Oito bons hambúrgueres de restaurantes

Para comer de garfo e faca ou com as mãos, selecionamos discões de carne feitos de maneiras diferenres

Açougue Central. Além de cortes pouco convencionais, o restaurante serve um hambúrguer de 200 gramas por R$ 39,00. Acompanhamentos são cobrados à parte, como arroz (R$ 11,00), feijão preto (R$ 11,00) e farofa (R$ 15,00). O mesmo disco de carne moída bem grossa pode eventualmente aparecer no almoço executivo (R$ 49,00 sem sobremesa).

Brado. Com ambiente dos mais agradáveis, o que inclui varanda e uma mesa comunitária, a casa tem cardápio elaborado pelo chef Pedro Vita. Entre as sugestões, está um hambúrguer de angus, com crispy de bacon, queijo, cebola caramelada na cerveja preta e batata rústica (R$ 39,00).

Kod. No meio do caminho entre uma churrascaria e uma hamburgueria, a casa moderninha tem ótimas opções para quem não resiste a um bom sanduba. É o caso do constanza (R$ 25,00), que vem com queijo mogiana, gema curada, cebolaroxa tostada e torresmo.

Ramona. O descolado endereço do chef Bruno Fischetti, onde se saboreiam pratos como espaguetine com siri, aspargo, salsinha e pimenta dedo-de-moça (R$ 45,00), também prepara hambúrgueres. Na versão com ovo, que leva o nome da casa, ele custa R$ 40,00 e vem junto de batata frita ou salada.

Ritz. Duas coisas não mudam na pequena cadeia de restaurantes das sócias Maria Helena Guimarães e Lygia Lopes: a porta giratória vermelha e a qualidade de seus hambúrgueres. No ritz burger, entram um disco de 200 gramas de carne, queijo cheddar ou gorgonzola, alface, tomate, bacon e maionese feita na casa (R$ 46,00).

Rodeio. Um dos endereços mais tradicionais da cidade recebe a clientela ávida por boas carnes. No menu, há também um caríssimo hambúrguer de filé-mignon (R$ 116,00). Cortado na ponta da faca e grelhado na chapa, o disco de carne é servido no prato com batata frita e molho espanhol.

Rubaiyat. A unidade da Faria Lima voltou a oferecer o burger royal (R$ 38,00), um discão de 220 gramas de carne moída do gado brangus dentro do pão coberto de sementes de girassol e junto de queijo manchego, cebola dourada, rúcula e molho béarnaise. A pedida chega com batata suflê.

Teus. Inaugurado em outubro de 2016 pelo chef Chico Farah e seu sócio, Pedro Grando, o restaurante tem uma varanda que vive lotada. Por ali, os pedidos podem incluir hambúrguer de angus com queijo mogiana, picles, cebola e maionese de salsinha, guarnecido de fritas ou salada verde (R$ 29,00).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s