Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Passageira em fúria invade guichê da Latam em Guarulhos

Empresa informou que mulher teve comportamento indisciplinado; imagens mostram ela avançando em direção a funcionários

Por Clayton Freitas 6 dez 2021, 13h09

Uma passageira em fúria invadiu o guichê da Latam no Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, na noite da última sexta-feira (3) e avançou contra os funcionários.

Esta foi a terceira vez em pouco mais de um mês que o terminal registra acesso de fúria de passageiros contra funcionários das empresas aéreas. A primeira foi no dia 1º de novembro, quando um casal teve um voo da Gol remarcado e destruiu o guichê da empresa. Outro, em 18 de novembro, foi contra a KLM, quando um passageiro trocou socos com funcionários ao ver seu coelho Alfredo ser barrado em uma viagem internacional.

+Museu Judaico abre as portas com Torá do século XVI e vista para o centro

No caso mais recente, imagens gravadas por um funcionário do check-in e que circulam pelas redes sociais –inclusive foram publicadas pelo perfil do Aeroporto da Depressão no Twitter – mostram uma passageira e outras duas pessoas, um casal de idosos, discutindo com funcionários.

Por um motivo ainda não esclarecido, ela sobe na esteira das bagagens e avança contra os funcionários, mas é rapidamente contida por empregados da empresa e também pelas duas pessoas que estavam com ela.

Logo depois ouvem-se vozes dizendo “não pode embarcar, não pode embarcar”, seguidas do idoso que acompanhava a mulher dizendo que ela não estava se sentindo bem de saúde. A mulher senta no chão do terminal, aparentemente não se sentindo bem.

Nas imagens é possível também ouvir palavrões desferidos pelos funcionários contra a mulher.

Continua após a publicidade

O incidente virou motivo de piada no Twitter, com passageiros dizendo que preferiam rodoviária ao aeroporto, e que nunca viram nada parecido nos ônibus.

Indisciplina

Em nota, a Latam Brasil informou que solicitou o apoio da PF (Polícia Federal) em check-in devido ao que classificou como comportamento indisciplinado de uma das passageiras.

“Após a cliente alegar mal-estar, a companhia também acionou o posto médico do aeroporto para as assistências necessárias. Em seguida, a passageira foi encaminhada para acompanhamento das autoridades.”

+ Casos de gripe em crianças sobem até 30% em hospitais

Sem explicar se a passageira foi de fato impedida de embarcar ou não, a empresa se limitou a dizer que atende aos padrões de segurança. “A empresa ressalta que segue os mais elevados padrões de segurança, atendendo rigorosamente aos regulamentos de autoridades nacionais e internacionais.”

Por fim, informou repudiar veementemente qualquer tipo de ofensa. “E reitera que qualquer opinião que contrarie o respeito não reflete os valores e os princípios da empresa”, diz trecho da nota.

A passageira que aparece nas imagens não foi identificada até o momento.

Continua após a publicidade

Publicidade