Seis endereços para comer receitas com pirarucu

O peixe de água doce é típico da região amazônica

O pirarucu, um dos maiores peixes de água doce do mundo, é geralmente encontrado na bacia Amazônica, região norte do país. Por isso, não é muito comum encontrá-lo nos cardápios dos restaurantes paulistanos. Confira a seleção com seis lugares para comer pirarucu na cidade:

1 – Dalva e Dito: na casa do chef Alex Atala, o pescado na chapa vem com vinagrete de castanha-do-pará e ratatouille do sertão (R$ 99,00).

2 – Esquina Mocotó: o chef Rodrigo Oliveira prepara o peixe com cozido de feijão-fradinho, tucupi, milho e paio (R$ 56,90).

3 – Le Manjue Organique: grelhado na companhia de palmito, aparece com arroz de espinafre, castanha, tomate, pequi e farofa (R$ 69,00).

4 – Micaela: para duas pessoas (R$ 120,00), o peixe, ao molho de moqueca baiana, é acompanhado de pimentão, cebola e tomate na brasa.

5 – Osaka: de pegada nipo-peruana, a casa faz o paiche misoyaki (R$ 67,00), pirarucu amazônico marinado em missô e confitado na manteiga de coco.

6 – Pobre Juan: muito procurada pela carne vermelha, a churrascaria lançou o peixe na brasa com talharim de palmito pupunha (R$ 86,90).

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s