Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Bebês são internados após tomarem vacina contra Covid por engano no interior de SP

As crianças tiveram reação forte e estão internadas desde a noite de quinta-feira (2)

Por Redação VEJA São Paulo Atualizado em 4 dez 2021, 11h24 - Publicado em 4 dez 2021, 11h23

Uma menina de dois meses e um menino de quatro meses de idade foram levados para a Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Nova Sorocaba, no interior de São Paulo, na quarta-feira (1º)  para atualizarem a carteirinha de vacinação. Os bebês deveriam receber a vacina pentavalente – que protege contra difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e contra uma bactéria responsável por infecções no nariz, meninge e garganta – mas receberão, por engano, doses do imunizante da Pfizer contra a Covid-19. As informações são da TV TEM.

As crianças começaram a apresentar febre alta, vomito e não conseguiam tomar leite e foram encaminhadas ao Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil (Gpaci), onde estão internadas desde a noite de quinta-feira (2).

A técnica de enfermagem responsável pela aplicação confessou que confundiu os frascos, pois são similares. A profissional foi afastada das aplicações e deslocada para outra área interna da unidade de saúde.

Após a internação, os bebês não apresentaram mais sintomas. Eles estão apenas recebendo soro e, desde a manhã da última sexta-feira (3), conseguiam tomar leite. Os bebês passarão por um teste de sorologia, ficarão em observação por um período de dez a quinze dias e depois receberão a dose correta da vacina pentavalente.

Continua após a publicidade

Publicidade