Imagem Blog

Blog do Lorençato

Por Arnaldo Lorençato Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
O editor-executivo Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há mais de 30 anos. De 1992 para cá, fez mais de 16 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista é professor-doutor e leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie
Continua após publicidade

Avaliação: Walfenda, uma churrascaria medieval

Endereço é comandado pela chef Angelita Gonzaga, do Arimbá. Leia minha crítica e confira o cardápio

Por Arnaldo Lorençato Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 20 jan 2022, 14h27 - Publicado em 9 mar 2018, 07h30

Depois de comandar a cozinha do mineiro Garimpos do Interior, na Vila Romana, e montar o próprio restaurante, o caipira Arimbá, em Perdizes, a chef Angelita Gonzaga apresenta uma proposta completamente diferente no Walfenda Medieval Firewood Steak, aberto em outubro.

O inusitado não está no cardápio, mas no visual do salão e nos trajes da brigada, que usa chapelões cônicos de feltro. Decorado como uma taberna da Idade Média e com uma pegada à Harry Potter, o lugar lembra um divertido parque temático.

Salão principal: tem jeito de taberna das antigas (Clayton Vieira/Veja SP)

Se no ambiente há espaço para o humor, a culinária é assunto sério e gira em torno da churrasqueira, colocada na grande área envidraçada da entrada. Nela são grelhados cortes como o turgon, um short rib steak (bife de acém com osso, R$ 49,50), de carne mais firme e cheia de sabor.

Também é sobre as brasas que chega ao ponto a coxa de peru de quase 1 quilo (R$ 54,50), que vem à mesa úmida e com um par de rodelas de abacaxi igualmente marcadas no calor da grelha. Com boa mão para temperos, a cozinheira igualmente manda bem no fogão. Sob sua orientação, a equipe expede um caprichado cozido de costeleta de porco com lentilha e damasco (R$ 49,50), agridoce na medida.

Continua após a publicidade
Uma das sugestões: a coxa gigante de peru (R$ 54,50) (Clayton Vieira/Veja SP)

De entrada, peça o delicioso trio de codornas com uva itália (R$ 24,00). Na visita realizada, desapontou apenas a sobremesa de frutas secas reidratadas em vinho branco com calda de mel e creme de ricota com laranja cristalizada sobre uma ressecada massa folhada (R$ 23,50).

Avaliação: BOM

Confira o cardápio:

Continua após a publicidade

 

Obrigado pela visita. Aproveite para deixar seu comentário, sempre bem-vindo, e curtir a minha página no Facebook. Também é possível receber as novidades pelo Twitter e seguir minhas postagens no Instagram.

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.