Clique e assine por apenas 5,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 28 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Cozinha do Lorençato convida Greigor Caisley

O chef e empresário australiano, sócio do Guarita Bar, do Guarita Burger e do Patties, vende centenas de milhares de hambúrgueres por mês

Por Arnaldo Lorençato - Atualizado em 24 jul 2020, 15h12 - Publicado em 24 jul 2020, 09h00

Chegamos ao episódio #59 de Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia. E o papo, dessa vez, é com um australiano que já é quase brasileiro. Falo de Greigor Caisley, o Greg, chef de cozinha e sócio do Guarita Burger, na Consolação, e do Guarita Bar, em Pinheiros. Neste último endereço, ele foi premiado por VEJA SÃO PAULO COMER & BEBER em 2016 por seu bolovo, uma adaptação do tradicional scotch egg.

Vendemos em cada dark kitchen do Patties 45 000 hambúrgueres por mês, em média. Na loja do Brooklin, já chegamos a vender 40 000 unidades

Greigor Caisley, do Patties

Greg também é sócio do Patties, um fenômeno hamburgueiro na capital, dedicado a discos fininhos de carne. A marca tem, por enquanto, unidades no Brooklin e no Itaim Bibi e  ainda um delivery bem-sucedido, tocado pela empresa Mimic. “Vendemos em cada dark kitchen do Patties 45 000 hambúrgueres por mês, em média. Na loja do Brooklin, já chegamos a vender 40 000 unidades”, calcula.

Jogador de críquete, o chef aportou em São Paulo duas décadas atrás. Começou a carreira paulistana no Buffet Ginger, um dos melhores que a cidade já teve e que era tocado pela maior cronista gastronômica que este país conheceu, a saudosa Nina Horta. O voo-solo foi em 2004, quando montou o Drake’s Bar & Deck, que ficava no Centro Brasileiro Britânico, em Pinheiros.

O chef australiano: vinte anos no país Arnaldo Lorençato/Veja SP

No mesmo bairro, Greg comandou o multifuncional 9 às 9, transformado depois no restaurante Twelve Bistro. “No começo, a gente tinha dois hambúrgueres no cardápio do Twelve Bistro e começou a sair muito. Fomos acrescentando. Um dia, eu pensei: ‘não estão saindo os pratos, vou virar hamburgueria'”, conta.

Seu primeiro sucesso, entretanto, é o Guarita Bar, aberto em 2016 em parceria com o bartender Jean Ponce. No bar de Pinheiros, bons drinques acompanham pizzas e petiscos criados pelo chef. “A gente colocou o dinheiro que a gente tinha para construir e foi crescendo. Hoje é um lugar muito mais confortável e estruturado. Tinha uma mesa na calçada, duas mesas lá dentro e a galera encostada no bar. E a gente foi comprando cadeiras e mesas”, relata.

Continua após a publicidade

Tinha o sonho de ser o melhor chef do mundo. No momento, estou muito feliz com esse rumo de vida que me trouxe para o hambúrguer

Greigor Caisley, do Guarita Bar

Eu tinha o sonho de ser o melhor chef do mundo, trabalhar com alta gastronomia. Mas a vida leva a gente por vários rumos. No momento, estou muito feliz com o caminho que me trouxe para o hambúrguer“, revela Greg, que ainda dá uma receita com uma hortaliça que fazia desde a época do Ginger. Para ouvir, dá o play no YouTube, no Spotify, no Deezer ou aqui:

 

Valeu pela visita! Para me seguir nas redes sociais, é só clicar em:
Facebook: Arnaldo Lorençato

Instagram: @alorencato
Twitter: @alorencato

Para enviar um email, escreva para arnaldo.lorencato@abril.com.br

Caderno de receitas:
+ Fettuccine alfredo como se faz em Roma

Continua após a publicidade
Publicidade