Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Com fechamento de restaurante, confeiteira faz doces por encomenda

Jeanine Vieira, que trabalhou no extinto La Frontera, prepara tortas e bolos para saborear em casa

Por Saulo Yassuda Atualizado em 28 ago 2020, 00h00 - Publicado em 28 ago 2020, 06h00

Baiana de Igatu, na Chapada Diamantina, Jeanine Vieira, de 28 anos, tomou familiaridade com a cozinha no restaurante regional da mãe, em sua terra natal. Em 2016, chegou a São Paulo para estudar culinária e acabou por conquistar a clientela do La Frontera, onde trabalhava desde 2017, com doses de açúcar no fim da refeição.

Mas aí veio a quarentena e o restaurante de Higienópolis fechou definitivamente. Em vez de retornar à Bahia, a profissional passou a aceitar encomendas dos antigos fregueses — e de quem ia descobrindo as guloseimas.

Sucesso do portfólio, a torta de chocolate pode ganhar no topo avelã ou pistache e lembra as servidas no estabelecimento (R$ 80,00, para seis pessoas; R$ 25,00, individual).

Difícil de ser encontrado na cidade, o bolo de arroz fermentado com leite de coco e toque de parmesão agrada pelo sabor (R$ 60,00, 1 quilo). Outra pedida é o bolo de tangerina (R$ 50,00, 500 gramas; R$ 80,00 o quilo), que nem precisava da cobertura de chocolate.

Encomendas: WhatsApp (tel. 98974-4522).

Assine a Vejinha a partir de 6,90 mensais

Continua após a publicidade

Publicidade