MasterChef Profissionais2: caixa misteriosa, massa e vaca ao vivo

Episódio de hoje terá três provas seguidas

Tem gente não se incomoda em correr risco. Na semana passada, foi um casal prestes a subir no altar que topou ter sua festa de casamento feita pelos candidatos a MasterChef. Diga-se de passagem, profissionais. Ainda assim, era um risco e tanto.
Afinal, doze participantes precisavam preparar um menu com entrada, prato e sobremesa para nada menos que 250 convidados. Eram 1.000 sugestões e muitas bocas ansiosas diante dos jurados  Paola Carosella (Arturito e La Guapa Empanadas), Erick Jacquin (Tartar & Co e Le Bife) e Henrique Fogaça (Sal GastronomiaJamileAdmiral’s Place e Cão Véio).

Nessa primeira prova, o desapontamento foi sobre o Francisco, cozinheiro experiente que não conseguiu administrar o tempo das tais costeletas de vitelo que ele pretendia limpar e apresentar lindamente. Faltou bom senso.

A disputa final, com frutos do mar, deixou na berlinda Angélica e William. O concorrente levou a pior por ter apresentado um camarão com tripa. Não colou e nem podia passar. William foi despachado.

Fogaça em campo: prova do prato da Raíssa (Carlos Reinis/Band/Divulgação)

Hoje, tem maratona no programa, com três provas ao todo. Tudo começa com a tal caixa misteriosa, que nesta noite ganhará um acréscimo: uma minicaixa com um ingrediente obrigatório por participante. Há insumos mais simples como tamarâ, abóbora cabotiá e pimenta da jamaica amarela.

Por outro lado, para quem não tem intimidade, será difícil encarar o melão de São Caetano e batata yacon. Tem ainda gente com problemas para dominar o queijo de cabra azul. Restará para o Francisco, que mandou mal no casório, um carré de cordeiro. Só dois competidores conseguem vencer o obstáculo e vão para o mezanino.

Confabulação dos jurados: quem vai para casa? (Carlos Reinis/Band/Divulgação)

Na etapa seguinte, há uma miniprova com uma massa pronta e um molho que devem ser preparados em apenas 20 minutos. Só um não vai para o castigo.

Na subtração de três participantes, restam oito para a prova final, quando uma vaca entra no estúdio. O desfile bovino vem amparado por um discurso de Paola. É noite de leilão e cada um terá de oferecer tempo para comprar os melhores cortes. Os mais abusados ficarão bem no limite para obter peças com um t-bone e dry aged.

Conheça os participantes:


Obrigado pela visita. Aproveite para deixar seu comentário, sempre bem-vindo, e curtir a minha página no Facebook. Também é possível receber as novidades pelo Twitter e seguir minhas postagens no Instagram.

Veja também
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s