Veja três delícias que deixariam saudade

Fonte: VEJA SÃO PAULO