Bares

Conheça o Mundial, novo bar dos donos do Filial, Genial e Genésio

A casa-irmã está com inauguração prevista para terça (17). Confira detalhes sobre o local e veja outros endereços parentes

Por: Marcelo Cobra - Atualizado em

pastel
A porção de pastel do bar Mundial: nova casa dos donos do Filial, Genial e Genésio (Foto: Luna Garcia/Estúdio Gastronômico)

Em time que está ganhando não se mexe. Os irmãos Arnaldo, Ricardo e Helton Altman deixaram de lado a velha máxima na hora de montar seu novo empreendimento na Vila Madalena, com inauguração prevista para terça (17). Ao contrário das três casas-irmãs, Filial, Genial e Genésio, o Mundial (Rua Girassol, 354) foge do estilo de boteco clássico e exibe um ambiente mais moderninho, dividido em salão, mezanino e terraço (este último espaço, aliás, promete ser o mais disputado nos meses quentes que estão por vir). 

Outro ponto que o diferencia dos demais é o cardápio, baseado em pastel e suas variações de outras nacionalidades. "Incluí, por exemplo, empanadas argentinas, samosa indiana e rolinho chinês", conta Elenice Altman, chef-executiva do grupo. "É bem cosmopolista", completa. 

Fora os tira-gostos, o menu inclui lanches como o choripán, montado no pão francês com linguiça toscana e molho chimichurri.

Para bebericar, a carta tem chopes Brahma, Brahma Black e Stella Artois, além do Bohemia Imperial, que deverá entrar no cardápio alguns dias após a inauguração. Alguns rótulos importados completam a seleção de geladas, entre eles os das belgas Leffe e Hoegaarden. 

Bares irmãos

  • Voltar ao início

    Compartilhe essa matéria:

  • Todas as imagens da galeria:

Além das quatro casas dos irmãos Altman, outros bares da cidade também pertencem ao mesmo grupo de sócios. Ali na Vila Madalena mesmo é possível citar o Sabiáboteco descolado que pertence aos mesmos donos do Ó do Borogodó, e o Casa de Maria Madalena, endereço-irmão do Espaço Zé Presidente, point de moderninhos e descolados. 

Em outras regiões da cidade, o parentesco se repete na dupla formado pelos bares Ciao! Vino & Birra, no Paraíso, e Birreria La Legione, uma das melhores opções para petiscar no Alto do Ipiranga. 

No Itaim, são dos mesmos sócios o Eu Tu Eles e o Tatu Bola, ambos com happy hours disputadíssimas, além de Vaca Véia e La Maison Est Tombée, dois badalados points de paquera da região.  

 

  • Botecos

    Birreria La Legione

    Avenida do Cursino, 111, Saúde

    3 avaliações
  • Bar-restaurante

    Ciao! Vino & Birra

    Rua Tutoia, 451, Paraíso

    Tel: (11) 2306 3541 ou (11) 2306 3561

    VejaSP
    2 avaliações

    O bar de alma italiana conta com uma concorrida varanda. Ali ou no salão apertadinho, pode-se investir em uma massa para o jantar ou ficar somente no petisco. Quem prefere a segunda alternativa tem à disposição frituras como a alcachofra recheada de mussarela de búfala e empanada, servida com tomates marinados e molho pesto (R$ 28,00, seis unidades). Dá para tomar vinho, pinçar maravilhas da extensa carta de cervejas ou beber apenas chope, o Jackpot Pilsen (R$ 14,00, 300 mililitros), produzido pela Blondine na cidade paulista de Itupeva.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Bares variados

    Eu Tu Eles

    Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2902, Itaim Bibi

    Tel: (11) 3071 4535

    VejaSP
    7 avaliações

    É altíssima a frequência do pessoal recém saído dos escritórios da região. Os clientes se apinham nos salões de paredes de taipa decorados com fitinhas do Senhor do Bonfim. Há quem prefra a área externa, um pouco mais sossegada, na hora de entornar uma cervejinha em copo americano (Original, R$ 14,99). Outra escolha usual é a caipirinha, servida em pote de vidro — a que combina caju e limão (R$ 22,99) é das boas. Para fazer tabela, grelhados: o mix da churrasqueira (R$ 94,99) dá para três pessoas e reúne filé de frango, linguiça, fraldinha e picanha, além de farofa e vinagrete. A casa pertence aos mesmos donos do Tatu Bola.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Chope e cerveja

    Filial

    Rua Fidalga, 254, Vila Madalena

    Tel: (11) 3813 9226

    VejaSP
    6 avaliações

    Foi o primeiro endereço (ainda em atividade) inaugurado pelos irmãos Altman na Vila Madalena. A cozinha segue até as 3h30 às sextas e aos sábados, o que fez com que a casa ganhasse status de bar de fim de noite. O salão, com jeito de boteco antigo, fecha mais tarde ainda. Os garçons, espertos, ficam de olho nas mesas e repõem rapidamente (até demais) o bem tirado chope Brahma (R$ 7,90). Há também cerca de cinquenta rótulos de cachaça. A linguiça toscana na chapa chega junto de farofinha e couve frita (R$ 34,50).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Chope e cerveja

    Genésio

    Rua Fidalga, 265, Vila Madalena

    Tel: (11) 3812 6252

    VejaSP
    5 avaliações

    É um dos poucos endereços da Vila Madalena que ultrapassam a fronteira da 1 da madrugada, tal qual o bar-irmão Filial, do outro lado da rua. Com a atenção voltada para a cozinha, tenta agradar tanto o boêmio em busca de uma refeição completa quanto o público a fim de só um tira-gosto. Se esse for seu caso, experimente o caldinho de feijão-branco com linguiça calabresa (R$ 12,00). Do forno a lenha, vem o calzone de quatro queijos (R$43,00). Sempre bem tirado, o chope Brahma (R$ 7,90) ganhou no ano passado a companhia do Colorado (R$ 13,80 a versão de trigo). Antes eficiente, o serviço tem se mostrado desatento nas noites tranquilas, quando o burburinho dos funcionários parece mais animado que o da clientela.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Chope e cerveja

    Genial

    Rua Girassol, 374, Vila Madalena

    Tel: (11) 3812 7442

    VejaSP
    5 avaliações

    A casa pertence aos mesmos donos dos bares Filial e Genésio. O velho cardápio, aquela pastinha cheia de páginas, foi transformado em uma peça menor, dobrável e de diagramação moderna. Na prática, permanece com boas pedidas das antigas, como o caldo de feijão na caneca acompanhado de torresmo (R$ 12,00). Os croquetes de camarão têm boa quantidade de crustáceos no interior (R$ 32,00, meia dúzia). A bebida de regra continua a ser o chope Brahma (R$ 7,90 o claro e R$ 9,80 o escuro). Só fuja de coquetéis clássicos como o negroni (R$ 29,00), que costuma vir com excesso de Campari.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Drinques

    La Maison Est Tombée

    Rua Jerônimo da Veiga, 358, Itaim Bibi

    Tel: (11) 3071 2926

    VejaSP
    10 avaliações

    Funciona sem parar do almoço até a madrugada, mas só começa a fcar concorrido a partir das 8 da noite. É quando o público, na altura dos 30 e poucos, aparece todo arrumado em busca de badalação. Propositalmente, as mesas são dispostas na diagonal para facilitar a interação — não é bagunça, não —, e azulejos brancos nas paredes dão um clima nostálgico de brasserie. Da linha etílica, o chope (Brahma, R$ 8,50) é tirado na medida, mas as melhores opções são os coquetéis. Duas misturas garantidas: o dandy monsieur (R$ 34,00), gim-tônica aromatizado com casca de laranja-baía, fava de baunilha e açafrão. Da cozinha saem pedidas como o steak tartare levemente selado (R$ 46,00), servido junto de ovo frito de gema mole, salada e batatas fritas.

    Preços checados em 19 de julho de 2016.

    Saiba mais
  • Bares variados

    Ó do Borogodó

    Rua Horácio Lane, 21, Pinheiros

    Tel: (11) 3814 4087

    VejaSP
    5 avaliações

    Eis um pequeno e festivo boteco de samba, com um quê da Lapa carioca. Em seus quinze anos recém-completos, recebeu (e ainda recebe) um sem-número de apresentações de gente como Juliana Amaral, Anaí Rosa e Inimigos do Batente. Os shows servem de ímã para uma galera sem frescura e também para muitos gringos em busca de interação. Cervejas em garrafa (Eisenbahn e Amstel, R$ 14,00 cada uma), servidas em copo americano, e caipirinhas (R$ 22,00) feitas sem lá muito cuidado cumprem o papel de deixar a coisa toda ainda mais animada.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Botecos

    Sabiá

    Rua Purpurina, 370, Vila Madalena

    Tel: (11) 3032 1617

    VejaSP
    3 avaliações

    Uma agradável atmosfera boêmia encanta quem visita o Sabiá. O chão de ladrilhos e a iluminação baixinha, misturada à luz da rua filtrada pelos janelões, dão aquela imagem de sossego que a Vila Madalena perdeu por aí. A calmaria só é rompida pelo ruído da freguesia, contente em tomar um chope tirado no ponto (Eisenbahn Pale Ale R$ 10,00) e saborear as receitas que Graziela Tavares traz da cozinha. “Faço comida caseira”, conta a chef, desde 2011 na sociedade junto dos irmãos Leonardo e Stefânia Gola. Hipermacia, a língua bovina em fatias ao molho de vinho, com arroz e um sedoso purê de mandioquinha (R$ 40,00), é apenas um dos preparos cada vez mais apurados de forma deliciosamente simples no botequim.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Bares variados

    Tatu Bola

    Rua Clodomiro Amazonas, 202, Itaim Bibi

    Tel: (11) 2539 9071

    VejaSP
    5 avaliações

    Todo mês, mais de 10 000 clientes passam em cada uma das unidades do Tatu Bola, a caçula aberta em junho na esquina das ruas Augusta e Estados Unidos. O trio de endereços está sempre cheio de gente com pinta de quem saiu do escritório e a fim de uma boa paquera regada a cerveja em garrafa, que não é das mais baratas (Original, R$ 14,99). Mesas próximas entre si e a música ao vivo, geralmente pop rock, auxiliam na interação. Para comer, vá de escondidinho de carne-seca com purê e rosti de mandioca (R$ 39,99). Neste ano, deve ganhar mais uma filial.

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais
  • Bares variados

    Vaca Véia

    Rua Manuel Guedes, 199, Jardim Europa

    Tel: (11) 3073 1292

    VejaSP
    7 avaliações

    Todo fim de tarde este bar de esquina fica abarrotado de trintões e quarentões que saem dos escritórios da região. São dois os motivos de tanta muvuca, que quase sempre se estende para a calçada: beber baldes de cerveja e paquerar. Seja qual for o objetivo, opções não faltam. Há cerveja em garrafa, como a Serramalte (R$ 13,90), e também alguns drinques. Das boas, a cozinha expede porções como a de coxinha (R$ 33,50), ótima, e carne bem churrasqueada, caso do ojo de bife com farofa e vinagrete (R$ 62,00).

    Preços checados em setembro/outubro de 2016.

    Saiba mais

Fonte: VEJA SÃO PAULO