Nove novos rooftops com vistas incríveis da cidade

Bares, baladas, restaurantes e espaços de eventos onde é possível ver São Paulo do alto

A selva de pedra paulistana pode ser admirada por diferentes ângulos com a recente chegada de uma nova leva dos chamados rooftops — bares, baladas, restaurantes e espaços de eventos que ocupam coberturas e andares altos e têm belas paisagens como atração principal. A maioria deles instalou-se na região do centro, Jardins e Pinheiros. Confira nove endereços que valem a visita.

Seen

O ambiente interno do Seen: reforma de 2 milhões de reais

O ambiente interno do Seen: reforma de 2 milhões de reais (Carlos Alkmin/Veja SP)

Desde abril, o Seen ocupa o espaço deixado pelo restaurante Arola Vintetres, de nome inspirado no 23º andar do sofisticado Hotel Tivoli Mofarrej. A 80 metros do chão, pode-se ter uma visão privilegiada das avenidas Paulista e Nove de Julho. Após uma reforma de 2 milhões de reais, o endereço oferece pratos variados, de especialidades como a japonesa, a brasileira e a portuguesa. O bacalhau laminado, por exemplo, surge por cima da mistura à brás (ovo, batata palha, cebola e temperos; R$ 74,00). Um classudo sofá de veludo contorna todo o lugar. Prefira essas mesas mais próximas da janela para criar um clima romântico. Alameda Santos, 1437, Jardim Paulista, ☎ 3146-5923. Seg. a qui., 19h à 1h; sex. e sáb., 19h às 2h.

Rooftop Augusta 

O Rooftop Augusta: reduto de moderninhos

O Rooftop Augusta: reduto de moderninhos (Carlos Alkmin/Veja SP)

Point de hipsters, o espaço multifuncional aberto em maio fica no 3º andar da Galeria Ouro Fino. Por ali, é possível fazer aulas de ioga no período da manhã, participar de oficinas criativas ou bebericar drinques e curtir um som, o que geralmente rola no fim da tarde aos sábados e domingos. O revival da “laje” de 1 600 metros quadrados é fruto da iniciativa da publicitária Vanessa Ferreira e do cineasta Sergio Cuevas.

“Era um ambiente bacana, com uma área aberta e outra fechada, mas totalmente esquecido”, afirma Vanessa. A vista do topo do prédio contempla desde a Igreja Nossa Senhora do Brasil até o burburinho da Avenida Paulista. A programação não é fixa e pode ser conferida no site ou no Instagram da casa (@rooftopaugusta). Rua Augusta, 2690, Cerqueira César. www.rooftopaugusta.com.

Esther Rooftop

Esther Rooftop: antiga residência de Olivier Anquier

Esther Rooftop: antiga residência de Olivier Anquier (Carlos Alkmin/Veja SP)

Instalado na antiga residência de Olivier Anquier no Edifício Esther, da década de 30, o restaurante de menu variado é cercado por prédios do centro. Aberta em agosto do ano passado, a cobertura do chef e apresentador, no 11º andar, é disputada. Chegue cedo ou faça reserva para ocupar uma das 23 mesas mais próximas dos janelões. Não deixe de provar na sobremesa o brioche caramelado junto de sorvete crocante (R$ 30,00). Aproveite e visite a recém-inaugurada padaria, também de Olivier, no térreo do prédio. Praça da República, 80, República, ☎ 3256-1009. 12h/15h e 18h/23h (sex. até 23h30; sáb. sem intervalo até 23h30; dom. só almoço até 17h).

Tetto Rooftop Lounge

Tetto Rooftop Lounge, no WZ Hotel

Tetto Rooftop Lounge, no WZ Hotel (Carlos Alkmin/Veja SP)

Trata-se de outra bonita vista de um hotel paulistano. Em junho, começou a funcionar nos 25º e 26º andares do WZ Hotel o Tetto Rooftop Lounge. O local possui 390 metros quadrados, divididos em dois ambientes com propostas diferentes. O misto de bar e restaurante tem clima intimista e dá visão para a região de Pinheiros e dos Jardins.

Às quintas-feiras, essa área fecha mais cedo e o salão vizinho abriga uma balada regada a eletrônico a partir da meia-noite. O valor da entrada é 500 reais. Desse total, 400 reais são consumíveis. O clima de festa também surge um domingo por mês, quando rola um sunset. Avenida Rebouças, 955, Pinheiros, ☎ 3062-2851. Ter., qua., sex. e sáb., 20h às 2h; qui., 20h às 4h.

Goose Island

Goose Island: vista para o Largo da Batata

Goose Island: vista para o Largo da Batata (Carlos Alkmin/Veja SP)

Aqui, a altura não é documento. O terraço no 2º andar do bar dá vista ampla para o Largo da Batata, em Pinheiros. Vale até assistir ao pôr do sol no local. Aberto em dezembro, o brewpub é um paraíso para os fãs de cerveja. Boa pedida é a English IPA, produzida ali mesmo, com aroma intenso de lúpulo (R$ 18,50, 450 mililitros). Rua Baltazar Carrasco, 187, Pinheiros, ☎ 2886 9858. Ter. a sex., 18h à 1h; sáb., 12h à 1h; dom., 12h às 22h. Fecha às segundas.

Shopping Light

Shopping Light: festas no terraço

Shopping Light: festas no terraço (Carlos Alkmin/Veja SP)

Antes uma inusitada pista de cooper, a cobertura no 6º andar do centro de compras traz cenário invejável, que inclui o Teatro
Municipal e o Viaduto do Chá. A iniciativa faz parte da reforma do shopping, iniciada em 2015. Logo, a área de 2 300 metros quadrados no topo passou a receber festas diversas (privadas ou abertas ao público), sem agenda definida. O valor do aluguel chega a 40 000 reais. Nesta sexta (1º), rola a folia com DJs Music Motion. Rua Coronel Xavier de Toledo, 23, centro, ☎ 3154-2299.

Museu de Arte Contemporânea

Vista Café, no MAC USP

Vista Café, no MAC USP (Carlos Alkmin/Veja SP)

Comandado pela USP, o MAC ganhou um novo café em julho, batizado de Vista. Fica no mezanino, na parte de baixo do prédio. A grande atração, dos mesmos donos, ainda está por vir. Com a paisagem de tirar o fôlego do Parque do Ibirapuera, o 8º andar do museu deve receber em meados de novembro um complexo que contempla dois bares, espaço para eventos e restaurante.

Sócio do projeto, o chef Marcelo Corrêa Bastos, do Jiquitaia, conhecido pelo apreço por ingredientes brasileiros, dará o tom de tudo o que sair da cozinha. Os drinques ficarão nas mãos de Laércio Silva, o Zulu. O mirante da cobertura é aberto ao público e recebeu algumas festas nos últimos tempos. Avenida Pedro Álvares Cabral, 1301, Ibirapuera, ☎ 2648-0254.

Unibes Cultural

Unibes Cultural : espaço de 300 metros quadrados

Unibes Cultural : espaço de 300 metros quadrados (Carlos Alkmin/Veja SP)

O centro cultural inaugurou em junho um espaço para eventos de 300 metros quadrados e capacidade para até 400 pessoas. Ele se chama UCult 360º e funciona no 5º andar. Tem vista panorâmica privilegiada de bairros como Perdizes, Higienópolis e Pinheiros. O aluguel parte de 20 000 reais. Rua Oscar Freire, 2500, Sumaré, ☎ 3065-4333.

Sutton Club 

Sutton Club: boate vinda de Barcelona

Sutton Club: boate vinda de Barcelona (Carlos Alkmin/Veja SP)

Vinda de Barcelona, a boate abriu as portas no último dia 19. Espalhada por 1 200 metros quadrados, incluindo um terraço, a balada funciona no 12º andar. As paredes são de vidro e o teto da pista tem mais de 1 000 lâmpadas de LED. Faz o estilo dining club: abre mais cedo para o jantar, com cardápio de frutos do mar e pratos com pegada espanhola, para depois engatar noitadas regadas a eletrônico e disco. Avenida Brigadeiro Faria Lima, 4509, Itaim Bibi, ☎ 5041-1533. Sex. e sáb., às 20h. A partir das 22h: R$ 100,00 (mulheres) e R$ 250,00 (homens).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s