Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

‘Toque de restrição’: 286 estabelecimentos são autuados no fim de semana

Ação conjunta entre Procon-SP, Vigilância Sanitária e PM visa fiscalizar respeito à nova medida para combater aglomerações

Por Redação VEJA São Paulo 1 mar 2021, 15h07

No primeiro final de semana do chamado ‘toque de restrição’ em vigor no estado de São Paulo, 286 estabelecimentos em todo o estado foram autuados por desrespeitar as regras da nova tentativa de frear o avanço do coronavírus no estado. 

A medida foi anunciada por Doria na quarta passada (24) e é uma operação conjunta entre Vigilância Sanitária, Polícia Militar e Procon-SP, e conta com o apoio de agentes municipais (veja como funciona o toque de restrição na cidade). Em paralelo, nesta segunda-feira (1º) a capital e a região metropolitana entraram na fase laranja do Plano São Paulo de flexibilização econômica. 

Os esforços dos órgãos para a fiscalização ocorreram entre a noite de sexta-feira (26), quando o toque de restrição começou a valer, e a noite de domingo (28). Segundo o governo, os estabelecimentos foram flagrados descumprindo a nova regra de restrição de circulação, horários de funcionamento ou as normas que preveem uso obrigatório de máscaras e distanciamento social no interior dos locais.

Das 286 autuações do final de semana, a Vigilância Sanitária realizou 245 delas, em restaurantes e bares funcionando durante o período do toque de restrição. Uma das autuações do órgão sanitário, no entanto, chamou atenção por se tratar de um baile para terceira idade na Zona Leste que reunia mais de 190 idosos.

As equipes de fiscalização do Procon-SP autuaram os 41 estabelecimentos restantes por desrespeito à regra de restrição de circulação entre 23h e 5h, uso obrigatório de máscaras e distanciamento social. Neste primeiro final de semana de toque de restrição, a instituição focou estabelecimentos que prestam atividade não essencial em várias regiões da cidade: Barra Funda, Bela Vista, Bom Retiro, Cambuci, Consolação, Liberdade, República, Santa Cecília, Sé, Mandaqui, Santana, Tucuruvi, Vila Guilherme, Vila Maria e Vila Medeiros.

A Polícia Militar também auxiliou com a Operação Toque de Restrição, entre sexta-feira e a noite de domingo, em todo o estado. Mais de 13 mil PMs foram alocados e o balanço do final de semana foi de 79 mil abordagens a pessoas e 136 mil veículos vistoriados.

A Secretaria de Estado da Saúde, que pede a colaboração da população no combate a irregularidades, disponibiliza dois canais para denúncias que podem ser registradas a qualquer momento, 24 horas por dia, pelo telefone 0800 771 3541 ou e-mail secretarias@cvs.saude.sp.gov.br.

Restrição

A restrição de circulação se aplica a qualquer atividade não essencial e qualquer aglomeração em espaços coletivos, como estabelecimentos comerciais, bares, baladas, restaurantes, dentro dos critérios já estabelecidos pelo Plano São Paulo. Esses espaços privados estão sujeitos a fiscalizações, orientações e autuações pela Vigilância Sanitária e pelo Procon-SP. A PM fará bloqueios orientativos aos cidadãos em diferentes regiões do Estado.

+Assine a Vejinha a partir de 6,90.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade