Clique e assine com até 89% de desconto
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 28 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Restaurante Des Cucina é filhote do bar Desembargador

Sucesso entre o público do bairro há sete anos, o bar Desembargador, em Perdizes, acaba de ganhar um filhote. Dessa vez, um restaurante aberto pelos mesmos proprietários, Orestes Duarte e Luis Mendes. O Des Cucina fica no número 233 da Rua Desembargador do Vale e seu irmão mais velho, no 253. Como o nome revela, […]

Por Arnaldo Lorençato Atualizado em 26 fev 2017, 11h22 - Publicado em 28 jun 2016, 11h53

Des Cucina: ambiente pequeno  (Fotos: Tadeu Brunelli)

Sucesso entre o público do bairro há sete anos, o bar Desembargador, em Perdizes, acaba de ganhar um filhote. Dessa vez, um restaurante aberto pelos mesmos proprietários, Orestes Duarte e Luis Mendes. O Des Cucina fica no número 233 da Rua Desembargador do Vale e seu irmão mais velho, no 253. Como o nome revela, a proposta é focar a culinária da Itália com uma ou outra intromissão de outro local.

+ Dois novos restaurantes de Salvatore Loi, um deles com Paulo Barros

A cozinha é conduzida por Sergio França, mais conhecido como Serginho, que passou por endereços como o Italy e o extinto La Vecchia Cucina, de Sérgio Arno. Com essas experiências anteriores, o chef montou um cardápio com massas, risotos e carnes, entre eles o raviolini recheado de gema de ovo, ricota de búfala e creme trufado, o risoto de frutos do mar grelhado e a paleta de cordeiro assada com cuscuz siciliano. Qualquer semelhança com os menus das casas citadas, em especial do Italy, não será mera coincidência.

O chef Sérgio França: ex-Italy

Com tem mais pretensões culinárias que o bar, o Des Cucina é tido como um endereço de “alta gastronomia” pelos donos. Orestes Duarte explica que ele e sócio decidiram abrir um restaurante numa região dominada por botecos porque o bairro “estava pronto para receber uma casa de alta gastronomia, tem público e poucas opções.” O imóvel vago, quase vizinho ao Desembargador também ajudou na decisão.

Continua após a publicidade

Menu italiano focado em massas: raviolini recheado de gema, ricota de búfala e creme trufado por 42 reais

Embora tenha confiado livremente o cardápio a França, Duarte diz que também palpitou e usou sua experiência de visitar outros restaurantes. “O menu tem massas artesanais feitas na hora. É pequeno mas bem variado”, explica. Para elaborar a carta de vinhos foi convidado o sommelier Fernando Moreira e a de drinques ficou nas mãos de Marcelo Serrano. O pedido dos proprietários é propusessem opções de harmonizações com os pratos.

+ Saiba como será a Padaria da Esquina

A conferir.

+ Alex Atala é retratado na nova temporada de Chef’s Table
+ A vida de Erick Jacquin vira reatlity show da Fox Life

Caderno de receitas:
+ Espaguete cacio e pepe, do chef Carlos Bertolazzi
+ Il vero fettuccine Alfredo di Roma
+ Tiramisu original. É  bico!
+ Cheesecake de Nutella, do Gardênia

Obrigado pela visita. Aproveite para deixar seu comentário, sempre bem-vindo, e curtir a minha página no Facebook. Também é possível saber as novidades pelo Twitter e pelo Instagram.

Continua após a publicidade
Publicidade