Clique e assine com até 89% de desconto

Tomar uma decisão, com Álvaro Machado Dias

O neurocientista fala sobre o papel da criatividade - e de dar tempo ao tempo - para alcançar a felicidade 

Por Helena Galante Atualizado em 13 nov 2020, 19h28 - Publicado em 16 nov 2020, 00h10

Diante de uma encruzilhada, para onde seguir? Esse momento de tomada de decisão é o centro da pesquisa do neurocientista Álvaro Machado Dias, professor livre-docente da Unifesp, sócio do Instituto Locomotiva de Pesquisa e da WeMind. Convidado de Helena Galante para o episódio #75 do podcast Jornada da Calma,  ele compartilha que seu interesse partiu de um desafio pessoal: “Não sou uma pessoa que toma decisões com facilidade – então eu peguei esse caminho para entender meu próprio processo”.

Entre as suas descobertas está a importância da criatividade. “O processo de tomada de decisão é sobretudo o processo de criar opções.” No caminho, Álvaro questiona premissas que aceitamos muitas vezes sem questionar. “Foi assumido que o bom tomador de decisão é aquele que decide de maneira rápida. Mas o processo de adiamento de uma decisão é também o processo de criação de um ambiente para novas possibilidades”, defende Álvaro. Ele fala sobre o que a ciência e a filosofia podem ensinar sobre o bom uso da procrastinação.

 

Continua após a publicidade
Publicidade