Clique e assine por apenas 6,90/mês

Aprendendo a ser humano, com Mario Sergio Cortella

O professor e filósofo fala sobre a importância de trocar a competição pela cooperação em momentos tempestuosos

Por Helena Galante - 8 Jun 2020, 00h03

Nesta semana, o podcast Jornada da Calma completa um ano no ar. Em tempos tão adversos, como celebrar? Helena Galante convida o professor, escritor e filósofo Mario Sergio Cortella para conversar sobre como podemos aprender a ser humanos. “A humanidade conseguiu sobreviver até hoje com a capacidade de trabalhar junto”, afirma Cortella, que acaba de lançar pelo selo Littera, da editora 3DEA, o livro A Diversidade – Aprendendo a Ser Humanos. “A ideia de ‘cada um por si e Deus por todos’ pode ser uma possibilidade em tempos de águas mais calmas. Em tempos de tempestade, é preciso lançar mão da nossa cooperação.”

No lugar da competição, Cortella aponta para a possibilidade de um caminhar junto. “Um ditado de alguns países da África diz : ‘Se quiser ir apenas rápido, vá sozinho, mas se quiser ir também longe, vá com alguém’. Isso vale para tudo. Acompanhados, temos mais condição”, afirma o pensador. O aprendizado do diálogo, a diversidade como patrimônio e não encargo, e a importância do sonho aparecem no papo, capaz de renovar as esperanças: “Otimismo tem a ver com gratidão à existência, ou o que eu chamo de reverência à vida.” É com gratidão a você, ouvinte, e a todos os entrevistados que fizeram parte dessa Jornada até aqui, que fica o convite para o play.

 

Publicidade