Em busca de clientes, restaurantes mantêm mudanças do Restaurant Week

Casas como o francês L’Atelier e o italiano La Vecchia Cucina ofecerem menu executivo no almoço, a preços mais acessíveis

O São Paulo Restaurant Week acabou no último dia 14, mas deixou “heranças” em alguns dos 201 participantes dessa sexta edição do festival gastronômico. Casas como o francês L’Atelier e o italiano La Vecchia Cucina decidiram manter mudanças promovidas durante o evento, na tentativa de continuar a atrair a clientela que busca boa comida e preços mais acessíveis.

+ Restaurant Week: 201 restaurantes a preços mais acessíveis

+ Restaurant Week: editor de gastronomia sugere vinte bons restaurantes

+ Chef Sergio Arno participa do Restaurant Week para “conquistar novos paladares”

+ Abril.com: Mais sobre o Restaurant Week

Antes mesmo do fim do Restaurant Week, o restaurante de Sérgio Arno já anunciava os planos de manter as portas abertas para o almoço de segunda-feira. O La Vecchia Cucina agora oferece um menu executivo com salada, prato principal e sobremesa todos dias da semana útil, ao preço de 49,90 reais por pessoa.

O L’Atelier já funcionava a partir das 12h de segunda a domingo. A novidade é que a casa deixou de oferecer o cardápio a la carte e agora serve um menu executivo para o almoço. Ao preço fixo de 29,50 reais por pessoa, cliente pode escolher por uma das duas opções de entrada, prato principal e sobremesa. O menu será alterado a cada quinze dias.

Luigi Cardoso Alves, sócio do L’Atelier São Paulo, explica que a casa percebeu uma necessidade de satisfazer os clientes dos Jardins, evitando o problema dos preços. “A pessoa come cinco dias da semana fora e não quer gastar muito”, diz ele. “A maioria dos restaurantes percebem que o pessoal, na hora do almoço, não vai ficar muito tempo. (Eles buscam) uma coisa rápida, mas de qualidade”.

Os bons frutos do Restaurant Week também chegaram a outras casas. O Capim Santo agora possui duas versões da sugestão da chef Morena Leite. O menu gourmet, mais sofisticado, oferece “pratos mais autorais” ( 85,00 reais por pessoa). Já o menu executivo (ele novamente), tem pratos mais rápidos e econômicos ( 45,00 reais por pessoa).

O brasileiro Bolinha decidiu manter o preço promocional de 35,00 reais por pessoa para o bobó de camarão. Acompanhado de arroz branco, acaçá e farofa de dendê, o prato foi a opção oferecida pela casa durante o Restaurant Week.

CONFIRA OS RESTAURANTES QUE MANTIVERAM AS MUDANÇAS DO RESTAURANT WEEK:

1/4
Exceto nas segundas, quando a casa não funciona, em todos os outros dias a feijoada está sempre pronta e chega à mesa praticamente ao mesmo tempo do pedido. Trazida numa jarrinha congelada, a cachaça com suco de limão amarga na boca, mas abre o apetite para o caldinho de feijão gordo, servido na xícara. Se […] ( / Bolinha)
Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s