Clique e assine por apenas 6,90/mês

Os donos celebridades

Quem são os proprietários famosos de estabelecimentos badalados da cidade

Por Redação Veja São Paulo - Atualizado em 1 jun 2017, 16h58 - Publicado em 31 mar 2015, 18h06

Chef celebridade é coisa para “foodie” – os curiosos vão atrás mesmo dos bares e restaurantes cujos donos são famosos. Confira uma lista de estrelas e seus negócios na cidade.

+ 10 coisas que deixam o dia do paulistano melhor

+ 22 bares que aceitam vale-refeição

No seu Instagram, a blogueira fitness Gabriela Pugliesi gosta de indicar comidinhas leves para quem está de dieta e quer ficar com um corpão.

Por aqui, ela também é sócia de uma lanchonete especializada em tapiocas, a Tapiocaria Market, no Food Hall do Shopping Cidade Jardim. Mas não se engane: o cardápio não é de autoria da moça.

Tapiocaria Market
Tapiocaria Market

Outra beldade que se deu bem nos negócios em São Paulo é Fernanda Lima.

Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert
Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert

Ela é sócia-proprietária do premiado Maní, que possui uma filial no Shopping Iguatemi batizada de Manioca.

Continua após a publicidade
manioca
manioca

Na sua página no Facebook, ela divulgou uma imagem junto com a brigada do novo empreendimento e pareceu bem à vontade no ambiente da cozinha.

fernanda lima
fernanda lima

Quer encontrar o Seu Jorge por aqui? Tente a sorte então no bar Karavelle, nos Jardins, ou em sua filial, na Rua Amauri.

Seu Jorge
Seu Jorge

Mas se você quer topar com um galã enquanto almoça, a pedida é o Le Manjue, na Vila Nova Conceição, que tem como um dos sócios o ator Bruno Gagliasso. 

Bruno Gagliasso Tendência Lumbersexual
Bruno Gagliasso Tendência Lumbersexual

Gagliasso, a propósito, está por trás da inauguração do novíssimo Burger Joint, que é filial de uma badalada hamburgueria nova-iorquina.

Gagliasso Burger Joint
Gagliasso Burger Joint

O bonitão Malvino Salvador também explora seu lado restaurateur empreendedor.

Malvino Salvador
Malvino Salvador

Salvador é sócio do bar de drinques Barê.

Barê
Barê

Ainda que ele não bata cartão por lá sempre, a clientela (principalmente feminina) não perde as esperanças de encontrá-lo entre um drinque e outro. Quem sabe um dia!

Continua após a publicidade
Publicidade