Clique e assine por apenas 5,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 28 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

10 cantinhos românticos para curtir a dois

Entra ano, sai ano, quase todo mudo quer celebrar as datas especiais. Dia das Mães, Dias dos Pais… Mas esse tipo de comemoração é bem mais fácil, uma comemoração família, resolvida com um almoço de fim de semana. Se não dá para ir no domingo, sabiamente, adianta-se para o sábado e tudo bem. Com o […]

Por Arnaldo Lorençato - Atualizado em 26 fev 2017, 21h46 - Publicado em 11 jun 2014, 20h40

Entra ano, sai ano, quase todo mudo quer celebrar as datas especiais. Dia das Mães, Dias dos Pais… Mas esse tipo de comemoração é bem mais fácil, uma comemoração família, resolvida com um almoço de fim de semana. Se não dá para ir no domingo, sabiamente, adianta-se para o sábado e tudo bem.

Com o Dia dos Namorados é diferente. Primeiro, esse é um encontro à noite e requer uma atmosfera especial. Os casais saem para jantar em busca de  lugares românticos. É nessa época que chovem pedidos de dicas de endereços charmosos.

Para conseguir atender tantas solicitações, fiz uma lista com 10 cantinhos para curtir a dois. É sempre bom ter na mão uma seleção de lugares como esta. E se não for no Dia dos Namorados, melhor. Escolha outra data e “seja feliz”, como diz o Salomão Schwartzman, em sua crônica diária na BandNews.

Aizomê: cozinha sob as ordens do chef Shin Koike (Foto: Mario Rodrigues)

Aizomê: cozinha sob as ordens do chef Shin Koike (Foto: Mario Rodrigues)

Aizomê
As salinhas com tatame comportam bem mais do que duas pessoas. Mas nada melhor que se trancar em uma delas e brindar com saquê ou espumante para abrir a noite. Depois, é consultar o cardápio e escolher um dos pratos preparados pela equipe do chef Shin Koike.

Arturito
A iluminação suave ajuda a criar o clima na casa da chef Paola Carosella. Como as mesas são muito próximas, as conversas não podem ser muito reservadas, mas não impede que se troquem juras.

Beato
O salão pequenininho tem algumas mesas para dois colocadas um degrau acima. As sugestões do chef Thiago Koch tornarão o encontro ainda mais agradável.

Acomode-se no quintal do Chou: romance no interior (Foto: Ligia Skowronski)

Acomode-se no quintal do Chou: romance no interior (Foto: Ligia Skowronski)

Chou
Ainda que a noite esteja fria, enrole-se uma das mantas oferecidas pela chef Gabriela Barretto e fique em uma das mesa no quintal. Tambores com brasa também ajudam a aquecer o romance.

Continua após a publicidade

Divina Itália
Torça para as temperaturas despencarem e reserve uma das mesas do piso superior. Nas noites geladas, a lareira é acesa e come-se ouvindo o crepitar da lenha. Quer mais? As receitas italianas são bem em conta.

Ici Bistrô: atmosfera perfeita para ir a dois (Foto: Christian Castanho)

Ici Bistrô: atmosfera perfeita para ir a dois (Foto: Christian Castanho)

Ici Bistrô
Depois da reabertura noticiada ao vivo dois anos atrás aqui no blog, o bistrô voltou mais aconchegante. Para reforçar o tête-a-tête, aninhe-se em um dos sofazinhos laterais.

Jacarandá: encontros em volta de uma árvore (Foto: Ricardo d'Angelo)

Jacarandá: encontros em volta de uma árvore (Foto: Ricardo d’Angelo)

Jacarandá
As mesas mais privés ficam em volta da árvore que dá nome à casa. Também confere charme extra a ambientação à meia-luz.

Marakuthai
É o lugar certo para casais baladeiros que gostam de ambientes escurinhos. As mesas e cadeiras, diferentes uma das outras, parecem ter sido feitas sob medida para cada casal.

Unidade do Itaim do Ruella: namoro no beco (Foto: divulgação)

Unidade do Itaim do Ruella: namoro no beco (Foto: divulgação)

Ruella
Não tem páreo para as duas casas da chef Danielle Dahoui quando se fala de romantismo. Os salões tem iluminação baixa, decoração exuberante  e um quê de improviso. A cozinha expede pratos franceses de pegada moderna que agradam.

No Terraço Itália com a cidade a seus pés: namoro de olho para a melhor vista da cidade (Foto: Bia Parreiras)

No Terraço Itália com a cidade a seus pés: namoro de olho para a melhor vista da cidade (Foto: Bia Parreiras)

Terraço Itália
É um investimento caro um jantar a mais de 160 metros de altura neste restaurante. Mas também é irresistível diante de um skyline tão bonito, onde a comida do chef italiano Pasquele Mancini acaba ficando em segundo plano.

Continua após a publicidade
Publicidade