Imagem Blog

Filmes e Séries - Por Barbara Demerov Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Aqui você encontra críticas, entrevistas e as principais novidades sobre o mundo do cinema e do streaming
Continua após publicidade

De Volta aos 15: Série com toques de De Repente 30 promete emocionar o público

Série inspirada em livro homônimo de Bruna Vieira é uma das novidades do catálogo; leia entrevista com João Guilherme e Klara Castanho, que integram elenco

Por Barbara Demerov
25 fev 2022, 06h00

De Volta aos 15, série inspirada no livro homônimo de Bruna Vieira, estreia nesta sexta-feira (25) na Netflix e, entre as estrelas no elenco, traz nomes como Maisa e Camila Queiroz. A história é ambientada em linhas temporais diferentes: uma em 2006, outra em 2021.

Na trama, Anita (interpretada por Maisa na fase jovem e por Camila na fase adulta) vive uma jornada de autodescoberta e amadurecimento ao descobrir que é capaz de viajar no tempo e modificar certas escolhas que fez aos 15 anos.

+ Com Tom Holland, Uncharted tem potencial para uma franquia de sucesso

Já adulta e morando na cidade de São Paulo, a personagem é julgada por falar sempre o que pensa a fim de ajudar as pessoas que ama. Quando Anita vai ao casamento da irmã no interior e revê amigos e família, retorna ao quarto onde cresceu e deseja retornar à adolescência. Apesar de o desejo ser realizado, ela descobre que toda ação tem uma consequência — mesmo querendo fazer o bem.

À Vejinha, Klara Castanho, João Guilherme, Pedro Vinícius e Caio Cabral, que interpretam os amigos de Anita na fase jovem, falam sobre a produção. “Minha preparação para o papel de Carol foi a mais simples, pois era só olhar para as minhas amigas nessa fase do primeiro amor, de entender o que é gostar de alguém”, conta Klara, que vive um relacionamento complicado. “A série desenha bem os sinais do que pode se tornar abusivo, como é o caso de Carol com o namorado”.

Imagem mostra mulher com jaqueta jeans sobre camiseta vermelha. Ela posa em frente a um fundo rosa.
Klara Castanho. (Gustavos Zylbersztaj/Divulgação)

Pedro, que vive uma personagem trans, define seu processo de criação como intenso. “Vemos César antes e depois da transição e são pessoas completamente diferentes. Tive de encontrar o balanço entre alguém que quer estar invisível e, ao mesmo tempo, quer se expressar em uma cidade pequena. Mas o que eu mais gosto na série é o fato de ela debater questões que não estavam em destaque em 2006, como feminismo, gênero e identidade. Tudo é muito sutil e honesto dentro do contexto da adolescência”.

Imagem mostra pessoa com cabelo preto com mechas descoloridas atrás. Ela veste uma roupa preta e posa em frente a um fundo rosa.
Pedro Vinícius. (Gustavos Zylbersztaj/Divulgação)

João completa afirmando que a cereja do bolo é a nostalgia (que vai da música, com Pitty, a outras referências da cultura pop). “Além disso, nós, brasileiros, já vimos diversas produções sobre viagem no tempo, mas é uma nostalgia que não fazia parte da nossa cultura. Agora temos isso”.

Sobre a diversidade de temas vista em De Volta aos 15, Caio comemora: “Como jovem negro, sem tanta referência nas telas, é incrível olhar para o streaming e ver essa pluralidade. É lindo e é um processo pelo qual estamos passando. É importante ver esse fluxo de pessoas aumentar”.

Imagem mostra homem com fone azul vestindo camisa xadrez sobre camiseta cinza. Ele posa em frente a um fundo rosa.
Caio Cabral. (Gustavos Zylbersztaj/Divulgação)

+Assine a Vejinha a partir de 12,90. 

Publicado em VEJA São Paulo de 2 de março de 2022, edição nº 2778

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.