Imagem Blog

Filmes e Séries - Por Barbara Demerov

Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Aqui você encontra críticas, entrevistas e as principais novidades sobre o mundo do cinema e do streaming
Continua após publicidade

Opinião: o que o cancelamento de Will Smith diz sobre Hollywood?

Após tapa em Chris Rock no Oscar, ator sofre com crise na carreira; enquanto isso, Louis C. K., acusado de assédio sexual, venceu o Grammy no domingo (3)

Por Barbara Demerov
Atualizado em 6 abr 2022, 13h38 - Publicado em 6 abr 2022, 13h23

O Oscar 2022 ficou marcado pelo tapa que Will Smith deu em Chris Rock após uma piada sobre Jada Pinkett Smith. O destaque deste ano não foi o grande vencedor da noite (No Ritmo do Coração, que ganhou a estatueta de Melhor Filme), mas sim tudo o que envolveu este caso que, naturalmente, surpreendeu a todos na grande noite do cinema.

Tudo começou quando Rock fez uma piada sobre Jada Pinkett Smith, que está careca devido a uma doença autoimune chamada alopecia. O ator não gostou nada do comentário sobre a esposa e levantou de sua mesa, caminhou até o palco e deu um tapa no comediante. Um aturdido Chris Rock prosseguiu com sua apresentação e, minutos depois, Smith recebeu o primeiro Oscar de sua carreira, por King Richard.

+Bridgerton: “A série é moderna e queremos trazer identificação”, diz criador

Quase duas semanas após a cerimônia, o tapa já não é mais o principal tema em questão. O que aconteceu após a atitude e o pedido público de desculpas feito por Smith (que deveria ter sido o suficiente) é um caso à parte, pois expressa muito bem os diferentes pesos e as diferentes medidas analisados pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas e por Hollywood.

Além do pedido de desculpas, Smith, de 53 anos, renunciou à filiação da Academia. Logo em seguida, a Netflix colocou na geladeira um grande projeto que seria estrelado pelo ator, intitulado Fast and Loose. Não se sabe se o filme será cancelado de vez.

A produção de Bad Boys 4, franquia que marcou a carreira do astro, também foi rapidamente pausada após o tapa e grande repercussão do caso.

Continua após a publicidade

Neste momento, Smith busca apoio e descanso em uma clínica de reabilitação para artistas, segundo o The Sun. Uma fonte de Hollywood afirmou: “o impacto da repercussão atingiu Will com força, então ele buscará ajuda para lidar com o stress. Esta é a batalha de sua carreira. Será um retiro de luxo usado por famosos. Ele irá refletir bastante sobre como seguir em frente”.

Will Smith exagerou na reação e no tapa. Não deveria ter feito isso, mas pediu desculpas e se mostrou empenhado em melhorar. Vale lembrar que o ator raramente esteve envolvido em qualquer tipo de polêmica ao longo de sua extensa carreira.

A imagem mostra Will Smith dando um tapa em Chris Rock
Will Smith e Chris Rock: piada sobre Jada Pinkett Smith rendeu um tapa. (Reprodução Twitter/Reprodução)

O problema é que, assim como o episódio do Oscar, a reação das pessoas, sobretudo nos Estados Unidos, foi desproporcional. O “gelo” em Smith não lhe dá espaço para uma nova chance (pelo menos por agora), e a resposta que o ator está recebendo certamente não está à altura de uma atitude impensada, que ocorreu após ouvir uma piada sobre sua esposa. E Chris Rock sequer se pronunciou até o presente momento.

É claro que nunca houve um episódio de agressão no Oscar, mas a pergunta que fica é: se um ator branco cometesse o mesmo ato de Smith, a reação seria a mesma? Se nem mesmo Roman Polanski e Woody Allen se aposentaram após acusações sérias e inúmeras polêmicas, por que o ato de Will Smith está sendo visto como gravíssimo?

Continua após a publicidade

Simultaneamente aos problemas vividos por Smith, vale mais um exemplo para comparação: o comediante Louis C. K. venceu um Grammy na noite do último domingo (03). Seu projeto Sinceramente Louis C.K lhe rendeu um dos maiores prêmios da indústria mesmo com as diversas polêmicas que marcaram sua carreira.

+Animais Fantásticos: qual a importância da personagem de Maria Fernanda Cândido?

Em 2017, com uma denúncia do jornal The New York Times, C. K. foi acusado por cinco mulheres de se masturbar diante delas. Em diferentes épocas e situações, ele tirou a roupa sem a permissão das vítimas e cometeu o ato. À época, o humorista não negou as denúncias e disse estar arrependido. Hoje, tudo parece ter voltado ao normal.

O cancelamento de Will Smith pode ser temporário – ou não. É difícil prever o que acontecerá no futuro, mas fontes próximas ao ator afirmam que ele está apavorado com a reação de Hollywood. “Ele se sente terrível e está tentando não entrar em pânico, mas ver seus papéis colocados na geladeira foi extremamente difícil de engolir”, disse uma fonte ao Us Weekly.

No (extremo) caso de a Academia retirar o Oscar de Melhor Ator de Smith, cuja agressão nada tem a ver com sua elogiada performance no filme King Richard, esta será a primeira vez na história da premiação que isso acontece. Nem mesmo Harvey Weinstein, ex-produtor de Hollywood condenado a mais de 20 anos de prisão por abuso sexual, perdeu sua estatueta de Shakespeare Apaixonado. Colocando o caso de Weinstein na balança, realmente vale a pena ir em frente com este cancelamento que carrega uma camada de hipocrisia consigo?

Continua após a publicidade
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de 49,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.