Clique e assine com até 89% de desconto

Capim Santo

(Desde 1998)

Tipos de Restaurantes: Brasileiros

VejaSP:

Endereço: Avenida Brigadeiro Faria Lima, 2705 - Museu da Casa Brasileira - Cerqueira César - São Paulo - SP ver no mapa

Telefone: (11) 30899500

Horário:

segunda-feira - Fechado

terça-feira 10:00 - 18:00

quarta-feira 10:00 - 18:00

quinta-feira 10:00 - 18:00

sexta-feira 10:00 - 18:00

sábado 10:00 - 18:00

domingo 10:00 - 18:00

Faixa de preço: De R$211,00 a R$365,00

Informações adicionais: Entrega em domicílio, Acesso para deficientes, Lugares/Capacidade total (165), Levar vinhos (permite) (R$ 35,00)

Resenha por Arnaldo Lorençato

Por causa dos efeitos da pandemia, a chef Morena Leite transformou o extinto Santinho do Museu da Casa Brasileira em Capim Santo. As refeições transcorrem no agradável e arejado jardim da instituição — sim, há mesas no salão para o dias de chuva. Os almoços rolam de terça a domingo, com jantares previstos uma vez por mês. O bufê do meio-dia foi substituído por itens selecionados no cardápio para compor o prato. Escolhem-se uma carne, como salmão, picadinho de filé-mignon ou carne-seca, e três acompanhamentos, que podem ser um tipo de arroz, entre eles o integral, um grão como o feijão, uma farofa ou um purê mais uma salada. O pê-efe vem pronto da cozinha e custa R$ 59,00. Há ainda outros pratos à la carte, além de petiscos. Para partilhar, há croquete de palmito pupunha ao molho de limão-cravo (R$ 30,00). Ou é possível ir direto para entradas como a salada morna de lula (R$ 46,00), que nem sempre está tão macia. Dos pratos principais, a moqueca vegana de lascas de palmito pupunha e banana-da-terra beneficia-se da companhia de arroz de coco e farofa de dendê (R$ 53,00).  Ao final, entregue-se ao cuscuz de tapioca com baba de moça e flocos de coco queimado (R$ 21,00). O café, Orfeu, continua vindo com uma colherzinha de brigadeiro de capim-santo (R$ 7,00).

Informações checadas entre outubro e novembro de 2020.

    Por causa dos efeitos da pandemia, a chef Morena Leite transformou o extinto Santinho do Museu da Casa Brasileira em Capim Santo. As refeições transcorrem no agradável e arejado jardim da instituição — sim, há mesas no salão para o dias de chuva. Os almoços rolam de terça a domingo, com jantares previstos uma vez por mês. O bufê do meio-dia foi substituído por itens selecionados no cardápio para compor o prato. Escolhem-se uma carne, como salmão, picadinho de filé-mignon ou carne-seca, e três acompanhamentos, que podem ser um tipo de arroz, entre eles o integral, um grão como o feijão, uma farofa ou um purê mais uma salada. O pê-efe vem pronto da cozinha e custa R$ 59,00. Há ainda outros pratos à la carte, além de petiscos. Para partilhar, há croquete de palmito pupunha ao molho de limão-cravo (R$ 30,00). Ou é possível ir direto para entradas como a salada morna de lula (R$ 46,00), que nem sempre está tão macia. Dos pratos principais, a moqueca vegana de lascas de palmito pupunha e banana-da-terra beneficia-se da companhia de arroz de coco e farofa de dendê (R$ 53,00).  Ao final, entregue-se ao cuscuz de tapioca com baba de moça e flocos de coco queimado (R$ 21,00). O café, Orfeu, continua vindo com uma colherzinha de brigadeiro de capim-santo (R$ 7,00).

    Informações checadas entre outubro e novembro de 2020.