Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 29 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Rumo ao topo: D.O.M. é o 4º melhor restaurante do mundo

Acaba de ser divulgado em Londres mais um ranking anual da revista inglesa “Restaurant”, o “World’s 50 Best Restaurants”. Ou seja, os cinquenta melhores lugares para comer no mundo. De país do futebol, samba e Carnaval, o Brasil confirma cada vez mais sua vocação gastronômica com o D.O.M., de Alex Atala, ocupando o quarto posto na disputa. […]

Por Arnaldo Lorençato Atualizado em 27 fev 2017, 12h32 - Publicado em 30 abr 2012, 23h03

Atala: talento do chef levou o D.O.M. à 4ª posição na eleição da revista inglesa “Restaurant” (Foto: Ligia Skowronski)

Acaba de ser divulgado em Londres mais um ranking anual da revista inglesa “Restaurant”, o “World’s 50 Best Restaurants”. Ou seja, os cinquenta melhores lugares para comer no mundo. De país do futebol, samba e Carnaval, o Brasil confirma cada vez mais sua vocação gastronômica com o D.O.M., de Alex Atala, ocupando o quarto posto na disputa. A ascensão do restaurante paulistano e o prestígio do chef-proprietário são notáveis. Quando apareceu pela primeira vez na lista em 2006, o D.O.M. estava em 50º lugar. Em apenas seis anos, é considerado um dos cinco campeões do planeta. Ainda que listas sejam arbitrárias, não é pouco. Um feito!

+ Confira como foi a eleição no ano passado

O casal Helena Rizzo e Daniel Redondo, do Maní: 51º colocado (Foto: Mario Rodrigues)

A lista não sofreu alterações entre o trio de primeiros colocados. O Noma, em Copenhague, continua o líder pelo terceiro ano consecutivo, seguido dos mesmos segundo e terceiro lugares do ano passado, os espanhóis El Celler de Can Roca e Mugaritz. Para chegar a atual posição, O D.O.M. empurrou para o patamar de baixo o italiano Osteria Francescana, de Massimo Bottura, amigo pessoal de Atala.

Roberta Sudbrack: chef e seu restaurante estreiam na 71ª colocação (Foto: Andrea Marques)

Há outras boas novas para o Brasil, uma delas em São Paulo e outra no Rio. O paulistano Maní, do casal Helena Rizzo e Daniel Redondo, disparou 23 degraus, indo para 51ª colocação. Novidade no ranking, o carioca Roberta Sudbrack conquista o 71º posto. São duas casas com ótimas cozinhas e total possibilidade de galgar lugares ainda superiores nas próximas eleições.

Os dez primeiros colocados e os dois brasileiros entre os 100:

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da VejaSP, diariamente atualizado.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Edições da VejaSP liberadas no App Veja de maneira imediata

a partir de R$ 12,90/mês