Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Maria Brigadeiro fecha em Pinheiros e migra para um shopping

Unidade que era a matriz do duo de lojas, muda-se, neste sábado (10), para um espaço 385 metros quadrados menor e montado a um custo de 350 000 reais

Por Gabrielli Menezes 9 mar 2018, 17h47

Quem passa pelo número 68 da Rua Capote Valente, em Pinheiros, logo nota que as paredes foram para o chão e que pouco resta da antiga doceria Maria Brigadeiro além do piso azul ornamentado. O motivo é de se imaginar, já que um tapume esconde os imóveis vizinhos – também demolidos – e caminhões tiram o entulho que sobrou no espaço.

“Uma construtora comprou todos os terrenos da região”, explica Juliana Motter, dona da marca e uma das responsáveis por tornar o trivial brigadeiro em um doce gourmet. O espaço de 400 metros quadrados abrigava, além da loja, a fábrica da marca desde 2009.

As portas se fecharam em dezembro e, no mês seguinte, a produção foi transferida para um lugar menor, na Rua Jorge Rizzo, também em Pinheiros. “A ideia é futuramente abrir uma portinha para atendermos os clientes de rua”, estima Juliana.

Maria Brigadeiro
Os brigadeiros enrolados na hora: R$ 4,50 cada Fernando Moraes/Veja SP

A transferência fez com que a doceira considerasse uma proposta feita pela Shopping Iguatemi. Após dois meses de obra, um investimento de 350 000 reais e alguns atrasos na data inauguração, a pequenina unidade (tem 15 metros quadrados) começa a atender os clientes no sábado (10).

“A demora foi grande porque fiz questão que tivesse uma cozinha dentro do espaço“, justifica Juliana. “A ideia é que, assim como nas outras unidades, o brigadeiro seja finalizado na hora”.

O cardápio oferecido permanecerá igual – e o preço também. Por 4,50 reais, é possível provar brigadeiros artesanais de pistache, cachaça, limão-siciliano, maracujá, chocolate branco…. Os clientes também encontram os doces de Juliana no shopping JK Iguatemi.

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade