Imagem Blog

Blog do Lorençato

Por Arnaldo Lorençato
O editor-executivo Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há mais de 30 anos. De 1992 para cá, fez mais de 16 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista é professor-doutor e leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie
Continua após publicidade

Cozinha sob Pressão: a eliminação da chef Samara Martins

Surpresa. Especialista em culinária italiana, Samara Martins era uma das participantes que pareciam mais preparadas do reality culinário Cozinha Sob Pressão. Com credenciais de liderar um bar-restaurante italiano com música ao vivo em São Paulo, tinha jeito de finalista. Emparedada com Derileusa no final do episódio de 6 de dezembro depois do serviço no restaurante […]

Por Arnaldo Lorençato Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 26 fev 2017, 19h44 - Publicado em 6 dez 2014, 18h31
Samara: eliminada do programa tem como forte as especialidades italianas

Samara: eliminada do programa tem como forte as especialidades italianas

Surpresa. Especialista em culinária italiana, Samara Martins era uma das participantes que pareciam mais preparadas do reality culinário Cozinha Sob Pressão. Com credenciais de liderar um bar-restaurante italiano com música ao vivo em São Paulo, tinha jeito de finalista. Emparedada com Derileusa no final do episódio de 6 de dezembro depois do serviço no restaurante do programa, ela ganhou o bilhete-azul do chef Carlos Bertolazzi (Zena Caffè) ao errar o molho à carbonara para servido para a clientela.

+ Tudo sobre Cozinha sob Pressão
+ Carlos Bertolazzi detona bolo de churros
+ MasterChef adianta episódios finais

“Hoje foi o espaguete que te escolheu”, sentenciou Bertolazzi. Mesmo depois de mandar a cozinheira embora, ele reconhece que ela tem talento e indica o polpettone feito por ela.

Continua após a publicidade

O curioso é que Samara teve problemas com Derileusa desde o primeiro episódio. Convidada para indicar alguém para ser eliminado pelo chef Bertolazzi, Derileusa alegou que faltou molho na massa putanesca de Samara, que acabou indo para o paredão logo na estreia.

+ Teste: Paçoquita versus Nutella

Conversei com a eliminada Samara. Ela conta que participar do programa foi uma loucura. “A experiência foi maravilhosa, mas não é fácil ficar confinada e longe da família e sentir a pressão do jogo”.

Continua após a publicidade

+ Bistrô faz refeição completa a 34,50 reais

Diferente do MasterChef Brasil, os integrantes permanecem isolados do mundo durante as gravações. Samara conta que até a eliminação, ela permaneceu 30 dias em um hotel. “Perdemos a noção do tempo nesse período”, diz.

+ Conheça os cannoli sobre rodas

Continua após a publicidade

A seleção do casting para o Cozinha sob Pressão é bem diferente do MasterChef Brasil, que tem um concurso público com pessoas escritas. “Não me inscrevi. Recebi um convite e topei”, conta. “Não tinha noção do que seria. Fiz o teste e passei.”

+ Helena Rizzo, do Maní, é a melhor chef do mundo

Para chegar ao comando de um restaurante, Samara fez o curso superior de gastronomia na na Faculdade na Cruzeiro do Sul, no Jardim Anália Franco. “Estudei lá 2007 e 2008 e aprendi as culinárias italiana e francesa que são base para quase tudo”, diz.

Continua após a publicidade

+ Restaurantes com a mais bela vista de São Paulo

O primeiro lugar que trabalhou foi o extinto Vira-Lata, brasileiro de cozinha contemporânea que ficava em Higienópolis. Passou depois por várias outras casas, entre elas a trattoria Buttina. Também ficou por quase quatro anos na cozinha do Café Santo Grão dos Jardins.

Hoje, Samara está à frente do Café dos Prazeres, aberto pelo fotógrafo Luis Tripoli e o irmão dele, Reginaldo. Por coincidência, a casa italiana fica no mesmo ponto onde funcionou o finado Roux, casa francesa que pertenceu a outro participante, Arthur Sauer. “Foi uma coincidência enorme. Só conheci o Arthur no programa”, revela. O cardápio vigente no Café dos Prazers foi montado em parceria com os Tripoli.

Continua após a publicidade

Sobre a eliminação, Samara não atribui ao carbonara não deu certo. “Qualquer prato que eu fizesse não daria certo. Estava exausta. Para me deixar mais abalada, no dia anterior, recebi uma mensagem da minha mãe e isso acabou me tirando um pouco a atenção. Foi o que aconteceu.”

Perguntei como foi conviver por tanto tempo com gente desconhecida. “Acabamos ficando muito próximos”, conta. Perguntei se houve problema com algum colega. “O mais difícil, não só para mim mas para todos, foi o Fabrício. Era um cara inconstante. No café da manhã estava legal, depois não estava bem. No programa, não dava para perceber, ele era meio mal-educado e foi desagradável com a Carol.”

Perguntei para quem ela torce. “Gostaria que uma mulher ganhasse. Torço para a Carol e para a Bia. Se uma delas ganhasse, estaria bem representada.”

Clique aqui para conferir a receita de polpettone da chef Samara Martins.

+ Receita: feijoada do Esquina Mocotó
+ Receita: tiramisu original. É  bico!
+ Receita: cheesecake de Nutella

Obrigado pela visita. Aproveite para deixar seu comentário, sempre bem-vindo, e curtir a minha página no Facebook. Também é possível receber as novidades pelo Twitter.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.