Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Onde provar ussuzukuri

Confira quatro endereços que preparam a receita

Por Redação VEJA São Paulo 14 set 2018, 07h00

Feito com finas lâminas de peixe cru e regado por molhos cítricos, o ussuzukuri lembra um carpaccio com um toque japonês. A seguir, uma seleção de casas que preparam a receita:

Aya Japanese Cuisine: comandado pelo sushiman Juraci Pereira, o endereço é um dos mais caros da cidade, com uma famosa degustação. Mas também há receitas à la carte, caso do ussuzukuri, uma espécie de carpaccio japonês. As fatias de peixe branco (R$ 58,00) ou de salmão (R$ 54,00) são regadas a ponzu, molho de shoyu, sucos de laranja e limão, alho e caldo de peixe.

Kitchin: o restaurante japonês que tem entre os sócios ex-funcionários do Nagayama faz sucesso em dois endereços. Do balcão, a equipe comandada pelo sushiman Denis Watanabe expede boas pedidas, como sushi de ouriço-do-mar (R$ 32,00) e sashimi de robalo (R$ 24,00). Esse mesmo peixe cortado em fatias finas dá forma ao ussuzukuri (R$ 60,00).

Shigue: a casa tem clima caseirinho e administração familiar, com aquário de peixes e lustres em forma de cubo no salão. Na versão teishoku (R$ 53,00), o combo de oito fatias de peixe cru, dois niguiris e dois uramakis vem na companhia de salada, missoshiru, arroz e conserva. Uma opção de entrada, o ussuzukuri de robalo tem a forma de um carpaccio de finas lâminas banhado por molho cítrico (R$ 54,00).

Sendai: a casa está na lista dos endereços mais tradicionais da Liberdade. Em vez do clássico sashimi, prove o ussuzukuri de peixe branco ao molho ponzu, feito aqui com shoyu, vinagre e limão. Sai a R$ 75,00 e serve até três pessoas. Se não resistir, o combinado especial (R$ 206,00) traz 25 fatias de sashimi, quatro sushis, catorze enroladinhos e quatro opções com ovas.

Continua após a publicidade
Publicidade