Le Manjue Organique (Desde 2007)

Tipos de Restaurantes: Cozinha contemporânea
VejaSP
starsstarsstarsstarsstars
Endereço: Rua Domingos Fernandes, 608 - Vila Nova Conceição - São Paulo - SP ver no mapa
Telefone: (11) 30340631
Horário:
segunda-feira
11:30 - 23:00
terça-feira
11:30 - 23:00
quarta-feira
11:30 - 23:00
quinta-feira
11:30 - 23:00
sexta-feira
11:30 - 00:00
sábado
12:00 - 00:00
domingo
12:00 - 17:00
Nos feriados funciona das 12h à 0h.
monetization_on

Faixa de preço

De R$166,00 a R$275,00

payment

Formas de pagamento

Cartões de crédito: Visa, Mastercard, Diners e American Express
Cartões de débito: Visa Electron, Rede Shop e Maestro

check_circle

Informações adicionais

Estacionamento/Valet (R$ 20,00), Acesso para deficientes, Lugares/Capacidade total (65), Comida (couvert) (R$ 32,00) (1), Levar vinhos (permite) (R$ 66,00)

(1)valor para até três pessoas

Resenha por Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

Embora tenha no grupo de sócios o ator Bruno Gagliasso, que faz muito barulho nas redes sociais, o grande acerto deste duo de restaurantes está na cozinha comandada por Renato Caleffi. O chef está entre os precursores da nova onda de cozinheiros preocupados com ingredientes orgânicos usados em receitas feitas com equilíbrio e sabor. Na hora ao almoço, há um bufê (R$ 66,00) que faz muito sucesso com uma variedade de saladas e pratos, que podem ser pêssego cozido sem açúcar, couve-flor colorida por cúrcuma, tomate em gomos, quibe vegetariano, cafta de cordeiro ao molho de hortelã… Em qualquer horário, serve opções à la carte. Com frango moído, a salada thai (R$ 49,00) tem um agradável toque agridoce. A moqueca de palmito e cogumelos no molho cremoso de tomate é uma das melhores pedidas vegetarianas, complementada por um arroz de grãos com fios de coco para comer com muito gosto mais farofa e pimenta da casa (R$ 72,00).

Informações checadas entre julho e setembro de 2018.

    Comer e beber

    • 2018 - Participante

      Variados Comer & Beber .

      Embora tenha no grupo de sócios o ator Bruno Gagliasso, que faz muito barulho nas redes sociais, o grande acerto deste duo de restaurantes está na cozinha comandada por Renato Caleffi. O chef está entre os precursores da nova onda de cozinheiros preocupados com ingredientes orgânicos usados em receitas feitas com equilíbrio e sabor. Na hora ao almoço, há um bufê (R$ 66,00) que faz muito sucesso com uma variedade de saladas e pratos, que podem ser pêssego cozido sem açúcar, couve-flor colorida por cúrcuma, tomate em gomos, quibe vegetariano, cafta de cordeiro ao molho de hortelã... Em qualquer horário, serve opções à la carte. Com frango moído, a salada thai (R$ 49,00) tem um agradável toque agridoce. A moqueca de palmito e cogumelos no molho cremoso de tomate é uma das melhores pedidas vegetarianas, complementada por um arroz de grãos com fios de coco para comer com muito gosto mais farofa e pimenta da casa (R$ 72,00).  (Informações checadas entre julho e setembro de 2018).

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2017 - Participante

      Restaurantes Variados Comer & Beber .

      Sucesso de público, o ponto de encontro da galera que preza os ingredientes orgânicos na alimentação tem na carta de sócios o ator Bruno Gagliasso. Em expansão nos negócios, o grupo está prestes a ganhar uma cozinha central e acaba de inaugurar uma unidade no Jardim Paulista, em frente ao Fasano. “Cabeça” da cozinha, o sócio e chef Renato Caleffi prepara saborosas receitas. Com inspiração no sul dos Estados Unidos, a jambalaya (R$ 118,00) é um sedoso mix de arroz cateto integral com camarão e banana. Meio massudo, o hambúrguer de feijão-azuqui servido no prato ganha graça com os acompanhamentos, um saboroso creme de abacate e um cuscuz de grão painço. Custa R$ 48,00. Enorme, a fatia de bolo de cacau e brigadeiro sem lactose vem com nibs de cacau e geleia de pimenta (R$ 14,00). (Preços checados em setembro de 2017).

      Arnaldo Lorençato, Helena Galante e Saulo Yassuda

    • 2015 - Participante

      Restaurantes cozinha contemporânea Comer & Beber .

      No fim do ano passado, o restaurante orgânico ganhou mais um sócio, o galã Bruno Gagliasso. Naturalmente, o ator assumiu o papel de garoto-propaganda do lugar e está ajudando a expandir os negócios. Antes vendida só no empório da casa, a ótima ganache de cacau sem lactose (R$ 15,00) agora ganhou também as prateleiras da Casa Santa Luzia, nos Jardins. Está nos planos também uma filial carioca. O menu acertado continua nas mãos do chef e sócio Renato Caleff. Para os vegetarianos, ele faz uma moqueca de cogumelo shiitake e palmito pupunha acompanhada de farofinha (R$ 59,00). Sem radicalismo, há espaço também para carnes, peixes e aves. Prove a jambalaia de frango passado na cachaça com arroz-cateto, mussarela, curry e um toque adocicado de banana (R$ 59,00). Para a entrada, fique no queijo brie gratinado com geleia de pimenta (R$ 34,00). (Preços checados em setembro/outubro de 2015).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2014 -

      Menu executivo - até 50 reais .

    • 2014 - Participante

      Restaurantes cozinha contemporânea Comer & Beber .

      Tanto faz se você aparecer no almoço ou no jantar. Quem não chega cedo a esta casa de visual moderninho amarga em uma longa espera. O que entusiasma a clientela são as caprichadas receitas do chef e sócio Renato Caleff. O cozinheiro faz sugestões arrojadas que namoram o saudável, mas com muito sabor. São exemplos o pirarucu ao molho de rúcula com palmito grelhado, farofa de granola e arroz de espinafre (R$ 69,00) e o naanburguer (R$ 49,00), um bife alto e no ponto pedido com mussarela e tomate no pão indiano acompanhado de salada verde, batata rústica à provençal e geleia de tomate. De sobremesa, bolinho quente de cacau sem farinha com ganache de chocolate belga, sorvete de creme e crocante de quinoa (R$ 24,00). (Preços checados em setembro/outubro de 2014).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    • 2013 - Participante

      Restaurantes cozinha contemporânea Comer & Beber .

      Embora agradável, tinha um ambiente bem convencional que não combinava com a proposta arrojada do menu. Depois de uma reforma, concluída em agosto de 2012, ganhou paredes nas quais são escritas algumas sugestões do dia e uma gostosa varanda com uma mesa coletiva. Ao mesmo tempo em que elabora receitas modernas, o chef Renato Caleff tem uma preocupação especial com os ingredientes. Usa o maior número possível de produtos orgânicos disponíveis no mercado — por isso a palavra “bistrô” do antigo nome do restaurante deu lugar a “organique”. Com matérias-primas de qualidade ele faz receitas que impressionam pela originalidade e pelo sabor. Uma delas é o pirarucu e o palmito grelhados ao molho de rúcula com farofa de granola e arroz de espinafre, tomate e castanha-de-caju (R$ 67,00). Outro bom exemplo, a moqueca tem uma versão vegetariana de cogumelo shiitake e palmito (R$ 57,00). Na sobremesa, prove a deliciosa pera cozida no suco de tangerina, vinho branco e especiarias na companhia de ganache de chocolate 70% cacau com polpa de banana-verde (R$ 22,00). (Preços checados em setembro/outubro de 2013).

      Arnaldo Lorençato e Helena Galante

    Comentários
    Deixe um comentário

    Olá,

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google

    Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s

    1. Rita Graziano

      Sem duvida uma ótima experiência estou mudando o hábito de comer e ter achado um restaurante que tem refeições sem glúten e sem lactose e com sabor inesperado foi simplesmente demais.
      Recomendo o bolinho de arroz sem glúten e sem lactose com molho de pimenta é demais