Imagem Blog

Blog do Lorençato Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

Por Arnaldo Lorençato
O editor-sênior Arnaldo Lorençato é crítico de restaurantes há 30 anos. De 1992 para cá, fez mais de 15 000 avaliações. Também é autor do Cozinha do Lorençato, um podcast de gastronomia, e do Lorençato em Casa, programa de receitas em vídeo. O jornalista é professor-doutor e leciona na Universidade Presbiteriana Mackenzie
Continua após publicidade

Dono do Bottega Bernacca está em embate jurídico com proprietário do Il Capitale

Davide Bernacca acusa o ex-sócio, Gianluca Perino, de copiar seu restaurante

Por Arnaldo Lorençato Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
9 dez 2022, 06h00

O assunto é delicado e não chega a ser novidade no mundo dos negócios. Menos ainda no caso de endereços de gastronomia. um dos fundadores do Bottega Bernacca, nos Jardins, Davide Bernacca entrou com um processo contra o Il Capitale, de seu ex-sócio Gianluca Perino, italiano como ele.

Homem de camisa branca e calças escuras à frente de tapeçaria em ambiente interno
Gerard Barberan, chef e porta-voz do Bottega Bernacca (Ligia Skowronski/Veja SP)

No documento de 243 páginas, consta que o estabelecimento aberto no fim do ano passado teria copiado o cardápio e o ambiente de seu restaurante, o que está classificado na ação como “concorrência desleal parasitária”. Para piorar, o Il Capitale fica na Rua Oscar Freire, 600, a apenas 300 metros do Bottega Bernacca (Rua Padre João Manuel, 826).

Porta-voz e chef de cozinha de Bernacca, o espanhol Gerard Barberan acusa Perino de ter estimulado o fechamento de outro Bottega Bernacca, que ficava no número 795 da mesma Padre João Manuel, para ficar com toda a equipe dessa unidade. “ele enganou o senhor Bernacca. Foi bem sujo como fez”, garante o cozinheiro.

Homem de camisa azul escura em ambiente interno em frente a um quadro
Gianluca Perino, do Il Capitale (Clayton Vieira/Veja SP)

Além de ter realizado uma contestação formal, Perino rebate: “Nosso cardápio tem clássicos italianos. Se eles tivessem a patente do carpaccio, do carbonara e do bolonhesa, estariam bilionários, vivendo de royalties. É ridículo o que estão fazendo. Chama-se dor de cotovelo”.

Continua após a publicidade

O sugo azedou entre os ex-parceiros num imbróglio com desdobramentos que prometem mais dissabores.

Publicado em VEJA São Paulo de 14 de dezembro de 2022, edição nº 2819

+Assine a Vejinha a partir de 9,90. 

Valeu pela visita! Para me seguir nas redes sociais, é só clicar em:

Facebook: Arnaldo Lorençato

Continua após a publicidade

Instagram: @alorencato

Twitter: @alorencato

Para enviar um email, escreva para arnaldo.lorencato@abril.com.br

Caderno de receitas: + Fettuccine alfredo como se faz em Roma

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Para curtir o melhor de São Paulo!
Receba VEJA e VEJA SP impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe semanalmente Veja SP* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de São Paulo

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.