Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Blog do Lorençato Por Arnaldo Lorençato O editor sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 30 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie

Moradora do Tatuapé se manifesta sobre restaurante de Rodrigo Oliveira

"É por causa de gente como a Dircilene que a gente ama o Tatuapé", repostou o chef do Mocotó em seu Instagram

Por Arnaldo Lorençato Atualizado em 27 jun 2022, 12h35 - Publicado em 24 jun 2022, 20h44

Cinco dias atrás, o chef Rodrigo Oliveira recebeu uma mensagem de uma cliente de nome Sandra. Na única vez que ela esteve no Mocotó, disparou que esse clássico da comida sertaneja nordestina em São Paulo tinha uma “localização tão perigosa e precária”, que teve uma decepção (leia aqui sobre o assunto). Felizmente, Oliveira postou essa mensagem carregada de preconceito.

Hoje foi dia de receber a mensagem da Dircilene. E que linda mensagem:

“Meu nome é Dircilene e envio minha mensagem por e-mail porque não tenho redes sociais. Porém, gostaria que meu comentário chegasse ao chefe Rodrigo e a toda equipe. Sou moradora do Tatuapé desde que nasci e minha família toda está no bairro desde o início do século passado, quando o bairro era ainda habitado por pequenos chacareiros e as galinhas ciscavam soltas pelas ruas de terra. Aqui, eles amassaram muito barro até que o asfalto chegasse.”

Fiquei envergonhada com a notícia sobre o comentário feito por essa moradora, que colocou o bairro como um fator de superioridade. Não é. Isso é apenas um delírio esnobe e não pode ser tomado como uma postura ‘do bairro’

Dircilene

Era um Tatuapé idílico esse, quase rural. Mas mais do que descrever a vizinhança que um dia foi coberta por verde e hoje virou um paliteiro residencial, que inclui o edifício mais alto da cidade, Dirceline manda um pedido de desculpas:

“Fiquei envergonhada coma a notícia sobre o comentário feito por essa moradora, que colocou o bairro como um fator de superioridade. Não é. Isso é apenas um delírio esnobe e não pode ser tomado como uma postura ‘do bairro’. Minha vergonha é tamanha que me senti compelida a pedir desculpas. Acho que gastronomia, cultura e eventos de qualidade devem estar em todos os lugares da cidade e não podem estar limitados a guetos ‘que se creem’ privilegiados.”

Dircilene prossegue e encerra:

Aceite minhas desculpas de tatuapeense da gema, que ama o Tatuapé simplesmente porque é um bom lugar para ser viver

Dircelene

“Espero sinceramente que essa postura patética não impeça que um dia o chefe considere a ideia de trazer o Mocotó para o Tatuapé. Não porque seja o lugar mais apropriado para um restaurante premiado, mas porque atenderia muito bem toda a Zona Leste: mais perto do pessoal da Mooca, do Belém, da Penha, da Vila Formosa, da Vila Esperança, etc.

Aceite minhas desculpas de tatuapeense da gema, que ama o Tatuapé simplesmente porque é um bom lugar para ser viver.”

“É por causa de gente como a Dircilene que a gente ama o Tatuapé”, repostou o chef em seu Instagram.

Continua após a publicidade

Por um mundo mais Dircilene!

View this post on Instagram

A post shared by rodrigomocoto (@rodrigomocoto)

 

 

Assine a Vejinha a partir de 12,90 mensais

Valeu pela visita! Para me seguir nas redes sociais, é só clicar em:

Facebook: Arnaldo Lorençato

Instagram: @alorencato

Twitter: @alorencato

Para enviar um email, escreva para arnaldo.lorencato@abril.com.br

Caderno de receitas: + Fettuccine alfredo como se faz em Roma

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Para entender e curtir o melhor de SP, Veja São Paulo. Assine e continue lendo.

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)

Impressa + Digital

Plano completo da VejaSP! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Resenhas dos melhores restaurantes, bares e endereços de comidinhas de São Paulo.

Receba semanalmente VejaSP impressa mais acesso imediato às edições digitais no App Veja, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês